Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Domingo, 20.07.14

"Adopted"


Onde está a nossa raiz? Na genealogia pura? No amor?


Encontrei uma imagem na Internet e achei curiosa:





Todos temos uma história que conhecemos com maior ou menor pormenor. Num Natal foi-me oferecido um "Livro de Família" muito bonito onde vamos escrevendo a história da nossa família.


Quando o comecei já a Gui estava connosco, mas ainda não tinha sido oficialmente adoptada. Decidi então colocar lá o seu nome como nossa primeira filha, um acto arriscado, mas confiante no futuro.


Este ano voltei a pegar nele (esta história de ocupar o tempo de forma produtiva está mesmo a funcionar) Aos serões vou preenchendo página a página a nossa história.


Sabemos de onde a Gui veio, faz parte da sua vida, mas isso não condiciona o futuro. Estamos a aprender a ser família todos os dias. Se nuns dias as coisas correm mesmo muito bem, noutros valha-nos Deus!!!


O mais importante é sentir que estamos unidos, que devemos continuar em frente, aceitar o nosso passado, aprender com ele.


A adopção é como uma tatuagem, num momento não existe, noutro está gravada para sempre em nós!


Que Maria Auxiliadora nos dê a graça de sermos sempre uma Família unida!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:00


1 comentário

De ana santos a 20.07.2014 às 21:44

Faço minhas as suas palavras, a adoção é mesmo como uma tatuagem, dura para sempre!!!
E há dias, ou semanas fantásticas e há outros momentos, e ainda bem que só momentos e não semanas, em que eu peço à mãe do céu, a Jesus e a Deus que me ajudem.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt