Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

A carta

(Faz de conta que este é um daqueles anúncios do S. Valentim, mas em bom)

 

A propósito do dia 14 de Fevereiro, em que 95% da população irá celebrar o dia dos namorados (apesar de não sermos grandes adeptos destas celebrações, vale a pena criar pequenas tradições à volta destes dias e torná-los menos pagãos), cá em casa optamos por celebrar o amor que nos une enquanto família, fazemos um jantar especial, colocamos uma toalha bonita na mesa, uma vela, uns corações pirosos, sobremesa no fim... como se diz no Brasil "tudo bem caprichado".

 

Para oferecer ao meu namorado irei fazer um "Jornal da Família R & B" com os acontecimentos marcantes da nossa vida, com algumas passagens bíblicas, com a nossa declaração de missão e fotos de passeios em família (ideia tirada daqui) é uma forma de homenagear estes anos que vivemos unidos no amor.

Depois coloco aqui como ficou!

 

Mas gostava de deixar aqui uma sugestão, para os pais poderem incluir os filhos neste dia, afinal eles são ou não os frutos do nosso amor? Falta uma semana por isso ainda há tempo!

 

 *---- Se és filho, acaba aqui a leitura do texto de hoje, sim?----*

 

Ora bem, é suposto ser surpresa, basta imprimir a carta, ou então fazer uma ao gosto, o texto destas cartas que aqui deixo em versão menino/menina está em Provérbios 3, 1-14. Depois é só colocar o nome do/a filho/a (uma carta para cada um, não vale a pena ser forreta...) e assinar em baixo!

Pode ser enrolada e atada com uma fita bonita ou então emoldurada... cada qual saberá como fazer! No final do jantar e durante a oração em família podemos ler a carta em conjunto!

 

carta às filhas (1).pdf

carta aos filhos (1).pdf

 

 É um texto tão lindo, tão cheio de amor, uma herança para passarmos aos nossos filhos, se nós não lhes mostramos o que é o amor eles apenas irão achar que o amor é cupidos e corações com setas desnorteadas... se por todo o lado se vêem corações vermelhos eles ainda hão-de pensar que o amor é só fazer um coração e escrever amo-te, e depois "puf" acontecem maravilhas... mas nós sabemos que o amor acontece quando nos preocupamos, quando ajudamos, quando escutamos, quando agimos, quando dedicamos a nossa vida uns aos outros! 

 

Se eu quero que o amor floresça na vida dos meus filhos, tenho de colocar lá a semente, regar, deixar a luz iluminar... e um dia... esse amor desabrochará e encherá o mundo de cor!

 

DSCF1596.JPG

 

 

 

 

5 comentários

Comentar post