Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Quinta-feira, 26.02.15

Devemos ser praticamente da mesma idade

Ah, que bom que é este tema!

Porque é que as mulheres têm tantos complexos de dizer a sua idade? Como qualquer ser vivo sabemos que nascemos, crescemos, (com sorte) envelhecemos e um dia havemos de morrer, isto é matéria do ensino primário, certo?

 

Então porque é que a maior parte das vezes em que falo com outras mulheres elas nunca dizem a idade? Normalmente as conversas desenrolam-se à volta do tema filhos, e ouço muitas vezes a frase «devemos ser praticamente da mesma idade» e eu fico à espera que a pessoa continue e diga «tenho 35 anos», mas não... o mais normal é que a outra pessoa fique à espera de que eu diga «sim, devemos ser».

 

Na sexta feira no minimercado encontrei uma senhora que vejo a deixar a filha a escola, ela sorriu e porque se tinha esquecido do leite deixou tudo em cima do balcão e foi a correr buscar, depois disse a sorrir:

 

- Ai a minha cabeça... é da idade!!

- É mas é do cansaço, não é assim tão velha (respondi eu)

- Pois tem razão, devemos ser praticamente da mesma idade!

(será? Eu sorri e esperei...ela esperou... tive de ser eu a continuar)

- Eu faço 35 no verão! (Cara de espanto)

- Eu já tenho 41 e meio (baixinho)

Sorrimos ambas e cada uma seguiu o seu caminho!

 

Eu sei que pareço mais velha do que sou, desde nova que sempre gostei de conversar com pessoas mais velhas, no trabalho sempre tive colegas mais velhas (todas com quarenta e muitos e algumas de sessenta e eu com vinte e poucos), os meus temas de conversa não são destes tempos... parece que nasci noutra época, é estranho, mas sou assim... sei que já sou adulta, gostava de envelhecer serenamente sem complexos, sem medo de dizer sempre a minha idade, sem querer tentar esconder os anos que passam em roupas de miúda e atitudes de miúda...

 

Quero ter sempre orgulho na minha condição seja ela a de mãe, de esposa, de amiga, mas acima de tudo de mulher! Ainda me recordo de na adolescência achar os de vinte e tal muito adultos e os de trinta e tal muito velhos... mas agora que cá estou, não acho que os trintas sejam velhos, mas também não me acho uma rapariga cheia de energia para ir curtir a noite e fazer farras...

 

Espero encontrar sempre um equilíbrio saudável no meu crescimento pessoal, não apenas físico, mas também interior, há tempo para tudo: há tempo de brincar às casinhas, tempo de sair e divertir-se com os amigos, tempo de estudar, de trabalhar, de ter a nossa própria casa (ainda que modesta), ter uma relação sólida, tempo de receber os filhos, de os ver crescer, de os deixar seguir a sua vida e de voltarmos a ser apenas dois em casa...

 

Isto é normal e os cabelos brancos que já comecei a coleccionar também!

 

DSCF4818.JPG

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

por Olívia às 06:00


8 comentários

De Marisa a 26.02.2015 às 13:23

Apesar dos meus 21 aninhos (e meio), deixa-me que te diga Olivia o quanto te compreendo!! Todos os meus amigos são mais velhos que eu, e parte deles têm idade para serem meus pais ou avos! :)

Continuo a ouvir que tenho cara de boneca, até os doentes mo dizem, mas depois o meu comportamento espanta-os. Já na escola me diziam que eu era demasiado madura! Hoje tenho dúvidas se foi algo bom.... acho que devia ter aproveitado melhor esses anos. Tive demasiada pressa de crescer...

Isto para dizer que eu fui criada por 2 mulheres que nunca mostraram receio em dizer as suas idades. Ambas envelheceram, na minha opinião, de forma muito digna. E ambas descobriram que o envelhecimento do corpo não implica envelhecimento da alma. Alias talvez até seja ao contrario! ;)

De Olívia a 28.02.2015 às 09:25

Ai Marisa na maior parte da vezes até me esqueço que és da idade da minha irmã... tão nova...


Bem se nota pelos teus textos e pelos comentários que és bem mais crescida do que os normais 21!

De Isabel Silva a 26.02.2015 às 14:51

Como te entendo Olívia! Susbcrevo na totalidade. Tenho 39, e não faço nada para esconder a idade, até pelo contrário, estou melhor comigo agora do que há 15/20 anos atrás!
Também tenho essa sensação de ter nascido na época errada, não sei se a razão se prende pelo facto de ter um irmão mais velho, se porque sempre me relacionei mais com pessoas mais velhas!
Beijinhos

De Olívia a 28.02.2015 às 09:25



É bom não ser a única!

De Bruxa Mimi a 28.02.2015 às 10:35

Já eu pareço uma jovem de... 37 anos (tenho quase 42)! 

De Olívia a 28.02.2015 às 11:04

Que maravilha!!!

De Ana Rute Cavaco a 03.03.2015 às 10:53

Não tenho problemas nenhuns em dizer a minha idade, pelo contrário! Gosto de já aqui ter chegado. Quase 38.

De Olívia a 03.03.2015 às 11:20

Exactamente! Cada dia é para ser celebrado e não para ser abafado...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt