Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

A idade da idade...

As nossas crianças de hoje são crianças até mais tarde, têm menos responsabilidades e menos tarefas em casa, claro que isto deponde dos pais e da forma como encaram a educação dos filhos. A mim não me faz confusão nenhuma que a minha filha de seis anos ajude a levantar a loiça da mesa ou que faça a cama, nem que a mais velha limpe o quarto, estenda a roupa ou limpe uma casa de banho. Sei que sou uma dessas mãe muito chatas, pois poucas são as colegas da Gui que ajudam em casa, e claro as mães das outras meninas é que são "brutais" (odeio esta expressão).

Este texto vem a propósito dos meus antigos livros da Anita, meninas da geração de 80 sabem bem quem foi a Anita, e não, não era uma Hannah Montana e nem uma, como é que ela se chama? Sim Violeta. A Anita era uma super menina que devia ter por volta dos 10 anos (acho eu), mas como se pode ver pela lista dos títulos publicados era realmente fantástica!

A Anita fazia comida, tomava conta do irmão, limpava o jardim, cuidava de passarinhos feridos, ia para a escola sozinha, fazia balet, natação, andava a cavalo, andava de balão, ia para o parque, para a quinta, para a praia, para o campo, para a montanha, viajou de avião sozinha, a Anita era criança? Pois... ao ler agora estes livros tenho plena consciência de como os tempos têm mudado, muitas destas coisas são impensáveis em 2014 para uma criança de 10 anos fazer... não deixa de ser curioso, até mesmo a linguagem destes livros era muito mais elaborada do que os livros de agora que são muito "cutchi-cutchi", parece que os livros antigos eram escritos para crianças mais eruditas e estes para crianças mais... crianças. Isto até pode ser tudo um disparate que às vezes me incomoda, não preparar bem as minhas filhas para se desenrascarem sozinhas, mas não me digam que nunca tinham pensado nisto?


(e reparem bem na imagem... concentração máxima, cão e gato em cima das bancadas...)

 

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D