Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Alentejo, lindo Alentejo!

No último dia de passeio, por sugestão do pai abalámos cedo em direção a Beja, eu ainda pensei que era melhor ir à praia de manhã, mas depois lembrei-me da 5ª coisa que escrevi no desafio das sete coisas que gostava de fazer e pensei, nunca lá fomos por isso: "porque não vamos agora?"

 

E o divertido destes dias é também fazer coisas sem planear, por impulso! Eu nem sempre fui capaz de aceitar isto bem, tinha a necessidade de controlar tudo, ter sempre tudo definido, por isso sinto que a cada dia que passa estou a crescer mais como pessoa!

 

Assim ficou combinado um almoço em Beja (um almoço bom, pois neste dia e meio só comemos sandes e afins), onde? Não fazíamos a mínima ideia!!! 

 

Depois de um pequeno almoço com direito a ovos mexidos, e de termos as coisas arrumadas ainda tivemos tempo para conhecer a igreja de S. Pedro do mar, linda, linda!

 

Igreja-S-Pedro-do-Mar-Quarteira.jpg

 

Sair do Algarve e entrar no Alentejo dá para perceber de imediato, que paisagem bonita!

 

Campos e campos dourados salpicados de pequenas árvores aqui e ali, são quilómetros e quilómetros de uma paisagem inconfundível, umas vezes em tons "terra" outras vezes cheias de vida com milhares de girassois!

 

IMG_20150621_110549.jpg

 DSCF6859.JPG

 

Um dia voltaremos ao Alentejo para parar em algumas localidades que íamos vendo ao longe, com grandes igrejas e castelos de princesas...

 

A chegada a Beja foi já na hora e almoço, todos estávamos com muito apetite, mas não sabíamos para que lado procurar... quando não se conhece nada temos de recorrer a uma ferramente infalível, e não, não fomos à net, nem a uma das aplicações para telemóveis, entrei numa farmácia e perguntei à moça onde podíamos comer!

 

Grata pela simpática dica lá fomos ao restaurante "Tem avondo ", expressão alentejana que significa: já não queremos mais, estamos satisfeitos, é um sítio pequeno e típico, tal como imaginámos, nesse dia não comemos carne, escolhemos salmão e chocos grelhados e comemos tão bem!

 

Aproveitando o tempo ameno ainda deu para tirar umas fotos num pequeno jardim:

IMG_20150621_114534_1.jpg

 

 

 

 

DSCF6862.JPG

 

DSCF6870.JPG

 

DSCF6881.JPG

 

DSCF6883.JPG

 

 E depois de uma volta pelas redondezas rumámos a casa! Mais uns bons quilómetros em que percorremos mais uma boa parte do Alentejo!

 

 

À chegada à nossa aldeia, depois de vermos a placa com o seu nome foi a grande festa! Estávamos em casa, fazia muito calor, mas lá dentro estava fresquinho... a gata Aurora esperava por nós com muitos miados de alegria, tudo estava como sempre... tudo continua como sempre!

 

Fizemos o nosso jantar, comemos em família, rezámos no nosso canto de oração e dormimos um sono tão bom nas nossas camas!

 

É esta a beleza da nossa vida, saímos da rotina, divertimo-nos e regressamos à nossa casa, às nossas tarefas, àquilo que escolhemos ser: uma família católica que vive numa aldeia do interior do país!

 

 

 

 

8 comentários

Comentar post