Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Quinta-feira, 13.11.14

As dúvidas #4

Quando as pessoas se apercebem que a nossa família tem algumas particularidades que outras não têm, surge mais uma questão, é ela:

«Se soubesses o que sabes hoje, voltavas a adoptar?»

A resposta é sim.

Perante as mil e umas frases feitas, conselhos, conversas, exemplos que nos relatam em que o final é sempre trágico, eu voltava a fazer o mesmo, até porque para nós esta é uma forma natural de maternidade e paternidade e não um daqueles "bichos de sete cabeças" como muitas vezes no fazem crer.

Todas as crianças/adolescentes são diferentes, todas têm momentos bons, todas são teimosas, todas acham que sabem muito, todas precisam de pais que os orientem e lhes mostrem o caminho. Fazemos a nossa parte e quando eles têm de seguir  a sua vida escolhem o caminho, tal como nós escolhemos o nosso independentemente de ser o que os nossos pais sonhavam para nós.

Não é por me virem com estatísticas de que os filhos adoptivos dão problemas que me convencem que fiz um disparate... não é porque A ou B adoptaram e os filhos escolheram maus caminhos que eu vou pensar que todos são assim.

É por saber que isso acontece aqui ou ali que me esforço por transmitir bons valores às minhas filhas, com palavras e exemplos, é isso que me faz querer seguir uma educação com bases católicas onde a todo o momento podemos encontrar animo e palavras de amor, onde em comunidade e família nos podemos entregar nos braços da nossa Mãe Maria, onde vemos na família de Nazaré (não esquecer que José adoptou Jesus) um grande exemplo de amor sem fim, de educação, de trabalho em conjunto!

Portanto, voltaria a adoptar. Sem qualquer dúvida ou reserva.

amor pelos filhos

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:05


5 comentários

De Elsa Valverde a 13.11.2014 às 08:32

A mania que as pessoas têm que os filhos adoptados são todos maus! Esquecem-se que existem alguns que não o são mas que o seu comportamento ou as suas acções não são as melhores!

De Olívia a 13.11.2014 às 21:36

Enfim... às vezes não é fácil manter a calma quando ouvimos coisas destas!
bj

De Bruxa Mimi a 13.11.2014 às 22:22

Realmente, comentários desse género parecem esquecer que muitos filhos não adotados são problemáticos (para não dizer pior)!

De Vasco a 14.11.2014 às 00:52

Plenamente de acordo!
Os estudos estatísticos são realizados em amostras que pretendem traduzir um universo mas... não o são. Existem sim probabilidades. Maiores ou menores, a verdade é que, tal como refere, estas se verificam nos filhos dos progenitores tal como nos adotados. A generalização e a discriminação é algo que me parece muito incutido em nós, portugueses.
Continuem a dar o exemplo.
Com muita luz

De Mamã a 14.11.2014 às 23:07

Isso mesmo.... :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt