Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

As dicas da moda, e a moda das dicas...

É verdade, já toda a gente sabe que um blogue que é criado para alcançar o estrelato tem de ter post numa categoria que seja ou "moda" ou "dicas" e melhor ainda se for com ambas juntas.

Eu de moda só sei esta dica: Use o que gosta, desde que se sinta bem!  Está-se mesmo a ver que esta dica é tão boa, tão boa que, sendo filha única, não iria conseguir a "chuva" de destaques e de publicidade das marcas in do momento.

Ora eu de moda não percebo nada, não quero alcançar o estrelato, mas tenho uns leitores que merecem um upgrade de vez em quando aqui fica o lançamento da "rubrica" de dicas, coisas bem positivas e cheias de energia!

 

Eu gostava realmente de ser uma super expert em dicas e escrever aqui coisas exclusivas, mas uma pessoa tem de trabalhar com o que tem, por isso vou usar algumas do P. Chrystian Shankar, que deixem que vos diga, sabe umas coisas muito importantes!

Para começar bem, hoje registo aqui:

 

As 15 dicas para ser feliz.

Se realmente queremos ser felizes devemos desistir de:

  1. Pensar que estamos sempre certos (e só nós é que temos razão);
  2. Da nossa necessidade de controlar tudo (mesmo aquilo que sabemos que não depende de nós);
  3. De culpar os outros (e pensar que a culpa nunca é nossa);
  4. De ouvir aquelas vozes negativas (que só sabem dizer "não consegues");
  5. De crenças que nos limitam (só porque dizem que é assim, sempre foi e sempre será...);
  6. De reclamar (de tudo e de alguma coisa);
  7. Da necessidade de criticar destrutivamente (elogiar em publico e criticar construtivamente em privado);
  8. Da necessidade de impressionar (para que pareça bem a esta ou àquela pessoa);
  9. Da resistência à mudança (se é o melhor para nós, arrisquemos);
  10. De etiquetar os outros (ai, ai...);
  11. Dos nossos medos (que nos fazem recuar em vez de avançar);
  12. Do nosso passado (porque algo não correu bem nada nos impede de continuar a tentar);
  13. Do apego às coisas terrenas (tudo o que é passageiro);
  14. De viver para satisfazer os outros (a vida é nossa não é de A, B ou C);
  15. De dar desculpas (assumir os erros e seguir em frente);

  

Coisas tão simples... coisas tão difíceis de colocar na cabeça e no coração!!!

 

Um bom fim-de-semana e toca a trabalhar para a felicidade, não apenas esta felicidade aqui, hoje, mas a felicidade eterna!

 

Para guardar:

Para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja completa"

Jo 15 11

 

Agora é hora da tristeza, mas Eu vos verei de novo e ninguém vos tirará a alegria"

 Jo 16 22

1 comentário

Comentar post