Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Quinta-feira, 25.02.16

Encontrado nos rascunhos

 Ora como não estamos em época de esbanjar, muito menos esbanjar tempo, encontrei este texto já muito antigo nos rascunhos... estava à espera de uma valente birra da Maria boa oportunidade de o publicar... ao que parece não tem havido birras por aqui... mas não deixa de ser um texto que escrevi num desses fatídicos dias de birra!

 

***---***

 

(Este não é um texto científico, nem pretende criticar ninguém, foi escrito minutos depois do encontro com esse monstro terrível que se chama birra!)

 

 

Não podia deixar passar este tema, que provavelmente é tão conhecido das mães como os bordados são conhecidos das bordadeiras.

 

Sabemos que elas existem, na maior parte das vezes até lidamos bem com elas e através delas conseguimos aprender/ensinar grandes lições, mas há dias em que durante o processo nos "picamos" a sério e a coisa perde o controlo!

 

Bem sei que este meu blogue já foi apelidado de "enjoativo" por causa das flores cor de rosa que havia ali em cima e dos textos escritos com mais sentimento, então depois destes textos aqui fica um texto que mostra que em nossa casa as coisas são como na maioria das casas com crianças e adolescentes...

 

Há dias em que, bem... o tom sobe uns decibéis e a chamada birra faz-se ouvir a cerca de dez quilómetros de distância... e dependendo da menina que a faz ainda tem:

  • lágrimas desmedidas que dão para lavar uma máquina de roupa, ou até mesmo encher um pequeno lago;
  • ou umas "trombas" tão grandes que chegam aos joelhos...

 

A maternidade não é um mar de rosas, muitas vezes para colher estas tão belas flores apanhamos umas valentes picadas nos espinhos, se a coisa perde o controlo eu sou mãe para dar uns gritos valentes, ah e palmadas também, é que há dias que aquela conversa do "escuta o que te digo e pára com isso porque..." nem sequer é ouvida... é certo que depois vem o arrependimento, aquela sensação de tristeza... e o pensamento "bolas para mim, quando é que eu paro de gritar?"

 

Existem cerca de 10.578 técnicas para controlar, evitar e terminar uma birra, psicólogos, pedopsiquiatras, pediatras e outras mais pessoas têm até livros editados sobre o assunto... eu confesso que já fui mais focada em conhecer e experimentar todas as técnicas possíveis, quando não funcionavam dava-me a sensação que o problema era certamente meu.

 

Hoje do alto dos meus oito anos de maternidade, posso dizer que já percebi algumas coisas:

  1. Todas as crianças e adolescentes fazem birras;
  2. As birras são uma forma de chamar a atenção ou de mostrar desagrado;
  3. Existem diferenças entre as birras e a falta de educação;
  4. Na maior parte das vezes se nem ligar, elas acabam por se cansar e esquecem-se até do motivo pelo qual a fizeram...
  5. É preciso muita força de vontade e muita coragem para reconhecer que me descontrolei e que tenho de ser melhor...
  6. Um dia as birras passam...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

por Olívia às 06:20


4 comentários

De Isabel Silva a 25.02.2016 às 10:31

Ola Olívia, permite-me discordar contigo. Não acho que um dia as birras passam.... até nós adultos por vezes fazemos birras!! A diferença é que somos mais "refinados"

De Olívia a 25.02.2016 às 10:38

Ah Isabel... as birras dos adultos são muito piores do que estas de que falo aqui... isso realmente dava outro texto... quem sabe um dia!!!


Parabéns o teu comentário foi o n.º 2.000 neste blogue! acabas de ganhar 2.000 beijinhos cheios de saudades!!!

De espalha brasas a 28.02.2016 às 22:15

os adultos tb fazem birras... 

De Raquel Henriques a 29.02.2016 às 11:16

Como te entendo.
Pois eu tenho dias que é a mesmíssima coisa, uma birra do tamanho do mundo, com uma diferença, poupo a mão, vai de chinelo mesmo :)

Raquel

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt