Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Em casa

O individualismo e o isolamento são das piores coisas numa família. São uma espécie de ferrugem que destrói os laços que unem as pessoas entre si. Digo eu que adoro o meu bocado do dia em silêncio e sem confusão à minha volta. 

 

Por isso, andei a pensar durante uns tempos, quais as formas mais simples de juntar a família em casa em torno de atividades. Não é fácil por causa dos vários gostos e das idades e a única altura em que juntávamos toda a gente era nas refeições e na oração da manhã e da noite (o que é muito bom).

 

Acabei por concluir que cozinhar é uma boa opção, e quem diz cozinhar, diz auxiliar no processo de fazer uma refeição desde preparar as coisas à escolha da toalha e dos pratos e copos, no final todos estão felizes por ter participado e isso nota-se! Temos tido ótimos resultados no lanche de crepes no domingo à tarde (a primeira tentativa foi uma desgraça, mas com o tempo vamos lá)!

 

Uma outra coisa que conseguimos fazer foi dedicar dois pedaços de tarde/manhã para ver um filme em conjunto (enquanto a Lúcia dorme). O filme que vimos este fim de semana chama-se Monte Carlo, nós gostámos, mas elas adoraram.

 

Confesso que tenho alguma dificuldade em encontrar filmes para todas as idades, que sejam divertidos, com legendas em português e que não sejam desenhos animados. Comecei uma lista e já tenho cinco ou seis nomes. Alguns estão no Netflix outros não... e eu quero ver se os consigo de forma legal. Por isso se souberem por exemplo como arranjo este é chegarem-se à frente.

 

Conto com estas pequenas alterações nas rotinas dar mais ênfase ao "tempo de família", combater o isolamento e fomentar algumas tradições familiares, com gargalhadas e confusão à mistura!

 

10 comentários

Comentar post