Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

25.11.14

A verdade

Olívia

Com a aproximação da época natalícia parece-me que o tema favorito das crianças na escola não é o menino Jesus, é o Pai Natal e os presentes. Lá em casa já se ouve a frase de ordem «o mais importante do Natal é estarmos em família, não são as prendas», mas já se sabe... lá no fundo as meninas também pensam (muito) nas prendas.

Um destes dias na semana passada a pequena Mimi veio ter comigo a meio de uma brincadeira e diz

- Mãe, existe mesmo um Pai Natal?

- Bem, sabes que existem muitos... 

- Não mãe, aquele mesmo a sério que é gordo e tem barbas mesmo de verdade...

- Sabes esse senhor era o Nicolau, gostava muito de crianças e distribuía presentes às que não tinham quase nada...

- Sim, mas ele ainda existe?

 

(ok, já perceberam, estou a evitar dizer o inevitável...)

 

- Pois o Nicolau já morreu, mas existem outras pessoas muito boas e que dão presentes às crianças que não têm!

- Ah... mas então quem é que foi lá a casa no Natal e deixou duas prendas para mim e para a Gui?

 

(...e agora como é que se diz a uma criança que acredita no Pai Natal que ele não foi lá a casa?)

 

- Já sei!!!! Foste tu e o pai, não foste????

- Sim, fomos nós!

- Ah!!!... e a Gui já sabe?

- Sim, ela já sabia!!!

- Está bem. 

 

(passados alguns minutos regressa)

 

- Olha mãe, eu sei que não é o Pai Natal que deixa lá as prendas, mas podemos fazer de conta que é?

(risos)

---

Quando se tem filhos pequenos o Natal tem outro encanto, vivemos cinco Natais apenas junto de adultos e no 1º Natal em que a Gui esteve connosco foi de facto uma grande alegria! Depois veio a Mimi e a alegria multiplicou-se. Celebramos sempre em família, agora com as meninas fazemos sempre uma encenação, cantamos cânticos e fazemos jogos... e claro distribuímos presentes uns pelos outros, afinal o Natal também é partilha. Tento sempre retirar aquela ideia de consumo exagerado, fazemos presentes em casa para distribuir e são as meninas quem ganham as prendas, normalmente fazem uma lista com três coisas e daí escolhemos o que oferecer. Mas o Pai Natal sempre foi lá a casa, já depois de se ter celebrado o Natal cristão, com cânticos enquanto se coloca o menino Jesus junto de S. José e de Nossa Senhora no presépio!

Na manhã seguinte lá vêm elas junto da árvore para desembrulhar uma prenda, que até ao ano passado era deixada pelo Pai Natal, e este ano... faz de conta que também foi ele que a deixou lá!!!!!

É por isso que eu gosto do Natal da vizinha Espanha... Natal é festa do nascimento de Jesus e as prendas só chegam com os Reis Magos!

Mas como por cá fazemos tudo de 24 para 25, há que saber distinguir as coisas!

DSC00285.JPG

Foto do 2º Natal com crianças (em 2009) Mimi 18 meses, Gui 12 anos

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D