Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Sexta-feira, 07.04.17

Então, Olívia e essa caminhada quaresmal?

Já repararam em que dia estamos? Sexta feira antes do Domingo de Ramos! Dá para acreditar que estamos já a entrar na Semana Santa? Como é que a quaresma está a passar tão depressa? 

 

A primeira tentação que tenho é começar por enumerar todas as coisas que devia ter feito durante este tempo e não fiz, por isso, e porque estou a fazer um grande esforço por mudar a minha mentalidade devo dizer que ocupei a maior parte do tempo com coisas pequeninas, daquelas que mals e vêm, tentei acima de tudo colocar todo o meu amor nas pequenas tarefas, naquelas que são aborrecidas e pouco entusiasmantes! Também procurei libertar-me das "coisas", daquelas recordações que se guardam em caixas para sempre... chegou a altura de perceber que não são essas coisas que me fazem falta. Passei grande parte do tempo a repensar a minha vida, a tentar perceber o que devo fazer a seguir.

 

Coisas que pretendia fazer na quaresma:

 

- Escrever todas as cartas da Palavra Partilhada, mas ainda me faltam dez, que não conseguirei escrever, as cinco desta semana já saíram ontem. Se estás inscrito e ainda não recebeste a carta, serás dos primeiros a receber a carta da Páscoa! Penso que todas as pessoas inscritas já receberam pelo menos uma carta, ainda nunca tive feedback do brasil, mas sei que por cá as cartas vão chegando (não vêm devolvidas).

 

- Ir ao retiro da quaresma, Às vezes um dia pode salvar toda uma caminhada quaresmal fraquinha... e foi o que aconteceu, não me consegui confessar, mas conto fazê-lo em breve, é que as horas nos dias de retiro andam mais depressa do que nos outros dias!

 

- Oferecer todo o nosso dia por uma (ou mais) intenções logo de manhã. Conseguimos fazê-lo em família que sabe sempre muito melhor! Muitas foram as nossas intenções... pelos amigos, pelos que nos lêm, pelos que nos pediram... enfim... muitas e muitas intenções foram colocadas por cada uma de nós (à vez). É para continuar mesmo depois da quaresma.

 

- Usar pequenos cartões com algumas sugestões de sacrifícios para fazermos, desisti antes de começar. E porquê? Porque percebi que o nosso dia a dia já nos apresenta dificuldades mais do que suficientes para abraçarmos com um sorriso. O curioso foi ter ouvido esta mesma frase no retiro! Mantivemos a nossa renúncia e o dinheiro que não gastámos nessas coisas foi dividido, uma parte para o local indicado pela diocese, outra para ajudar uma pessoa que precisa e uma outra para contrinuir para uma iniciativa específica. Não é que tenha sido muito dinheiro, mas poder usá-lo em função dos outros é viver a quaresma!

 

Estamos a preparar a Semana Maior e pretendemos participar nas principais celebrações.

 

Vamos ver como corre!!!

 

DSCF3602.JPG

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 08:34


1 comentário

De Alguém, algures a 10.04.2017 às 11:43

http://24.sapo.pt/opiniao/artigos/porque-nao-podemos-dizer-que-sao-so-miudos (http://24.sapo.pt/opiniao/artigos/porque-nao-podemos-dizer-que-sao-so-miudos)


Temos de olhar para os nossos jovens, Olívia.
O que podem fazer as famílias de Caná?

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt