Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Quinta-feira, 18.08.16

Amar dói

Ou dito de outra forma, ver os que amamos a sofrer dói muito.

 

Mas dói mais quando não há nada que possamos fazer em concreto para que não sofram.

 

Agora pergunto-me:

- Será que realmente estás a fazer tudo? Será que não há um gesto, uma palavra, um silêncio, um sorriso, um olhar, um mimo, uma oração, um sacrifício que possas oferecer? 

 

Sim, posso sempre tentar dar tudo o que tenho e o que sou, mesmo que possa parecer que não ajuda, vai certamente ajudar de alguma forma.

 

Eu acredito nisto. E escrevê-lo aqui também me ajuda.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 09:36


5 comentários

De Moralez a 18.08.2016 às 09:52

Desejo que tudo se resolva... bom dia :)

De Olívia a 18.08.2016 às 10:35

Vai resolver sei que sim.
Obrigada.

De Catarina Silva a 18.08.2016 às 12:19

Tal e qual isso Olívia!

"O que é que posso fazer mais?" ou "Será que já fiz tudo o que era possível?", são perguntas que me têm perseguido e de certa forma consumido ao longo do tempo. Penso e torno a pensar e mesmo quando me dizem: "Tem calma, já fizeste tudo o que poderia ser feito...", mesmo assim continuo a questionar: "Será? Será que já fiz mesmo tudo?"

No outro dia, num qualquer texto que li da Teresa (não me lembro qual) em que ela dizia que podemos entregar tudo a Deus - as nossas fraquezas, duvidas, frustrações e até os nossos pecados….- Nessa altura fez-se um clic na minha cabeça e eu percebi que não valia a pena “consumir-me” com perguntas, duvidas, receios, culpas….

Há que fazer tudo com Amor e com muita dedicação, nem tudo corre bem ou como esperávamos….mas nós continuamos e persistimos em  fazer tudo o melhor que conseguimos e a entregar o que não correu bem ao Senhor. Ele certamente saberá o que fazer. Só temos de manter sempre a mente aberta e os ouvidos atentos para que a aprendizagem e o crescimento aconteçam em nós.

Seja o que for, que passe depressa! Fé!

De ana a 19.08.2016 às 00:20

🌻
Olívia, 
Há caminhos dolorosos que são só nossos e ninguém os pode trilhar por nós... mas apesar de nossos,  quando partilhados fazem nos sentir aliviados e suavizam a viajem. A sua inquietação é o sinal de que está a fazer esse "tudo"que tanto anseia, pela Margarida. 
Continuarei a orar por vós. 
ana

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt