Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Sábado, 30.01.16

Amor também é...

 

 

... Saber que uma imagem vale mais do que mil palavras*!

 

 

IMG_20160129_225007.jpg

 

 

Ontem recebi esta foto, esta linda paisagem. Afinal ir à Graça para ver um trabalho tem as suas recompensas... e partilhá-las (com quem está longe) sabe muito, muito bem!

 

 Obrigada marido!

 

 

 

----

*E nem era dia dos namorados...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 10:45

Sexta-feira, 29.01.16

Conselhos...

- É a primeira filha?

 

-Não. É a terceira.

 

- Tudo meninas?

 

- Sim! 

 

- JÁ NÃO VALE A PENA TENTAR O MENINO... 

 

----«««««----

 

 

- É uma menina não é?

 

-Sim, é a Lúcia!

 

- E já tem mais duas....

 

- Sim esta é a terceira!

 

 

- AGORA TEM DE TER TER CUIDADO... 

 

----«««««----

 

 

- Teve um bebé!?!

 

-Sim, já tem quase três meses!

 

 

- OH... AFINAL SEMPRE CONSEGUE ARRANJAR BEBÉS...

 

 

----«««««----

 

 

- Oh que bebé bonita!

 

- Pois é, é muito bonita!

 

- E gordinha que ela está! Dá-lhe mama?

 

- Não já não tenho, é mesmo da lata...

 

- COITADINHA, DEIXE LÁ...

 

----«««««----

 

 

- A sua bebé está muito grande, não diz mal da casa!

 

- Pois, ela come bem!

 

- Ainda mama?

 

- Não, é leite daquele da farmácia!

 

- Que bom que diz isso assim com naturalidade, a mim deram-me cabo da cabeça!

 

- Pois acho que é normal, enquanto houver leite da lata ela não passa fome!

 

- Se fosse agora já nem queria saber! Mas quando fui mãe sofri muito com os comentários e conselhos das pessoas...

 

----««««----

 

(É triste, não é?)

 

Quando é que as pessoas se vão convencer de que fazemos o melhor que sabemos, que lutamos todos os dias contra a intolerância, contra os olhares, os comentários... todos sabem tudo... todos querem opinar sobre tudo... o melhor seria esperarem a ver se lhes pedimos alguma opinião!!!!

 

Em conclusão, neste que é o Ano da Misericórdia, tenho todos os dias uma boa oportunidade para me treinar na obra espiritual que diz: «Suportar com paciência os defeitos dos outros».

 

 

DSCF6073.JPG

 

Bom Fim de Semana!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 28.01.16

É difícil acreditar

Mas são 21.35

 

Está tudo silencioso

 

Já fizemos a oração da noite

 

A cozinha está arrumada

 

As filhotas já dormem (todas as 3)

 

Espero que o pai me telefone para matar saudades

 

Escrevi um post para amanhã

 

Li e reli alguns textos dos meus blogues preferidos

 

Vou agora ao plano Bíblico!

 

 

Obrigada meu Deus!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 28.01.16

Sleep, baby sleep

Não, a Lúcia ainda não dorme a noite toda, mas para grande alegria minha é uma bebé que só "acorda" para comer uma vez a meio da noite!

 

Para juntar a esta grande alegria só mesmo o facto de ela estar já muito, muito grande! Tão grande que a alcofa de verga já se estava a tornar muito pequena.

 

A cama de grades nunca foi para o nosso quarto, o que deixa muita gente espantada e realmente não faz lá falta nenhuma! 

 

Ora a Lúcia já dorme na sua caminha, no quarto da Maria, há duas semanas e como se tem portado lindamente! Chora um bocado (com as malvadas cólicas), e deixa a Maria muito preocupada, mas a mãe tem conseguido resolver o problema e ela acaba por adormecer calmamente.

 

Claro que a Maria adorou a ideia de ter a mana no quarto, há tempos que o queria, mas agora tem de se adaptar às novas "regras", à luz apagada mais cedo, ao choro, ao quarto semi-ocupado... está a fazer-lhe bem, muito bem!

 

Crescer com irmãos mais novos também é isto, saber partilhar o espaço, os brinquedos e a atenção dos pais!

 

20160117_201718.jpg

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 27.01.16

Status

 

 

A mil à hora!

 

 

Com imensas coisas para fazer, o tempo muito contado... meia dúzia de "posts" começados e guadados nos rascunhos, muitas novidades para contar, mas por agora a prioridade é a família e as obrigações do trabalho!

 

 

Regresso dentro de instantes

Ps.

Só para informar que estou rica. Abri o email e vi que ganhei 250.000€, agora vou às compras e já volto... ou então continuo aqui a fazer ivas...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 26.01.16

Os Diamantes Não São os Melhores Amigos das Mulheres #2

Se para mim que sou mãe existem coisas mais brilhantes do que os diamantes, consigo facilmente encontrar outras tantas coisas que me enchem as medidas!

 

 

Máquina de café antiga + termo - Sim, eu continuo a fazer o mealheiro do café, mas viver sem ele é difícil, muito difícil... especialmente quando ainda acordo de noite para dar o leite à Lúcia. As noites passam tão depressa que parecem o alfa pendular! Assim tive de encontrar uma solução barata e prática e essa solução é mesmo comprar café de marca branca a um euro e tal (e rende para um mês), fazer o café de manhã, colocar num termo e deliciar-me com ele depois do almoço!

 

IMG_20160122_131918.jpg

 

 

Papel e caneta ou lápis - Dá imenso jeito na hora de apontar alguma coisa, ou um número de telefone ou um pensamento ou... uma lista, claro está! O meu telemóvel também tem "memorando", tirar aquilo do fundo da mala, depois tem que se desbloquear e achar a imagem e clicar... oh dá muito trabalho! Nada como um bloco em papel, ou vá a parte de trás de um envelope e um lápis!

 

 

20160126_090007.jpg

 

Caixas de plástico e as suas tampas - Convém que andem lado a lado, não sei bem como nem porquê, mas as minhas tendem a separar-se de vez em quando... deve ser de propósito, quando uma pessoa está cheia de pressa e precisa de uma caixa não encontra a tampa, se encontra a tampa não encontra a caixa! Devo ser só eu não sei... mas a mim dá-me jeito encontrar as duas coisas juntas sempre que preparo almoço do dia seguinte!

 

 

IMG_20160123_151150.jpg

 

 

 

Produtos/Alimentos de marcas brancas - Foi a revolução nas nossas compras, escolher a medo um produto qualquer com um nome nada apelativo e uma embalagem básica, chegar a casa e ver que afinal... dava bem para o gasto! Já fui muito mais esquisita, confesso, mas nesta altura do campeonato passo bem com 95% dos produtos de marcas brancas. Estou a soar a forreta... mas então o que é que hei-de fazer, nota-se no talão do supermercado, tem o mesmo comprimento, mas os valores... são muito mais baixos!

 

18560635_a94WL.png

 

E para o final... 

 

Vitaminas - eu sei sou fraquinha... mas o que me vale é que desta vez me antecipei à desgraça! Não fiquei à espera de cair de quatro para depois me ficar a lamentar. Não, desta vez, e porque o meu esforço em ter uma vida normal me obriga a acelerar, comecei logo a investir na minha saúde. Enquanto amamentei tomava Centrum grávidas e depois passei para estas vitaminas, mesmo assim corre o boato que ando a ficar anémica, imaginem só!

 

bioactivo-q10-forte_7373654-01.jpg

Mas não há que preocupar, a Maria sempre muito atenta, já me convidou para ir ao seu restaurante, ou melhor ao restaurante onde serve à mesa, e até me preparou um prato com muitos "verdes"!

 

20160124_195003.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 25.01.16

Os Diamantes Não São os Melhores Amigos das Mulheres #1

Pois é!

E quem o afirma sou eu, mãe de três, esposa e mulher. Sei que há uma frase feita, que as mulheres tendem a impressionar-se com o brilho e com as jóias, mas para mim existem coisas que realmente são as minhas melhores amigas nesta fase.

 

Ei-las aqui , num especial recém-mamãs:

 

 

Fraldas descartáveis, ah pois e tal ... o ambiente... nós separamos o lixo e tentamos ser amigos do ambiente, mas não dispenso as fraldas... o que seria de mim se, ao chegar a casa, ainda tivesse de lavar uma dúzia de fraldas, estendê-las, passar as que estavam enxutas... oh bem, eu nunca seria capaz! A minha mãe era. Ela é a super-mulher, que bem me recordo de a ver lavar roupa à mão, as fraldas de pano da minha irmã incluídas.

 

1453566085389111248067.jpg

 

 

 

Esterilizador biberões, eu confesso que só conhecia este aparelho de nome, jamais compraria um, isso é coisa de gente fina... mulher do campo como eu ferve as coisas em água e já está! Até ao dia em que uma amiga me emprestou uma nave espacial destas... ai Deus meu, como é que eu me desenrasquei tanto tempo sem uma coisa assim? Não sei, mas agora não sei viver sem ele! Aquilo é leve e até dá para levar para o trabalho, é simples de usar e o melhor é: desliga SOZINHO!

 

1453661236565-2059291336.jpg

 

 

 

Caixa divisórias para leite em pó: outra coisa chique, tão chique que custa uma pipa de massa na tuperware (a ver se me eles me propõem uma parceria, com esta publicidade gratuita), era daquelas coisas que eu nem sabia que existiam... até ver uma mãe a deitar o conteúdo da dita caixa no biberão, sem colheradas à pressa e mal medidas, sem perder um minuto sequer, que nós sabemos bem como é quando chega a hora do bebé comer... e o melhor de tudo é que durante a noite nem preciso de "acordar" é só despejar tudo e já está!

 

1453566155567-1548917451.jpg

 

 

Biberão anticólicas: sim, continuamos nas coisas topo de gama e do mais chique que há! Eu tinha dúvidas, mas uma mãe desesperada com o choro insistente do seu filho está pronta para experimentar tudo o que é novidades, e esta é sem dúvida uma das grandes. Aquilo tem lá dentro um tubo por onde passa o ar e assim não é ingerido pelo bebé, dá mais trabalho a lavar, mas foi daquelas coisas que valeu cada cêntimo!

 

1453565996516-2059291336.jpg

 

 

 

 

O pano, não o da loiça, mas o de trazer os bebés ao colo ao estilo mãos livres! Bem sei que no início tinha a sensação que a qualquer momento a Lúcia ia escorregar e cair-me aos pés, não a largava... aos poucos senti-me mais segura e deixem que aqui escreva, é das melhores coisas que alguém inventou, até chateia de tão simples que é! O melhor é que em dias de chuva posso ir buscar a Maria à escola, levo a Lúcia e o chapéu de chuva!

Não tenho foto do pano, mas a Teresa que mo emprestou tem uma série delas (estava a ver que não achava este post!!!)

 

 

 

E por agora é só!

 

Amanhã há mais!!!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Sexta-feira, 22.01.16

Filho de peixe... sabe nadar!

Esta é uma vulgar expressão que me surgiu na cabeça no fim de semana passado.

 

Ora então, em cada sábado que saio para trabalhar (meio dia) a Margarida fica em casa para organizar as suas coisas e dar uma ajuda na limpeza da casa. Para que não se distraia com tudo e mais alguma coisa deixo-lhe uma lista (sim eu sei... é uma mania difícil de perder). Nessa lista constam tópicos como: estender a roupa, limpar a a casa de banho, limpar o quarto, apanhar a roupa seca... seguindo essa ordem, quando chego a casa a tarefas estão feitas e como tal tem mais tempo da parte da tarde para outras coisas.

 

Com tanta conversa sobre tarefas resolvemos que a Maria também teria a sua parte, afinal já tem quase 8 anos e sabe fazer muitas coisas. As suas tarefas são: por a mesa todos os dias e ao fim de semana arrumar e limpar o quarto, colocar a roupa suja (desenrolada...) na máquina  e dobrar as suas meias e cuecas depois de secas. Mas, isto de se ter irmãos é mesmo assim, e ela também quis uma lista para se "organizar". 

 

E eu fiz a dita lista com a letra mais legível que consegui:

 

20160116_143846 (1).jpg

 

 

 

À tardinha e já depois de muitas outras coisas feitas, qual não foi o meu espanto quando vejo em cima da mesa uma lista que a própria Maria fez para mim! (Sem criticar os erros) vejam só:

 

 

20160116_143831.jpg

 

Não sei se limpei o chão nesse dia, mas o resto da lista fiz com muito gosto!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 21.01.16

600º Post

Há 599 posts atrás estava longe de imaginar como a vida se transforma quando abrimos a porta da nossa vida a pessoas que não conhecemos... durante este ano e meio partilhei por aqui muitas das nossas vivências, éramos quatro, agora somos cinco, não conhecia ninguém por aqui, agora já "conheço" muitas outras pessoas, algumas mães, mulheres que gostam de ler livros e de escrever...

 

Quando acompanho as aventuras diárias de outras pessoas começo a considerá-las como conhecidas, começo a perceber o seu ritmo de vida, sei mais ou menos a que horas publicam, quando deixam de o fazer fico preocupada... e por muito que seja difícil de compreender algumas delas são mesmo como amigas!

 

A vida na blogosfera tem um certo encanto... trocam-se experiências, aprendem-se truques de culinária ou de organização e de poupança, ficamos a conhecer os livros mais vendidos e outros que poucos conhecem... aceitam-se desafios e trocam-se presentes...

 

Numa destas semanas fiquei realmente impressionada com o número de posts que se publicam por dia no Sapo... contou o Pedro à Magda que chegam a ser publicados 4.000 textos por dia!!!

 

Eu sabia que existem muitos blogues, mas nunca pensei que fossem tantos!

 

Espero continuar a ter a minha meia hora de escrita no blogue, eu sei... é muito tempo para tão pouco texto, mas isto não é só chegar e escrever, certo?

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 20.01.16

Serões de inverno

Eu quero muito aproveitar bem os serões que passamos em família, mas o tempo passa tão rápido que chega a hora de ir dormir e há sempre coisas que não conseguimos fazer...

 

Já tentei fazer listas escrever horários e tarefas de modo a que nenhum minuto se perca, mas a vida dá sempre conta de nos trocar as voltas... ou chegamos mais tarde, ou o pai não está, ou os trabalhos de casa demoram mais tempo... é um bocado frustrante, confesso.

 

Entre preparar a comida, arrumar as coisas que trazemos do nosso dia, dar de comer à Lúcia, banhos e trabalhos de casa, o tempo que sobra é bastante limitado... pois às 21.15 as nossas filhas estão já deitadas!

 

Enquanto vou sonhando com o dia em que iremos preencher os nossos serões com inúmeras atividades lúdicas e longas conversas vamos aproveitando da melhor forma o tempo que temos. Afinal a nossa família merece o investimento num esforço constante.

 

Se ontem as coisas foram meio atrapalhadas, não faz mal, tenta-se outra vez, o importante é mesmo não desistir ao primeiro sinal de "falhanço" e às vezes a vontade é grande,muito grande.

 

Mas tudo o que é bom na vida e vale a pena dá muito trabalho a conseguir e a manter, por isso, se ao fim do dia o cansaço é muito e a cabeça já dói com a confusão, é bom sinal: é sinal de que estamos no caminho certo, é sinal de que a nossa família está a "crescer" e está a modificar-se constantemente!

 

 

E sempre que estamos juntos, todos os serões valem a pena! 

 

 

1453243323994-2059291336.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

por Olívia às 06:32

Terça-feira, 19.01.16

Ainda sobre os serviços mínimos...

...de que falava na sexta feira, até estou surpreendida comigo mesma. Passado o pânico inicial de não conseguir fazer tudo o que é suposto fazer, resolvi simplificar. Desde o Natal que tento seguir a  mesma linha.

 

No entanto existem coisas de que não abdico. Do tempo passado a ajudar o Álvaro com os orçamentos e papelada da empresa já em pleno serão e o tempo que dedicamos à vida familiar. Tempo este que inclui todos os pedacinhos de "dia" em que conversamos um pouco, em que rezamos e em que vamos à missa...

 

Assim, por exemplo, só este fim de semana é que arrumámos a árvore de Natal e desfizemos o presépio, pois no outro fim de semana o nosso tempo foi passado com o meu cunhado e com a minha irmã. E como esta existem muitas outras coisas que vão sendo "adiadas" sem data definida tudo porque existem outras coisas prioritárias e dessas não quero abdicar!

 

Não vale a pena querer fazer muita coisa só porque sim, não vale a pena entrar em profundo stress apenas porque o monte da roupa está a crescer a uma velocidade estonteante ou porque lá fora a horta parece abandonada...

 

É nesta fase da vida que dou mais valor ao conceito de "cooperativa" em vez de "hotel", aqui em casa todos têm as suas tarefas, todos colaboram e todos beneficiam do trabalho uns dos outros!

 

Eu gosto de me levantar da mesa descansada porque sei que a Margarida irá arrumar a loiça na máquina, ela gosta de se sentar à mesa porque sabe que eu preparei o jantar, a Maria gosta de tomar banho porque sabe que o pai acendeu a lareira e já há água quente, e por aí fora...

 

Quando todos colaboramos a vida em casa torna-se muito mais fácil, mesmo naqueles dias em que não nos apetece fazer nada, há que arregaçar as mangas e lançar mãos ao trabalho... ora o que acontecia se eu não fizesse o jantar ou a Margarida não arrumasse a loiça, se a Maria não ajudasse a entreter a Lúcia, se o pai não arranjasse lenha para a lareira e se a Lúcia não sorrisse para nós?

 

 

 

 

IMG_20160115_151856.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 18.01.16

Famílias em Festa!

Ontem a nossa família esteve em festa, afinal estávamos a celebrar as bodas de Caná! E decidimos comemorar a preceito. Em primeiro lugar preparámos a casa... Fizemos alguns trabalhos para o canto de oração na nossa catequese semanal

 

20160116_154304.jpg

 

20160116_154313.jpg

 

 

20160117_174943.jpg

 

 

Ao longo do dia fomos falando nesse acontecimento tão importante... na missa escutámos mais uma vez a bela história das bodas em Caná!

  

 

 

E ainda tivemos direito a comer um bolo especial...

 

20160117_094741.jpg

 

Terminámos o nosso dia de festa com a oração do terço e, para minha surpresa, foi a Maria quem orientou os vários mistérios, houve até direito a tentarmos cantar um cântico e tudo!

 

20160117_180555.jpg

 

De facto não é preciso muito para termos um dia diferente, basta que no meio de tantas tarefas consigamos dar a Deus o primeiro lugar!

 

20160117_175008.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 15.01.16

Serviços mínimos

Bem sei que:

 

  • Os "mínimos" (bonecos amarelos que não dizem nada que se aproveite, mas ao que parece têm imensa graça) estão na moda! 

 

  • As greves de tudo e mais alguma coisa, e que apenas têm serviços mínimos também estão sempre na moda...

 

Então venho assumir publicamente que aqui em casa também estamos a cumprir os serviços mínimos no que toca a gestão doméstica e organização familiar... é verdade, um bebé de dois meses ocupa grande parte da fatia do meu tempo, seguem-se as manas e o marido, mais o trabalho e o que sobra, devia ser chamado de tempos livres, mas não é!

 

É o tempo para os afazeres domésticos, que no nosso caso se resumem a ter comida na mesa, a casa minimamente limpa, e alguma roupa para vestir... 

 

Ler um livro, ver uma série, fazer ponto cruz são miragens na minha vida neste momento...

 

E pensar que eu podia ter pena que assim fosse, que estaria triste por não conseguir voltar ao que era antes... mas a verdade é que não me sinto assim tão triste quanto isso!

 

Esta é a minha nova vida, a minha escolha e por isso sou grata, muito grata! 

 

Se demoro um ou dois dias a escrever um post, se o único livro que leio é a bíblia, se para mandar um email demoro uma semana a escrevê-lo... não me importo!

 

original_dona_de_casa.jpg

 

 

 

Bom fim de semana!

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 14.01.16

Traumas e depressões

Duas palavras tão feias, mas tão feias que até assustam o próprio susto! Infelizmente não são apenas palavras, fazem parte da realidade de muitos de nós.

 

Na primeira consulta no centro de saúde, já depois da Lúcia ter alta do hospital, a enfermeira esteve "à conversa" comigo durante muito tempo... na altura achei aquilo um exagero... até deu tempo da Lúcia comer, de lhe mudar a fralda e todas essas coisas. Mais tarde apercebi-me de que deve ter sido propositado. O tipo de conversa e o encadeamento das coisas tinham um propósito certamente, e esse propósito era averiguar o meu estado mental, a minha disposição e a minha "relação" com a minha filha.

 

Só me apercebi disto mais tarde quando, em conversa com uma amiga, ela me relatava uma situação complicada também com uma parente que tinha tido bebé na mesma altura que eu, e que tinha a bebé na incubadora por causa de problemas respiratórios, essa mãe não aguentou a pressão e apresentou um quadro clínico depressivo, muito depressivo. Quem a pode criticar? Ninguém.

 

Quando passamos por situações de muita pressão ou traumáticas, quando situações complicadas se acumulam, quando não vemos saída para os nossos problemas, quando ficamos traumatizados com acontecimentos da nossa vida... ela está lá à nossa espera, só quem já passou por isto é que sabe o que custa...

 

E é nestas alturas que o apoio da família e dos amigos é fundamental, não para "bater mais no ceguinho", mas para mostrar que ali estão para o que for preciso. Isto faz-se com uma palavra, não com lições de moral!

 

Felizmente que desta vez tive Algo a que me agarrar, desta vez estava mais forte e muito mais apoiada, desta vez consegui seguir com a minha vida, desta vez consegui deixar que o trauma se fosse desvanecendo aos poucos... desta vez consegui superar a fase de insegurança e de incerteza... até agora estou a aguentar-me, sempre com os olhos e o coração postos na minha família. Bem sei que às vezes, quando recordo o que aconteceu, fico triste, mas aos poucos tudo não passará de uma recordação...

 

Por tudo isto peço a Deus por todas as pessoas que neste momento sofrem com com a depressão, que elas possam, tal com eu, sair vencedoras e cheias de confiança. Peço também pelos que com elas convivem, para que não percam a esperança. Deus na sua infinita misericórdia dar-vos-á força para não desanimarem!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Quarta-feira, 13.01.16

Abala a tia, chega o tio

O fim de semana passado foi muito preenchido... se por um lado a minha irmã estava de malas feitas para ir para Lisboa onde arranjou (finalmente) trabalho o meu cunhado veio da Escócia para uma visita à família!

 

Quando a Maria soube que a madrinha iria viver para Lisboa ficou muito triste, teve a sensação de que não a veria tão cedo, a geografia aos 7 anos é bastante restrita... então tivemos de lhe explicar que tal como o pai vai trabalhar para lá e fica na casa da avó, assim a madrinha/tia dela também irá e ficará numa casa partilhada. E ao fim de semana vem para estar com ela!

 

O sábado e domingo foram divididos de forma a passar algum tempo com a tia e o restante com o tio que abalou na terça-feira.

 

Por incrível que pareça neste fim-de-semana não houve embirrações nem gritaria entre irmãs, o que é costume acontecer sempre que passam muito tempo juntas... antes pelo contrário, estiveram sempre muito amigas, prepararam um teatro para o tio, jogaram ao peixinho (e nem quando perdiam faziam cara feia), jogaram ao galo, conversaram e fizeram muitas perguntas... no último dia tinham uma carta e desenhos para o tio levar de recordação!

 

A famlília é de facto um bem precioso. é muito triste ver irmãos que em criança brincaram juntos, agora em adultos brigarem por um bocado de terra ou por uma casa.

 

Tal como eu não entraria em guerras com a minha irmã nem o Álvaro com o irmão dele, também espero que as minhas filhas não venham a distanciar-se nem entrem em guerras desnecessárias... é por isso que nos sentamos juntos à mesa, que conversamos, que saímos juntos em passeio, que tentamos ao máximo "utilizar os tempos livres" para estarmos juntos!

 

O tio deixa saudades, a tia também! O que nos vale hoje em dia é que o longe se faz perto com as mensagens e os emails, com as chamadas a custo zero... 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 09:25

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt