Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Segunda-feira, 11.04.16

Coisas preocupantes

Não, não tem nada a ver com aquela história da mochila, nem tem a ver com as bofetadas, nem como Panamá...

 

De vez em quando gosto de ir dar uma espreita aos termos de pesquisa, são palavras e frases que as pessoas usam nos seus computadores e vêm aqui parar... "adotar amar viver" está sempre no top 3, mas o que me deixa preocupada é um outro termo de pesquisa que anda por cá sempre e que é:

 

"não gosto da minha mãe".

 

Pois bem, eu escrevi um texto com este título no dia 5 de junho de 2015, há quase um ano... para quem não se recorda é ver aqui.

 

Das duas uma: ou são filhos que fazem esta pesquisa, ou são os pais na procura de respostas, mas que é preocupante lá isso é... e deixa-me triste saber que muitos dos nossos jovens não compreendem os pais, alguns terão razão... viverão em casas onde reina a confusão, a discórdia, o afastamento, a negligência, mas outros pura e simplesmente não entendem que os pais querem o melhor para eles, mesmo que esse melhor seja que se esforcem e superem as suas limitações... ser filho não é fácil, ser pai/mãe também não...

 

Existe no entanto aquela altura em que nós filhos passamos a pais e aí sim, prestamos a devida homenagem aos nossos pais, pois já sabemos o difícil que é educar um filho!

 

Até lá, espero que quem aqui chegue através dessa frase perceba que os pais são os nossos melhores amigos, os nossos aliados, as pessoas em quem sempre nos podemos apoiar... sem os nossos pais o que seria de nós?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:24



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt