Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Sexta-feira, 07.11.14

Bons dias

O Silêncio*

«Um homem dirigiu-se a um convento de clausura, isto é, um convento onde se vive longe do ruído da cidade e num silêncio desejado. Perguntou a um desses monges:

- Que aprendeis vós com a vossa vida de silêncio?

O monge estava a tirar água de um poço. Disse ao seu visitante:

- Olha para o fundo do poço. Que vês lá dentro?

O homem olhou para dentro e disse:

- Não vejo nada.

O monge ficou algum tempo sem se mover e no final disse ao visitante:

-Contempla agora. Que vês no fundo do poço?

O homem obedeceu e respondeu:

- Agora vejo-me a mim próprio: espelho-me na água.

O monge concluiu:

- Vês? Quando eu mergulho o balde, a água fica agitada. Agora, pelo contrário, está tranquila. É esta a experiência do silêncio: o homem encontra-se a si próprio.»

--

Quanto ruído temos na nossa vida, quanta confusão existe à nossa volta... tantas vezes apenas queremos paz, serenidade e silêncio.

Para onde quer nos viremos existe sempre "barulho", acreditamos que não podemos viver sem saber tudo o que se passa à nossa volta, somos bombardeados com todo o tipo de notícias repetidas até à exaustão... achamos que podemos controlar tudo o que nos rodeia... 

... E um dia apercebemo-nos da paz que o silêncio nos traz, da calma que sentimos quando nos isolamos por instantes dos nossos afazeres e correrias, da tranquilidade daqueles momentos em que, antes das nossas pequenas tropas acordarem nos sentamos um pouco, ou nos momentos depois de as deitar podemos ficar a sós connosco próprios acalmar o nosso coração e a nossa preocupação, entregar o nosso dia a Deus e descansar nos Seus braços, confiantes no Seu amor e na Sua paz!

É neste silêncio que olhamos para nós próprios e como tão bem escreveu a Rute conseguimos enfrentar as nossas fraquezas, é neste silêncio que escutamos a voz de Deus. Não é fácil, estar à escuta das nossas próprias inquietações, ver surgir na nossa mente uma imensidão de pensamentos, não é fácil gerir todas as preocupações e entregarmo-nos à confiança divina, sabermos que não estamos sós e ver surgir, juntamente com a esperança, a paz de Cristo, aquela que nos acalma o coração, aquela que nos é oferecida em cada dia, sempre que abrimos o nosso coração e escutamos o silêncio!

DSCF3283.JPG

 

«Ó Job, escuta-me com atenção;ouve em silêncio o que tenho a dizer-te. Se tiveres algo a responder, fala; com todo o gosto te darei razão. Se não tiveres nada, ouve-me em silêncio que eu ensino-te a sabedoria.»

JOB 33:31-33

 

 

----

*in Bons Dias oração jovem

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:00


3 comentários

De Paula a 07.11.2014 às 11:06

Bom dia!
Ainda hoje de manhã quando fui às compras, ía a meditar em como tantas vezes passamos pela vida a correr e não olhamos para as coisas simples da vida e do caminho. E esquecemo-nos de ouvir a Voz de Deus e de ter aqueles momentos em paz e silêncio, as nossas conversas com O nosso Paizinho que nos ama tanto.
Bom fim-de-semana!

De Olívia a 07.11.2014 às 11:45


É uma grande alegria descobrir Deus nas pequenas coisas!!!!
Bom fim de semana!

De Marisa Milhano a 08.11.2014 às 14:39

Lindo, lindo Olívia!
Que bela recomendação para hoje :)
Obrigado!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt