Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Sábado, 28.02.15

II Domingo da Quaresma

Eu sei que hoje ainda é sábado, mas para amanhã já tenho escrito um texto especial, por isso antecipando já o dia de Domingo aqui fica este texto!

 

Palavra de ordem para a semana que amanhã começa: Decisão

 

Eis que rapidamente chego ao início da segunda semana de caminhada... é boa altura para fazer um balanço daquilo a que me propus e daquilo a que me tenho de propor, que isto de caminhar é mesmo assim, há que reorganizar a logística e o objectivo da caminhada pois só assim as coisas fazem sentido.

 

Nesta altura tenho de saber qual é o meu objectivo quaresma, se ainda não sei... é bom que me apresse a descobrir ou a defini-lo melhor.

 

Dei por mim a pensar: Pois muito bem Olívia,

  1. Será que estás a fazer tudo ao teu alcance para que esta quaresma seja realmente um tempo de aproximação com Deus, de mudança e de conversão?
  2. Achas que fazer este e aquele sacrifício te estão a ajudar nesta caminhada?
  3. Achas bem estares a gabar-te de fazer isto e aquilo junto dos outros, blogue incluído?
  4. Não será que os teus sacrifícios e as coisas das quais estás a abster-te são em vão?
  5. Pensas que isso te vai ajudar nalguma coisa? Se sim em quê?

 

É bem verdade que tenho andado demasiado preocupada em tentar fazer passar uma mensagem de quaresma em casa e aqui que já me estava a perder... mas ao ler Mateus 6, 1-4 tratei logo de me colocar nos trilhos outra vez!

 

Quando praticarem o bem, procurem não o fazer diante dos outros para dar nas vistas. Se assim fizerem, já não terão nenhuma recompensa a receber do vosso Pai que está nos céus. Portanto, quando deres esmola, não faças alarde à tua volta, como é costume das pessoas fingidas, nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiadas. Garanto-vos que essas pessoas já receberam a sua recompensa. Mas tu, quando deres esmola, procura que a tua mão esquerda nem saiba o que faz a direita. Deste modo, a tua esmola ficará em segredo; e o teu Pai, que vê o que se passa em segredo, há de recompensar-te."

 

Assim resolvi, dar todo um novo sentido à minha caminhada, passo a passo vou resistindo a duas ou três coisas durante esta quaresma, não direi o que é, oferecerei este sacrifício para que Deus me ajude a corrigir duas ou três coisas que, talvez sozinha, não esteja a ser capaz de fazer e assim tudo faz mais sentido, conto aprender muito, para que passados estes quarenta longos dias consiga continuar a lutar contra estes meus defeitos horríveis pois sei que é possível ser melhor a cada dia!

 

 Conto realizar pequenos gestos de renúncia e de oferta a Deus por algum objectivo especial de crescimento pessoal, e assim de cada vez que estiver perante alguma situação daquelas mesmo muito tentadoras possa dizer no meu coração, não desistas, lembra-te que isto que fazes será para que Deus te ajude a aprender esta e esta coisa...

 

Nesta quaresma, retirei os nossos cartões (ideia retirada daqui) com as passagens bíblicas da caixa onde normalmente estão para que não nos esqueçamos de pegar num logo pela manhã... ao longo do dia dá sempre outro alento poder olhar e meditar nestas palavras...

IMG_20150224_172557.jpg

 

IMG_20150227_153136.jpg

1425051695228.jpg

 

 Bom Fim-de-semana!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 27.02.15

Daqui para o mundo, do mundo para aqui #4

As surpresas no Postcrossing não têm fim! Ainda no outro dia a Maria ficava amuada com os lindos postais da mana e da mãe, quando ao chegarmos da escola o senhor carteiro lá da aldeia, que sabe onde eu trabalho pois já aqui entregou correio nesta rua da cidade, trazia um envelope A4 para a Maria... qual o nosso espanto! Era grande e fofo!!!

 

A Maria ficou de tal forma cheia de alegria que nem queria abrir o pacote, assim teria para sempre uma surpresa! Tive de insistir e insistir para que abrisse... do lado de fora havia 12 selos de flores, uma morada de Praga...

 

Combinámos abrir e voltar a fechar depois de sabermos o que tinha no seu interior, e ao abrir vimos:

 

1 Fantoche

1 Postal

1 Livro para colorir

1 caixa com lápis de cor

1 chupa 

 

Tudo com a mascote oficial da Republica Checa, o Krtecek, um simpático castor!

 

2c94a6fe6ed47d1dacddcc39664cfed4.jpg

 

Por esta ninguém esperava e não me irei esquecer da cara da Maria a olhar para dentro do envelope a sorrir... são tão poucas as coisas na vida que nos fazem sorrir de pura alegria, aquela alegria que vem de dentro e que se espalha através do nosso olhar! A alegria de coisas simples, a alegria da surpresa!

 

Fiquei a pensar na ideia dela de não querer abrir o pacote... teria para sempre uma surpresa... mas por outro lado nunca teria a alegria de ver o que estava lá dentro! Tenho a ideia de que muitas vezes não arrisquei mais para ter assegurada aquela coisa, e por isso tenho perdido muitas alegrias... é só uma impressão com que ando muitas vezes!!!

 

 

Também é verdade que, no meio da agitação do dia-a-dia, nem nos damos a oportunidade de receber as verdadeiras surpresas da vida, quantas vezes em vez de me alegrar com uma novidade não fico logo a pensar mil e uma coisas que poderão acontecer a partir dali... quanto me custa aceitar as dádivas do meu dia? Estarei eu tão cega para a alegria que tenho deixado passar pequenos momentos sem lhes dar importância? 

 

Na maioria das vezes ando o dia todo preocupada com as coisas que me incomodam, com coisas que me entristecem, de tal forma que se alguém me "presenteia" com alguma novidade... nem dou importância... o primeiro pensamento é deixa-me lá que tenho mais do que fazer e montes de problemas para resolver!!!

 

Será que me custa assim tanto olhar e reconhecer as alegrias de um dia normal? Olhando para o dia de ontem, serei capaz de enumerar dez coisas que me tenham deixado alegre com a mesma facilidade com que sou capaz de enumerar as coisas que não correram bem e que me deixaram triste?

 

Será que a minha expectativa pela alegria é assim tão grande, que não a consigo ver numa papoila a rebentar no jardim vazio? No sol que brilha fazendo os raios passarem pelas nuvens? Na "bolinha azul" do comportamento da Maria? Nas fotos novas da Margarida?

 

Dou comigo tantas vezes a reparar que o meu coração está fechado, triste, preocupado, dorido... que pessoa posso ser se continuar assim? Se não me abrir à verdadeira alegria e mudar a minha forma de ver os problemas, como quero eu ser uma pessoa melhor?

 

 

Que eu saiba em cada dia ser mais alegre, ter um coração mais generoso, mais compreensivo, mais simples, mais puro e mais sábio!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 26.02.15

Devemos ser praticamente da mesma idade

Ah, que bom que é este tema!

Porque é que as mulheres têm tantos complexos de dizer a sua idade? Como qualquer ser vivo sabemos que nascemos, crescemos, (com sorte) envelhecemos e um dia havemos de morrer, isto é matéria do ensino primário, certo?

 

Então porque é que a maior parte das vezes em que falo com outras mulheres elas nunca dizem a idade? Normalmente as conversas desenrolam-se à volta do tema filhos, e ouço muitas vezes a frase «devemos ser praticamente da mesma idade» e eu fico à espera que a pessoa continue e diga «tenho 35 anos», mas não... o mais normal é que a outra pessoa fique à espera de que eu diga «sim, devemos ser».

 

Na sexta feira no minimercado encontrei uma senhora que vejo a deixar a filha a escola, ela sorriu e porque se tinha esquecido do leite deixou tudo em cima do balcão e foi a correr buscar, depois disse a sorrir:

 

- Ai a minha cabeça... é da idade!!

- É mas é do cansaço, não é assim tão velha (respondi eu)

- Pois tem razão, devemos ser praticamente da mesma idade!

(será? Eu sorri e esperei...ela esperou... tive de ser eu a continuar)

- Eu faço 35 no verão! (Cara de espanto)

- Eu já tenho 41 e meio (baixinho)

Sorrimos ambas e cada uma seguiu o seu caminho!

 

Eu sei que pareço mais velha do que sou, desde nova que sempre gostei de conversar com pessoas mais velhas, no trabalho sempre tive colegas mais velhas (todas com quarenta e muitos e algumas de sessenta e eu com vinte e poucos), os meus temas de conversa não são destes tempos... parece que nasci noutra época, é estranho, mas sou assim... sei que já sou adulta, gostava de envelhecer serenamente sem complexos, sem medo de dizer sempre a minha idade, sem querer tentar esconder os anos que passam em roupas de miúda e atitudes de miúda...

 

Quero ter sempre orgulho na minha condição seja ela a de mãe, de esposa, de amiga, mas acima de tudo de mulher! Ainda me recordo de na adolescência achar os de vinte e tal muito adultos e os de trinta e tal muito velhos... mas agora que cá estou, não acho que os trintas sejam velhos, mas também não me acho uma rapariga cheia de energia para ir curtir a noite e fazer farras...

 

Espero encontrar sempre um equilíbrio saudável no meu crescimento pessoal, não apenas físico, mas também interior, há tempo para tudo: há tempo de brincar às casinhas, tempo de sair e divertir-se com os amigos, tempo de estudar, de trabalhar, de ter a nossa própria casa (ainda que modesta), ter uma relação sólida, tempo de receber os filhos, de os ver crescer, de os deixar seguir a sua vida e de voltarmos a ser apenas dois em casa...

 

Isto é normal e os cabelos brancos que já comecei a coleccionar também!

 

DSCF4818.JPG

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Quarta-feira, 25.02.15

Convite

É com grande alegria que vos convidamos a virem passar um dia em retiro, um dia diferente, uma nova experiência para quem nunca foi, um regresso para quem há muito gostaria de voltar!

 

convite retiro quaresma1.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 25.02.15

A pensar no ambiente

Uma das coisas de que se falou no encontro de sábado foi da nossa forma de sermos mais conscientes com tudo aquilo que nos rodeia, incluindo o nosso meio ambiente, nas escolas fala-se muito disto, fazem-se trabalhos e educa-se com o objectivo de viver sem poluir, reciclar... mas depois na nossa vida de adultos temos tendência muitas vezes a esquecer certas coisas que embora pareçam básicas deixamos para depois.

Uma dessas coisas que lá em casa já se fez, mas que entretanto foi ficando cada vez mais posta de lado é a entrega das embalagens, bulas, e medicamentos fora do prazo nas farmácias.

DSCF1345.JPG

 

Eu bem sei que não custa nada e confesso que tenho andado muito "esquecida", mas desde o início do ano tenho acumulado num saco todas estas coisas, já está quase cheio e está na altura de ir à farmácia mais próxima entregar!

 

É assim que vamos colocando em prática aquilo que já sabemos, o nosso mundo é um presente que Deus nos deu para que aqui possamos fazer a nossa viagem, não podemos estragar tantas coisas bonitas só porque na maior parte das vezes temos mais do que fazer do que colocar as pilhas no pilhão ou o papel no ecoponto azul... o vidro no vidrão e as embalagens no embalão... são pequenos gestos diários que fazemos para que mostremos aos nosso filhos que tudo isto não é nosso, foi-nos emprestado, devemos deixar tudo tão belo quanto encontrámos! 

 

DSCF1344.JPG

 

(este íman está no nosso frigorífico com uma "cábula dos medicamentos" onde basicamente estão alguns dos sintomas e respectivo tratamento, dosagens etc... é só para evitar que o pai e a Margarida tomem coisas que não não são para aquilo que têm... de todas as formas deixei também o aviso:

 

«Se não sabes pergunta à mãe» 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:00

Terça-feira, 24.02.15

Update, que é como quem diz

Mais umas imagens e histórias para contar lá em casa!

 

calendário da quaresma.páscoa (1).xlsx

 

Logo à noite... mais uma sessão de "colorir" os desenhos para depois ter material na hória da história da Bíblia, que dos desenhos desta foto já só falta um para colar no "Caminho para Jerusalém"!

 

DSCF1366.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

por Olívia às 14:50

Terça-feira, 24.02.15

Daqui para o mundo, do mundo para aqui #3

Quanto à nossa experiência no Postcrossing, não podia deixar de aqui registar os postais que temos recebido em especial os postais recebidos pela Maria!

 

A cada dia que passa a ida à caixa do correio é sempre uma euforia:

- Há postais?

- Para quem são? São para mim?

- Oh... que lindo... ai que giro!!!! Boooaaaa!!!

- É meu! É teu? Ah que bonito!!!!

 

Era bonito que fosse sempre assim, não era? 

 

Mas nem sempre é assim... a Maria é a que tem recebido menos postais pois só enviámos os dela mais tarde, por isso quando eu ou a mana recebemos um fica emburrada, a Margarida talvez não se note tanto a cara de desilusão quando não há postal para ela, e eu sou a que disfarço melhor (é da vivência)...

 

É a altura ideial para uma lição de humildade e de aprendizagem pessoal. Sempre que um postal chega devemos ficar felizes, mesmo que o postal não seja "MEU", é uma lição de vida realmente importante: alegrarmo-nos com os nossos amigos e conhecidos quando têm notícias boas e sofrermos com eles nas alturas em que eles estão tristes...

 

Quantas vezes não sentimos aquele olhar  num dos momentos felizes que partilhamos com alguém e ficamos a pensar que esse alguém só fica contente com a nossa infelicidade?

 

Quem é meu amigo fica feliz comigo, apoia-me quando preciso... já dizia o ditado «é no hospital e na prisão que vemos os nossos amigos», por isso tenho de me esforçar por viver esta lição no meu dia-a-dia e ensiná-la às minhas filhas!

 

Aqui ficam então os nossos postais mais recentes, começando pelos da Maria:

 

Dos Estados Unidos:

8c13dc40a820a072f7dbc7f7c09a2062.jpg

 Da Bielorrússia:

ceba34be91198803947672cb8c019929.jpg

 Da Alemanha:

daa98080416cfee02f0c670e2bf381d9.jpg

 

 

Quanto à Margarida... ide pois ao seu estaminé que lá estão os postais que ela já recebeu

 

 

Para mim chegaram:

 

De uma rapariga turca a viver em Itália

af53283916101ff5fc0989c358338a71.jpg

 

Da Rússia, os bosques gelados...

c711e308184d448d009b1072a13e526a.jpg

 

 

E os meus dois favoritos:

Da Holanda a Igreja de St. Martinuskerk, Princenhage/Breda

ea914d8115c904d13338e43b29f239ca.jpg

 

 

 

E da Hungria, o lindo interior da Igreja St. Nicolai (Berlin) chegado ontem à tarde 

 

IMG_20150223_220250.jpg

 

Os nossos mapas de postais estão a ganhar forma: De vermelho os enviados de Azul os recebidos:

 

mapa maria.jpg

 

mapa olivia.jpg

 

A aventura continua...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:00

Segunda-feira, 23.02.15

Livros para emprestar

Quem quiser ler alguns dos livros que tenho em casa faça favor de pedir, afinal eles estão ali a encher-se de pó e só deverei pegar  neles lá para o verão... por isso não se acanhem, bem sei que muitas vezes gostávamos de ler um livro, não conhecemos a autora e também não vamos comprar tudo o que queremos!

 

Irei ao norte para o Retiro da Quaresma, caso alguém queira algum diga que eu "atiro-os" para dentro da "valise", quanto às outras meninas que seguem o blogue e que gostam de ler e moram longe, apenas cobrarei 1€ de portes (livro)+/-.

 

Não fiquem preocupadas com o prazo de devolução que esta biblioteca é muito compreensiva, têm no máximo 6 meses para os lerem!!!

 

Aqui fica a lista:

 

Sveva Casati Midignani

  • Qualquer coisa de bom
  • Desesperadamente Julia
  • 6 abril 96
  • Uma lição de tango
  • Baunilha e chocolate
  • Feminino singular
  • Chuva de diamantes

 

Kristin Hannah

  • As inseparáveis
  • Fly Away
  • Um estranho na cidade
  • A hora mágica
  • Jardim de inverno
  • A escolha

 

Victoria Hislop

  • A Ilha (acho que está emprestado)
  • A arca

 

Deboran Smith

  • A doçura da chuva
  • O café do amor

 

Sarah Sundin

  • Nas asas do amor

 

Yoco Ogawa

  • A magia dos números (emprestado)

 

Luanne Rice

  • Espero por ti este inverno (emprestado)
  • Milagre em Nova Yorque

 

Kathy Kelly

  • Reencontros
  • Alguém como tu

 

Maeve Binchy

  • Uma casa na Irlanda
  • De alma e coração
  • Noites de chuva e de estrelas
  • Sonhos desfeitos
  • Os segredos de Shankarring
  • A lição de italiano

 

Anna MacPartlin

  • Sempre que dizemos adeus

 

Jojo Moyes

  • Retrato de família

 

Cecilia Ahern

  • Obrigada pelas recordações

 

Elizabeth Edmondson

  • Uma mansão na bruma
  • A arte de amar (emprestado)

 

Jude Deveraux

  • Jardim de alfazema

 

 Devo ter mais, mas não tenho agora mais tempo para aqui os colocar...

 

DSCF1389.JPG

 

DSCF1391.JPG

 

 

 Quem é amiga quem é???

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Domingo, 22.02.15

I Domingo da Quaresma

Palavra de ordem: PREPARAR!

 

Como cá em casa gostamos de ser activos nas nossas caminhadas, e depois de começarmos os preparativos para o "Caminho de Jerusalém", o nosso ideal e as regras da quaresma, há que trabalhar a parte interior, sem esforço interior nada destas coisas fazem sentido.

 

Não vale a pena decorar a casa com panos roxos se vivemos uma semana cor-de-rosa, não vale a pena recordar os mistérios dolorosos, se no fundo vivemos no excesso e na algazarra... para que isto não aconteça precisamos de muita força de vontade e cabe-me  a mim enquanto mãe dar o exemplo.

 

Afinal de que estou eu disposta a abdicar nesta quaresma? Que sacrifícios vou eu fazer?

 

Num destes dias ao jantar pedi a cada uma das minhas filhas que dissesse três coisas que a irmã faz e não devia fazer, depois pedi a ambas que dissessem três coisas que eu não devia fazer, as respostas rondaram todas no mesmo "não ralhar tanto", "não embirrar", "não gritar". Parece-me que tenho aqui um ponto de partida para esta caminhada...

 

De facto é difícil para mim ter de repetir muitas várias vezes a mesma coisa e não ver resultados, chegar e ver as coisas espalhadas, ter de estar a chamar a atenção pelas maneiras à mesa, repetir que é preciso lavar sempre as mãos, que a roupa clara não deve ser misturada com a roupa escura na máquina, que se a máquina da loiça já lavou é preciso arrumá-la, que é hora de ir para a cama... coisas assim, que isoladas não são nada de especial, mas todas juntas e depois do cansaço de um dia de trabalho parecem o fim do mundo.

 

Parecem, mas não são. E por isso mesmo nesta quaresma irei esforçar-me mais por não estar sempre a reclamar disto e daquilo, gritar ainda menos e repetir as mesmas coisas as vezes que for preciso.

 

Parece fácil? Não sei se vou conseguir, mas sei que tenho uma arma secreta: tenho consciência das minhas falhas, sei reconhecê-las (mesmo que me doa) e sei pedir a Deus que me ajude, só me resta ser humilde o suficiente para fazer isto TODOS os dias, mesmo quando a quaresma terminar, aí sim a minha caminhada interior poderá reflectir as flores e a alegria da Páscoa...

 

DSCF4435.JPG

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 21.02.15

Quando eles crescem!

Acho que todos os pais um dia (vários dias) olham para os seus filhos com olhos de ver e de sentir (lentes e óculos incluídos) e por pequenos momentos apercebem-se de que eles cresceram. Já fazem isto e aquilo sozinhos, já querem conversar de outras coisas que não brincadeiras, já vão sozinhos para a escola, aos recados e até já têm alguma autonomia nas suas tarefas do dia-a-dia...

 

São pequenas conquistas que nos deixam orgulhosos e na expectativa! Afinal os filhos querem-se autónomos, confiantes, cheios de auto-estima e com coragem para enfrentarem os seus próprios problemas.

 

Tenho visto a Maria a crescer desde o dia 0, ainda na barriga... tenho visto a Margarida a crescer desde o dia 0 ainda na fundação, às vezes dou comigo tão, mas tão orgulhosa delas... pena é que nem sempre o digo...

 

Toda esta conversa vem a propósito da "independência" bloguística da Margarida, a moça quer dedicar algum do seu tempo a uma actividade nova no sábado à tarde, depois das suas tarefas feitas, e eu acho muito bem. Eu sou do tipo de mãe que controla o que as filhas vêem na televisão e na internet, sim sou uma chata, mas sou mesmo assim... mas também sei reconhecer que muitas vezes há que dar o passo seguinte, por isso desde ontem a Margarida tem o seu blogue num outro endereço onde ela é a gerente e a chefe!

 

As Magias da Margarida é então o seu espaço, que basicamente é o mesmo graças às ferramentas de imortação aqui do estaminé, mas com uma cara lavada e já escrito por ela. Espero que a cada sábado ela escreva ou coloque os sete posts para a semana toda, assim todos os dias terá novidades para nos contar... (link directo ali ao lado na barra lateral).

 

Ter um espaço só seu, onde partilha as suas ideias e fotografias vai certamente ajudá-la a crescer, ajudá-la a desenvolver a escrita e a criatividade!

 

Boa sorte filha!

 

blog gui fev 2015.png

 

 

 

(Claro que a Maria também quer um blogue... acha que os seus trabalhos artísticos merecem aparecer na Internet... po enquanto vai ter de se contentar com um espaço neste blogue da família... há que crescer!)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 21.02.15

Ao sábado continua a ser dia de dicas!

E este sábado as dicas escolhidas são então:

 

As cinco dicas para melhorar o relacionamento familiar!

 

1. Sejam alegres e enérgicos, façam actividades, falem, inventem jogos e dinâmicas para toda a família!

 

2. Encontrem tempo para estar em família num clima de oração e partilha de testemunhos diários!

 

3. Ajudem em tudo o que estiver ao vosso alcance: a fazer um trabalho escolar dos filhos, uma refeição, varrer o chão, apanhar a roupa, levar os sacos das compras...

 

4. Escutem sempre os outros elementos da família, em especial se estiverem a tomar uma decisão familiar!

 

5. Utilizar muitas vezes (sempre é o ideal) as seguintes palavras:

Por favor

Obrigada

Eu gosto de ti

Desculpa

 

Todos os dias são bons para vivermos em família, todos os dias são bons para aprendermos a viver em família, todos os dias são bons para sermos família!

 

il_fullxfull.263661672.jpg

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

por Olívia às 06:00

Sexta-feira, 20.02.15

As ideias nunca param... e nós não queremos parar!

Quando tenho uma ideia não fico descansada enquanto não a tento concretizar, umas vezes sai mal e arrumo-a para o lado, outras vezes teimo o suficiente para não a deixar "morrer na praia"!

 

Depois de ter lido o texto de hoje da Marisa e ficado a conhecer o blog "Catholic all year" escrito por uma mãe de família cheia de ideias boas... e recordando a "Árvore de Jessé" das Famílias de Caná, resolvi reservar as minhas duas horas de almoço para tentar fazer um "Calendário de Quaresma" em versão "Caminho de Jerusalém", a ideia é muito simples, com uma ou duas cartolinas desenhamos o cenário do caminho de Jesus nestes quarenta dias, o primeiro será a quarta feira de cinzas, depois vamos lendo todas as noites a passagem da Bíblia e acrescentando as imagens devidamente coloridas pelos artistas da casa, podem ser coladas em pedaços de cartolina de outra cor para destacar por exemplo.

 

Como a ideia é recente, o tempo é contado, a quaresma pressupõe uma caminhada ... e se não começasse ontem à noite iria deixar para o ano que vem... resolvi disponibilizar apenas as primeiras imagens, está num ficheiro em excel (contabilista em acção...) no 1º separador estão as "instruções" e no seguinte (ver em baixo) estão as imagens.

 

Conto na próxima semana fazer mais algumas, pois bem contadas serão as quarenta dos dias úteis da quarta feira de cinzas até à Quinta feira Santa, mais uma para cada um dos domingos! Depois as do Tríduo Pascal!! 

 

Quem quiser contribuir por favor é só acrescentar e mandar para o email!

 

Ainda vamos bem a tempo de recuperar os primeiros dias...certo famílias?

 

calendário da quaresma.páscoa.xlsx

 

Depois desta tarefa resolvi copiar uma outra ideia: fazer um cartaz com as nossas regras quaresmais, pode ser adaptado, não valia a pena estar a escrever "não ver televisão" ou "não jogar no computador", que isso não é sacrifício para quem já não o faz...

REGRAS DA QUARESMA (1).docx

 DSCF1372.JPG

 

Por fim ainda tive tempo de adaptar uma "Declaração para a Quaresma" com o nosso ideal para esta caminhada! Acabei já durante a tarde enquanto a Margarida e a Maria iam "escrevendo" os postais para enviar para esse mundo fora!

 

Aqui está ela:

 

DSCF1369.JPG

IDEAL CRISTÃO.pdf

 

Tal como eu utilizem estas ideias à vossa vontade e partilhem pela família e amigos!

 

---*----

Previa-se então um serão atarefado! E para ganharmos tempo para tantas actividades, depois do cansaço de um dia de escola e de contas, resolvemos rezar o terço pelo caminho, terminámos mesmo à porta de casa!

Ao jantar fizemos uma catequese sobre o objectivo da nossa caminhada e sobre as várias palavras que escutamos nestes dias "sacrifícios", "jejum"... e depois de tirar os pratos da mesa iniciámos a nossa tarefa:

 

DSCF1355.JPG

 

DSCF1366.JPG

 

DSCF1374.JPG

 

DSCF1362.JPG

 

DSCF1363.JPG

 

O cantinho de oração também está a ficar mais composto... mas as fotos ficam para domingo, que eu sou mesmo um desastre com a máquina fotográfica... mas vou contratar uma fotógrafa bem boa e bem barata!!!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 19.02.15

Encontrar formas de servir os outros!

Foi então no sábado passado o dia em que várias pessoas de vários pontos do país se juntaram para trocar testemunhos, aprender novas de formas de serviço ao próximo e procurar um ponto de partida para este novo ano, coube à nossa humilde aldeia a condução da oração final e foi realmente muito simples e muito bonito, os jovens deram-nos um pouco do seu contributo animando o cântico final!

 

DSCF4908.JPG

 

Durante grande parte do tempo escutei com alegria esta frase «fazei tudo o que Ele vos disser»! Um dos grandes objectivos das famílias de Caná é afinal de contas a finalidade de tantos projectos em que nos inserimos nas nossas comunidades e isso deixa-me feliz! Daqui nasceram algumas ideias, alguns novos objectivos para a minha vida diária, daqui nasceu também ideais para a nossa vivência junto dos outros!

 

Temos já combinadas algumas celebrações diferentes na paróquia, algumas iniciativas e muito trabalho pela frente! Existem muitas coisas que se podem fazer, gestos simples, em todas as comunidades há muito para fazer, há que arregaçar as mangas e não ter medo de agir!

 

O grande tema de trabalho para o nosso grupo apresentar em Abril nas jornadas será: A Palavra de Deus e compromisso no mundo - anúncio da Palavra aos jovens, tema retirado da Exortação Verbo Domini de Bento XVI.

 

Deste dia trouxemos já algumas ideias para concretizar este trabalho!

 

 

Deixo-vos aqui uma das músicas que cantámos, animados pelos jovens que tocam e cantam muito bem. Esta versão foi gravada para um festival internacional de música da Família Andaluz... e a letra diz tudo!

 

 

Onde Deus te levar

Podes achar que não tens
P’ra onde ir, nem que fazer
Não sabes bem quem és aqui
Neste mundo tão grande e frio
Mas há qualquer coisa em ti
Que te faz querer, querer ser alguém,
Querer ser alguém…

E a Vida não vai parar,
Vai como vento,
Tens tudo a dar
Não percas tempo
Podes saber que vais chegar
Onde Deus te levar

Mas pode ser tão difícil,
de acreditar Em Deus assim
Será que Deus se vai lembrar…
de me ajudar Será que sim?
Mas há qualquer coisa em mim
Que me faz querer: acreditar
Acreditar!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:00

Quarta-feira, 18.02.15

As cinzas, o canto de oração e os sacrifícios

Hoje começamos uma caminhada longa, uma caminhada cheia de esperança, faltam quarenta dias para a Páscoa! É tempo de preparar esse caminho... para me ajudar nesta caminhada estou a iniciar uma grande "limpeza" na minha vida e na minha casa, estou a trabalhar para que, com menos "coisas", o caminho seja percorrido com mais entusiasmo! Como pode a minha vida mudar se à minha volta tantas coisas me atrapalham? Preciso mesmo de ter tanta coisa? Posso viver sem elas? Só assim conseguirei seguir em frente!

 

O Canto de Oração vestiu-se de roxo, simbolizando a nossa caminhada, semana a semana faremos um esforço para sermos melhores, semana a semana seguiremos em direcção à Páscoa!

 

DSCF1339.JPG

 

Resolvi recuperar um hábito que tínhamos quando era pequena e que fazia com a minha mãe, a renúncia a pelo menos uma coisa que gostava muito ao longo da semana... assim o valor que não gastamos em doces, por exemplo, será guardado num frasquinho e depois entregue para uma missão em África. Bem sei que será muito pouco, mas o objectivo maior é compreender que passamos bem sem muitas das coisas que normalmente consideramos indispensáveis...

  

Mas na verdade não conto apenas fazer renúncia de coisas que se comem... vou esforçar-me por renunciar à má língua, à preguiça, ao desanimo, ao barulho exterior, às ideias negativas... e a minha maior renúncia será às várias horas que gasto por dia na internet - a partir de hoje, e durante esta quaresma, utilizarei a internet para trabalho e apenas uma hora e meia para o blogue e para pesquisas.

 

DSCF1338.JPG

 

Quero ver se consigo participar nas celebrações destes dias: a imposição das cinzas (logo à noite) e as vésperas e via sacra às sextas feiras à tarde depois de sair do trabalho, quero também dedicar mais do meu tempo a ler a Bíblia!

  

Para nos ajudar nesta caminhada conto ir "beber" à fonte das Famílias de Caná! No dia 7 de Março haverá um retiro para todos os que quiserem aprofundar esta caminhada, será um dia dedicado a 100% ao nosso crescimento espiritual e pessoal!

O retiro será exactamente onde foi o nosso 1º retiro, o espaço é muito agradável, toda a família estará ocupada em diversas actividades e ensinamentos, as crianças estarão todas juntas, farão trabalhos muito bonitos, os jovens hão-de passar este dia também com actividades para as suas idades, conhecerão outros jovens e farão belas amizades! E para os crescidos... haverá muito para absorver e para partilhar!

DSCF0104.JPG

Quem aceita o convite para esta jornada? Quem ousa arriscar?

Às vezes as respostas estão tão perto de nós...

Às vezes basta um dia para mudar a nossa vida!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:00

Terça-feira, 17.02.15

O Jornal!

Ontem terminei o dia bastante cansada e aborrecida... tentei (durante alguns dias) fazer uma coisa que nunca tinha feito (um pedido de reembolso do IVA) e de cada vez que dava um passo à frente... dava dois para trás! Tempos houve em que este pedido não era mais do que uma cruzinha num quadrado, agora é um lançamento exaustivo de todos os papeis de um ano inteiro numa plataforma... horrível... já perto da meia noite tive de desistir, entregar o meu desanimo e o meu sofrimento a Deus e ir descansar.

 

Nestes dias em que o cansaço é muito na maior parte das vezes não consigo dormir logo, fico a pensar no porquê disto ter acontecido, que lição devo eu aprender? Agora já sei como se faz, voltarei a tentar, hei-de ser bem sucedida. A primeira coisa que me ocorre é que a AT faz isto para que nós façamos o seu trabalho, colocando assim nas nossas costas a difícil tarefa de confirmar todo e qualquer papel... a segunda coisa em que pensei foi que não importa o quão grande é  a nossa queda, há que curar as feridas com muito amor e voltar a levantar.

 

Hoje é um dia de festejos por todo o mundo, aqui em casa tratarei das coisas que fui negligenciando nestes dias de azáfama, iremos dar um novo sentido ao canto de oração, para a caminhada que se aproxima! Irei dar atenção à minha família, pois sem eles a minha vida não faz sentido!

 

Foi por isso que fiz o jornal da família e aqui vos deixo a minha homenagem a estas pessoas que me completam!

 

JORNAL S VALENTIM (1).pdf

 

 

 

 

transferir.png

 

(A caminhada até à cruz em busca da ressurreição, a nossa caminhada aqui desenhada pela Maria) 

 

 Hoje em vez de descansar... dediquei-me à casa, dediquei-me às limpezas e arrumações... sem esquecer uma coisa muito importante: está na altura de me livrar de algumas tralhas que acumulei ao longo dos anos!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt