Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Conversas... lá por casa...

Um destes dias, ao jantar aguardávamos a chegada do pai, o sinal é ouvirmos o portão da garagem a abrir e, quando isso acontece alguém exclama "o pai!". Todas temos saudades do pai e todas aguardamos ansiosas que ele chegue, mas o trânsito e algumas outras coisas que por vezes ele tem de fazer atrasam a hora da chegada...

 

Já estávamos sentadas à mesa a comer, pois já eram perto das 21h, sinto um formigueiro (que não era a Lúcia, pois ela já dá pontapés com força) e digo:

 

- Vem aí o pai!

 

(Aguardamos o portão a abrir e nada)

 

- Oh não vem não! - Dizem elas

 

Mais um minuto ou dois e o portão abre-se!

 

- Como é que tu sabias? - Pergunta a Maria.

 

Ao que eu respondo, meio sem pensar:

 

- O meu coração apaixonado nunca se engana...

 

Enquanto a Margarida faz uma cara engraçada a Maria fica com uma expressão estranha... apaixonada? A mãe?

 

A conversa continuou no dia seguinte onde lhe expliquei que continuo apaixonada pelo pai, que graças a isso estamos casados, sentimos saudades um do outro e temos filhas lindas!

 

Isto deixou-me  apensar que talvez não tenha tido ultimamente muitos gestos de esposa apaixonada na presença das minhas filhas... mas devia ter!

 

Os gestos de amor e de carinho fazem-nos bem, demonstram que depois de tantos anos o nosso coração ainda acelera com uma frase bonita, com um beijo ternurento, com um abraço apertado!

 

E é bom que as nossas filhas percebam sempre que os pais as amam, mas antes desse amor existe um amor que suporta toda a estrutura familiar, é o amor entre o pai e a mãe, foi por isso que deixámos o conforto da casa dos nossos pais e nos tornámos uma família, que nos tornámos um só!

 

familia_2.jpg