Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

30
Set14

História XXIX *13 Maio 09*


Olívia

...

«Toda a gente sabe o que acontece a 13 de Maio, mas o que aconteceu neste 13 de Maio de 2009 foi tão, mas tão importante!!!

O período de seis meses de pré-adopção terminou! Sim, passámos os primeiros seis meses de teste. Pois é, nos casos de adopção, se as coisas não correm bem temos seis meses para voltar a trás na nossa decisão... é estranho bem sei, e nós passámos por alguns momentos realmente muito complicados, com o comportamento da Gui a agravar-se quer na escola quer em casa, nem sempre foram momentos de alegria, também houve muita lágrima derramada. Mas um dia ao falar com uma mãe de coração (das valentes que teve 3 filhas logo de uma vez: uma de oito, uma de seis e uma de quatro) ela disse-me: «lá na tua casa quando eras pequena quem é que mandava? Fazias o que os teus pais diziam não fazias? então tens de ser firme» e foi realmente um bom conselho a juntar a um outro que me deram ainda eu não tinha filhos «nunca devemos dar aos nossos tudo aquilo que podemos, senão o que têm eles para conquistar?» Assim continuámos durante estes seis meses a crescer como pais de uma bebé e da Gui já com 12 anos.

Parece que este fim da pré-adopção não é assim uma data nada especial, mas é. Senão vejamos: depois deste período terminado chegou a vez de nos dirigirmos ao tribunal da nossa área de residência para entregar a Petição onde requeremos a adopção plena. Este documento consiste num pedido formal acompanhado de uma série de anexos que atestam que (finalmente) podemos ser pais da Gui! A Segurança Social facultou-nos uma minuta, bem como vários dos documentos a juntar à Petição. Foi também nesta petição que solicitámos a alteração do nome próprio e sobrenomes (sim podemos mudar o nome próprio, por exemplo ela podia chamar-se Maria Rita Almeida e passaria a Chamar-se Rita Silva Nunes, ok isto são tudo nomes inventados, mas mostram mais ou menos o que aconteceu, retirámos o 1º nome que ninguém na família usava para a chamar, o sobrenome de nascimento e acrescentámos os nossos sobrenomes).

Além de toda esta papelada tivemos ainda de nomear três testemunhas para uma audição, ou seja indicar três pessoas com quem convivemos e que irão ao tribunal dizer como correram estes seis meses de adaptação da Gui na nossa casa.»

 

A Mãe

 

 

29
Set14

Hoje descobri...


Olívia

... um blogue cheio de ideias fantáticas para fazemos com os miudos! Está em inglês, mas vale a pena dar uma vista de olhos!

Chama-se a Magical Childhood e mostra-nos que não precisamos de tecnologias avançadas nem brinquedos de dezenas de euros para fazermos coisas divertidas, bem ao jeito aqui em casa!

 

Quando tiverem um bocadinho espreitem... e vão ficar surpreendidos com as ideias!

 

A Magical Childwood

 

Para abrir o apetite:

 

«Aprender as condições climatéricas...»

29
Set14

Momentos de inspiração... #10


Olívia

 

 
 
 
  • Olhar em volta, reparar nas pequenas coisas, agradecer tudo o que o Senhor nos dá em cada dia!
 
  • Recordar:
“Escuta Israel
O Senhor nosso Deus é o único Senhor.
Amarás o Senhor com todo o teu coração
Com toda a tua alma e com todas as tuas forças
E amarás o próximo como a ti mesmo. 
Faz isto e serás feliz.
Ámen!” (Lc 10, 27-28)
 
  • Viver intensamente cada dia!

 

28
Set14

As 5 Pedrinhas e o Terço...


Olívia

A nossa vivência das cinco pedrinhas têm tido aqui um pequenino senão, ainda não conseguimos rezar o terço em família, e isto tem-me feito pensar que teria de encontrar uma solução, pegando na sugestão de uma família que esteve em Almada, pensei em subscrever o podcast do terço, então descarreguei o itunes para o computador, mas não havia o dito podcast, então procurei no google a oração do Rosário em mp3, e não é que encontrei GRÁTIS a possibilidade de a "descarregar" para o computador, é em brasileiro, mas isso nada tem de relevante, descarreguei os vários Mistérios, coloquei-os no itunes e também posso passá-los para o leitor de mp3... agora sempre que quiser rezar o terço é só carregar no play e já tenho companhia. Para quem gosta de caminhadas também é muito bom rezar e caminhar!

Mais uma vez ficou provado que se realmente quisermos basta-nos procurar!

 

 

Como muitas vezes ouvimos nas escrituras:

«Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á» Mt7, 8

 

Aproveitando a boleia do dito itunes também consegui subscrever os podcasts das orações da Renascensa para ouvir sempre que precisar...

 

Nota: Este texto foi escrito no dia 24, no entanto ontem dia 27 pela primeira vez rezámos o terço todos juntos depois da oração da noite!
E Nossa Senhora deve ter sorrido! 

 

 

27
Set14

TOP 10 Livros


Olívia

Pensei em ignorar este tipo de desafios, mas sendo o assunto livros, do qual gosto tanto vou responder à Mamã, e aqui vai a minha lista de Top 10 Romances e a lista de Top 10 Livros de Espiritualidade !

 

Claro que isto foi difícil, por isso só agora publico a lista, de todos os livros que já li e que rondam talvez duas centenas e poucos foram os que não gostei!

 

Romances:                                                                                                                   

  1. "A doçura da chuva" de Deborah Smith                                                 
  2. "Uma casa na Irlanda" de Maeve Binchy                                             
  3. "A hora mágica" de Kristin Hannah                                                     
  4. "A magia dos números" de Yoko Ogawa                                          
  5. "Qualquer coisa de bom" Sveva Casati Modignani                                        
  6. "A Ilha" de Victoria Hislop                                                                 
  7.  "Espero por ti este inverno" de Luanne Rice
  8. "Jardim de inverno" de Kristin Hannah                                                       
  9. "Retrato de família" Jojo Moyes                                                                 
  10. "Eu Malala" de Malala Yousafzai                                                               

 

Espiritualidade/Religião:

  1. A Bíblia Sagrada - Claro!
  2. "A Alegria do Evangelho" Papa Francisco
  3. "Mistérios da Fé I e II" de Teresa Power
  4. Catecismo da Igreja Católica
  5. "Nuno Álvares Pereira" de Jaime Nogueira Pinto
  6. "Bons dias- oração jovem" Pedrosa Ferreira
  7. " Itenerário Madre Luíza Andaluz" 
  8. "Milagres hoje" Briedge MacKenna
  9. "Lendas e parábolas" Pedrosa Ferreira
  10. "Os Sete Princípios do Casamento" de John Gottman e Nan Silver

 

Quero convidar as seguintes bloggers para responder ao desafio, pois também gosto de saber o que se lê por aí!

 

Teresa Power

Bruxa Mimi

Vanita 

M*

Carolina  

 

 

26
Set14

Partilha


Olívia

Onde estão as Famílias de Caná? No norte? No sul? No centro? Já chegaram às ilhas? Ao Brasil? 

Faço esta pergunta muitas vezes e sei que estão já um pouco por todo o lado, sei que estão de coração unido ao da família Power, sei que se esforçam tal como nós por viver a fé em família. E pelo que pude ver no dia 20 hoje seremos mais famílias do que há um mês atrás! Que alegria tão grande! Que bênção! De cada vez que nos temos encontrado com algumas das famílias trocamos ideias, preocupações, tentamos encontrar na Palavra dialogada respostas às nossas inquietações de mães e pais católicos no século XXI. De cada vez que nos encontramos fica sempre o desejo de voltarmos a encontrar-nos em breve!

A Teresa deixou aqui o convite a todas as famílias para que inundem a blogosfera com os seus blogues familiares:

«Sei que há aí desse lado muitas famílias católicas com belas histórias e testemunhos de vida para contar. Está na hora de perder os falsos respeitos humanos e testemunhar a alegria de sermos Igreja! Não estamos em tempos de ter vergonha ou de nos protegermos por detrás do escudo da timidez. O Papa Francisco lembrou, em A Alegria do Evangelho, que os cristãos são naturalmente missionários, e que não existe Igreja que não seja missionária:

"Todos somos convidados a aceitar esta chamada: sair da própria comodidade e ter a coragem de alcançar todas as periferias que precisam da luz do Evangelho." (Nº20)

E o papa cita o Evangelho para nos assegurar de que não estamos a cumprir a nossa missão se não evangelizarmos:

 "Disse Jesus: «Vamos para outra parte, para as aldeias vizinhas, a fim de pregar aí, pois foi para isso que Eu vim.»" (Mc 1, 38)»

 

Hoje eu relembro aqui este convite! É muito simples:

  1. Criar conta de email no sapo aqui
  2. Criar blogue no sapo blogs aqui
  3. Depois é só ir escrevendo e partilhando a vossa caminhada de família!
  4. Mandem o vosso blog à Teresa para que ela o partilhe na página da Família Católica!

 Acredito que podemos aprender muito na partilha e na troca de ideias com outras famílias! Força!

25
Set14

Amor é...


Olívia

... receber um telefonema do marido a meio da manhã para saber se já estou mais bem disposta!

Sim que sair de casa muitas das vezes é cá uma daquelas aventuras... falta sempre alguma coisa, há ralhetes e por aí fora...

 

Vale-nos a oração da manhã, que nos ajuda a encontrar o "norte" no meio da confusão e do barulho! Assim fazemos como que uma pausa daquilo que nos perturba e colocamos nas mãos de Deus e da nossa Mãe o nosso dia que começa!

 

 

 «Uma geração passa, outra vem; e a terra permanece sempre. 
O Sol nasce e o Sol põe-se e visa o ponto donde volta a despontar. 
O vento vai em direcção ao sul, depois ruma ao norte; e gira, torna a girar e passa, e recomeça as suas idas e vindas. 
Todos os rios correm para o mar, e o mar não se enche. Para onde sempre correram, continuam os rios a correr. 
Todas as palavras estão gastas, o homem não consegue já dizê-las. A vista não se sacia com o que vê, nem o ouvido se contenta com o que ouve. 
Aquilo que foi é aquilo que será; aquilo que foi feito, há-de voltar a fazer-se: e nada há de novo debaixo do Sol! 
Se de alguma coisa alguém diz: «Eis aí algo de novo!», ela já existia nas eras que nos precederam. 
Não há memória das coisas antigas; e também não haverá memória do que há-de suceder depois; nem ficará disso memória entre aqueles que hão-de vir mais tarde.» Eclesiastes1 3-11

 

 

25
Set14

«Sou pequenino...


Olívia

... do tamanho de um botão, tenho o pai no bolso e a mãe no coração. Um dia o bolso rasgou-se e o pai caiu ao chão, peguei nele com jeitinho e guardei-o no coração»

 

Este mini poema engraçado escutámo-lo no dia do pai e recordei-me dele durante o sábado passado por algumas vezes, enquanto via que muitas das nossas crianças estavam ansiosas por ir para junto dos seus pais, umas mais do que outras. Também a pequena Mimi o fez no nosso primeiro retiro e por duas ou três vezes veio ao pé de mim para verificar que eu ainda ali estava. Neste que foi o nosso terceiro retiro praticamente não veio ter comigo, sim, já ali tinha amigos com quem se sente confiante para fazer as suas actividades, já percebeu que ali está também a nossa família.

Durante a manhã muitas vezes escutámos «quero a mamã», ou «quando vamos ver o pai?», muitas vezes lançava um olhar ao meu marido e lá estava ele a conversar com os mais pequeninos e irrequietos, fizémo-lo com toda a calma para que também nós conseguíssemos mostrar a estas crianças que connosco estavam em segurança, e olhem que a agitação era mesmo muita, valeu-nos a presença amiga da Sofia que nos veio dar uma grande ajuda!

 

Ser Família de Caná é estarmos junto com os nossos filhos onde quer que vamos, e uma das coisas mais belas dos encontros que temos feito é que os nossas filhas também vão e têm sempre com quem brincar, com que jogar, com quem cantar!

Tudo isto nos mostra que é possível existirem famílias unidas, que partilham uma mesma realidade, que apesar de não se conhecerem partilham da mesma forma de viver, dos mesmos ideais.

 

Uma das famílias com quem mais conversei dizia-me que a vivência das cinco pedrinhas eles já começaram a fazer, mostraram-me até a foto do seu lindo canto de oração, o mais difícil era encontrar famílias que fizessem o mesmo!

 

Ao que eu respondi que era por isso que gostamos sempre de nos reencontrar com as Famílias de Caná!

 

«Assim deixai a vossa luz resplandecer diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai que está nos céus.» Mt5, 16
24
Set14

História XXVIII *Uma decisão difícil*


Olívia

...

«Os nossos primeiros meses com a Gui ditaram toda uma nova abordagem ao tema escola, sim porque ter uma filha com o tal défice cognitivo das duas uma, ou deixava-mos andar e depois logo se via ou nos dedicava-mos a 100% a um trabalho fora da escola de maneira a que ela pudesse acompanhar o que os colegas iam fazendo e recuperar tudo aquilo que nunca conseguiu.

Os métodos de estudo tiveram de ser implementados, as horas de descanso respeitadas, a atenção ao que ia sendo transmitido nas aulas redobrada e por aí fora ou seja a única actividade que ela tinha nesta fase era mesmo a catequese ao fim-de-semana. Durante a semana fazia os trabalhos de casa, estudava e brincava.

Nunca lhe fizemos os trabalhos de casa, apenas verificávamos que os ia fazendo, ela não tinha vontade nenhuma é certo, mas foi graças ao esforço em conjunto que o tal 3º ano foi concluído com sucesso, o que em linguagem escolar significava passar para o 5º ano. Sim leram bem, pois a menina estava a fazer o 3º, mas matriculada no 4º ano. 

Como poderíamos nós deixar ir a nossa filha para o 5º ano sem fazer o 4º? Como poderia ela continuar os seus estudos e a sua luta? Não podia.

Resolvemos então expor o caso no agrupamento e com o apoio de todos os professores e da psicóloga pedimos que ela ficasse retida no 4º ano para que o pudesse fazer na realidade, aproveitando a papelada e a carta pedimos também para que fosse alterado o seu PEI (Programa Educativo Individual) para que ficasse apenas com algumas adequações.

 

O pedido foi aceite e assim pela primeira vez se entrou na normalidade no ano lectivo de 2009-2010 iniciou-se o 4ºano... a fazer o 4º ano! A caminhada continuava...»

 

A Mãe

 

 

 

 

23
Set14

O Tempo...


Olívia

No fim-de-semana rumámos a Almada para o Retiro das Famílias de Caná! E como tal programámos todo o fim-de-semana para que aproveitássemos ao máximo estes dois dias!

Já aqui falei do sábado, que começou com um lindo nascer do sol que vimos enquanto percorríamos a A1, fomos recebidos com uma chuvada de água fresca para nos abençoar! Mas neste fim de semana de encontro com Deus pudemos ver que a natureza é maravilhosa!

Depois da chuva chegou o sol e ao sol brincámos, cantámos, rezámos e mais uma vez encontrámos a Deus!

A tarde deu lugar à noite e de regresso a casa (não à nossa, mas à dos meus sogros em Odivelas) pudemos encontrar a Deus nas estrelas do céu!

Pela manhã de Domingo atravessámos mais uma vez a Ponte para encontrarmos a Deus na Eucaristia, nas águas do rio e no céu azul do Seixal, nas rochas e nas ruas!

Encontrámos a Deus nestes novos amigos, famílias que voltámos a encontrar esta manhã! Nas conversas, no som dos passos, no som das aves..

Encontrámos a Deus na praia, nas ondas e na imensidão do céu azul da Cabana do Pescador (que bom regressar ao local onde fui pedida em namoro... agora já com as filhotas)

Encontrámos a Deus na enorme trovoada no regresso a casa, nos raios e nos trovões, na chuva forte e barulhenta...

 

Encontrámos a Deus no maravilhoso arco-íris que nos esperava já perto de casa!

Encontrámos a Deus na nossa casa, na nossa refeição, na nossa oração, no beijo de boas noites!

 

Encontrámos a Deus no nosso coração, durante o dia e a noite, pois Deus está sempre connosco! Faça chuva ou sol, seja dia ou seja noite!

 

 

Pág. 1/5

Quem Escreve

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Aquela Fotografia

O blogue da Margarida

Também escrevo aqui

Bloco de Notas

Baú de Memórias

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D