Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Quarta-feira, 25.03.15

A amizade fortalece-nos

Ando um bocado nostálgica é certo, tenho falado com amigas que já não vejo há tempos, temos trocado mensagens e sinto-me melhor só por ter "perdido" cinco minutos para saber como estavam.

 

Na outra semana a Maria ficou com febre e doente, dois dias depois apareceram uma borbulhinhas... e o veredito foi: varicela! Todos lá em casa já tivemos, faltava ela. Com isto, não foi à escola nessa semana e como tal não iria ter a prenda do dia do pai feita pelos meninos.

 

Mas como a amizade ainda é vivida a sério na escola da Maria, todos se juntaram e fizeram a prenda para ela oferecer ao pai, a professora foi incansável para que, no dia 19 de Março, me entregassem o lindo embrulho em forma de camisa, com uma gravata e lá dentro a bolsa dos documentos do carro do pai! O presente "surpresa" (nem a Maria sabia o que era) foi um sucesso e já agradecemos à professora como convém!

 

Fiquei realmente comovida com a simplicidade com que todos se juntaram para este gesto e, uns dias mais tarde percebi não ter terminado por ali, também os amiguinhos dela se juntaram e fizeram a lembrança para a Maria dar na Páscoa à família, uma galinha tão bonita e bem pintadinha!

 

Vale a pena cultivar amizades saudáveis e que não são interesseiras nem egoístas... vale a pena olhar e ver que simples crianças nos mostram que basta um pequeno gesto individual ou em conjunto para que quem está ao nosso lado não se sinta excluído, não se sinta diferente!

 

São pequenos gestos que nos vão dando alento na nossa vida, saiba eu também me desdobrar em gestos de solidariedade para com quem me rodeia e serei muito mais feliz!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:00


3 comentários

De Bruxa Mimi a 25.03.2015 às 08:41

Enquanto professora, acho que não faria isso, porque a ideia é ser a criança a fazer, não é apenas a "coisa" estar feita. Sempre que um aluno começava uma coisa para oferecer e depois ficava doente, ele acabava por a acabar, quando regressasse - antes ou depois do dia em que era suposto oferecer. Nunca me passou pela cabeça substituir a "mão de obra infantil".


No entanto, a forma como apresentaste a situação, do ponto de vista de que quem não podia fazer/oferecer poderia sentir-se excluído, faz-me repensar a minha posição (que não era muito pensada, era apenas fruto dos acontecimentos)...

De Olívia a 25.03.2015 às 09:07

Eu gostei do gesto, sei que todos os meninos gostaram de ajudar a Maria, vi que ela realmente estava muito entusiasmada com os materiais que a professora tinha comprado para as prendas... se eles não o tivessem feito eu teria levado alguma coisa para ela fazer em casa, mas não era a mesma coisa!
beijinhos

De BataeBatom a 25.03.2015 às 23:03

Que lindo gesto! :D
Foi mesmo muito simpático e terá sido fonte de alegria para toda a família! ;)
(Adoro o título do post!)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  



Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt