Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

A realidade

Expetativa: Amanhã (segunda feira passada) começo finalmente a fechar a loja às 19 horas, levo uma pizza do supermercado, ponho a piza no forno enquanto trato da Lúcia e comemos com sopa. 

 

Realidade: Esqueci-me de trazer jantar para a Lúcia que come antes das sete. Dei-lhe um suissinho e bolacha para entreter, já não consegui passar no supermercado, não tinha nada para o jantar descongelado. Mal cheguei dei a sopa à Lúcia, depois fui fazer uns bifes meio congelados e massa enquanto a Lúcia chorava agarrada às minhas pernas praticamente debaixo do fogão, eu quase a colapsar cheia de fome que me esqueci de lanchar. A Margarida toma banho, depois a Maria, põe a mesa, a Lúcia não acalma, o pai não chega (foi ver um trabalho), quase grito cheia de nervos, respondo meio torto a uma filha, depois à outra. Vamos comer, a Lúcia sentada à mesa a comer banana em pedaços com a mão, silêncio. Rezamos, acalmamos, comemos e conversamos. Tudo começa a acalmar, eu começo a acalmar e a sorrir um pouco. No final fazemos a oração da noite e seguimos com as tarefas. 

 

A vida é muito mais do que duas linhas de expetativas. A vida é a realidade que nos é colocada à frente para vivermos. Com choros, birras, contratempos, atrapalhações. Não há nada mais sagrado do que esta vida que temos agora para viver. No meio do meu desespero, naqueles vinte e cinco minutos que pareceram horas só uma coisa me fez aguentar, ali, mesmo quase no limite das minhas forças fechei os olhos e confiante disse: Nós, Jesus vamos fazer isto

 

Claro que não é uma fórmula mágica, é uma súplica, um apoio. É saber que mesmo naqueles momentos - e em especial nesses momentos - não estamos sós.

 

Depois desta pequena aventura de segunda feira decidi que depois de deitar as minhas filhas iria adiantar o jantar do dia seguinte para que quando chegasse a casa não andasse feita barata tonta desesperada. E assim tem sido. Ontem já correu melhor.

 

Hoje veremos.

 

 

 (Este é apenas uma das muitas vezes em que na realidade vivo a 1ª bilha)

 

 

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D