Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Dia de compromisso, dia de festa

O próximo dia 3 de junho será um dia muito importante para a nossa família. São três anos de caminhada, três anos de avanços e recuos na tentativa de sermos fiéis àquilo em que acreditamos. 

 

De todos os caminhos passíveis para seguirmos, fomos desafiados a aceitar um caminho diferente e exigente. E neste caminho, podemos demorar mais a chegar, podemos precisar de mais paciência, de ter outra disponibilidade, outra abertura, mas caminhamos juntos. Enquanto família. Não enquanto casal, com filhos, mas enquanto unidade. 

 

Escolhemos estar juntos em todos os momentos e juntos vamos dando pequenos passos, em cada dia, sem desistir. Mas, aproxima-se um grande momento: o do nosso compromisso. "Agora é a sério, vamos assumir uma responsabilidade" digo eu de vez em quando, a resposta é sempre um sorriso e uma expressão de quem acha que "só podia ser assim", escusado será dizer que anda tudo numa grande animação! 

 

E, é esta centelha de luz que me tem dado coragem para viver estes últimos dias de maio, porque o trabalho é ainda muito, o dia 31 está mesmo aí e o cansaço não perdoa. Dizia a Maria ontem: "bem... amanhã já é terça, daqui a pouco acaba a semana para irmos ao Retiro!" - não há visão mais otimista a uma segunda feira do que esta, e embora eu também esteja desejosa de que chegue ao dia de sábado, pesa-me tudo o que ainda preciso de fazer... toda a gente sabe que dia de Retiro, é dia de festa, de rever amigos, de brincar, rezarmos juntos, desta vez temos ainda a grande surpresa que será o novo espaço dedicado às Famílias de Caná e os compromissos que iremos fazer nesse mesmo local.

 

Quando li pela primeira vez o compromisso fi-lo na diagonal, e pensei logo: é uma lista... uma grande lista. Com mais calma, na hora de almoço pude ir vendo tópico a tópico esta bela lista que havemos de afixar numa moldura lá em casa para aqueles momentos de "esquecimento" que por vezes as famílias têm; e já percebi que, estes três anos de preparação foram bastante completos, porque nos irão permitir assumir este compromisso e nenhum outro.

 

Se vai ser mais fácil daqui para a frente? Não. Fazer um compromisso é afirmar que o queremos viver dia após dia, sempre, não apenas nos dias mais calmos, ou nas férias, ou quando nos dá mais jeito. É preciso recordarmo-nos desta promessa, trabalhar nela e vivê-la com dedicação e simplicidade!

 

 

 

 

 

 

 

6 comentários

Comentar post