Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Quarta-feira, 07.06.17

Então, Olívia o que mudou desde dia 3?

No sábado passado pude conversar com algumas pessoas, e nessas conversas encontrei várias semelhanças de pensamento: se por um lado existem famílias que não questionavam o seu "sim", havia por outro lado famílias com várias dúvidas... na verdade, eu penso que o compromisso foi uma expressão "visivel" daquilo que já vivemos, foi uma afirmação perante uma comunidade e perante um Pastor. Foi um recomeço e não um fim. 

 

Sem famílias comprometidas não existe movimento. Não existe continuidade. E sem continuidade tudo acaba antes mesmo de começar.

 

Por isso, não me parece que o medo de não sermos uma família exemplar, fosse condicionante da nossa caminhada, porque assim se calhar em vez de desasseis famílias estariam apenas duas ou três e a nossa nem sequer seria uma dessas... a mim parece-me que a única coisa que nos é pedida é que estejamos disponíveis para fazer tudo o que Jesus nos disser. Como? Pois é aí que entram as seis bilhas e um coração disponível. 

 

Então e o que é que mudou na nossa vida?

 

Pois bem, estamos mais empenhados. E isso nota-se em coisas muito pequeninas, daquelas que fazem parte do nosso dia a dia. Não somos ou estamos diferentes porque já vínhamos a fazer uma caminhada (lenta), mas estamos mais atentos e temos feito um esforço para refazer a nossa lista de prioridades.

 

A nossa rotina depois do jantar sofreu algumas alterações, porque raramente conseguíamos encontrar tempo para ler as leituras do dia e falar sobre elas, há uns meses tentámos ler apenas o Evangelho (temos de começar por algum lado, certo?) mas não o fazíamos de forma contínua. A desculpa (temos sempre uma em stock) é que: ou não temos muito tempo entre o jantar e a hora de dormir, ou a Lúcia ocupa muito tempo, ou a cozinha precisa de ser arrumada.... experimentei várias rotinas diferentes e tivemos serões de enlouquecer com o choro de cansaço da Lúcia, outros despachámos tudo a correr que nem sentimos o gosto de estarmos juntos. 

 

E tem sido assim, até à segunda feira passada. Nessa noite, fui buscar a bíblia e com a cábula que tirei da Internet marquei as passagens das leituras do dia (não incluímos o salmo ainda), escolhi começar nesse dia porque íamos começar um livro novo (Tobias). Correu muito bem, lemos, conversámos enquanto a Lúcia ia bebendo o biberão, depois fui deitá-la deixando-a beber o resto do seu leitinho.

 

Ontem retomámos outra vez as leituras e o que é que aconteceu? Quando acabei de ler mais um bocadinho do livro de Tobias ergueu-se um coro a pedir "Lê mais um bocadinho, vá lá..."

 

Claro que eu não li, assim fica tudo à espera do episódio de hoje. Eu também não conheço o livro todo de Tobias, e senti alguma necessidade de perceber a que se refere porque as perguntas começam a surgir... tenho pesquisado na Internet em sites católicos e já estou minimamente preparada para avançar, também faço um esforço para ler as leituras de manhã sozinha e assim fico o resto do dia a pensar naquilo que li.

 

Outra coisa que nos condicionava a oração da noite é o facto de nem todos estarmos juntos a essa hora porque em muitos dias o pai chega mais tarde, daí que, enquanto mãe assumirei o compromisso de fazer a oração em nome dos dois nesses dias.

 

Agora o que eu queria era ler o Salmo de manhã na oração que fazemos umas vezes em casa outras no carro... vamos ver!

 

E é assim, que aos poucos vamos caminhando, nuns dias corre melhor, noutros corre menos bem, o importante é ser fiel ao compromisso que assumimos enquanto família. Não enquanto casal com filhos, mas enquanto uma unidade!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

por Olívia às 10:20


2 comentários

De A rapariga do autocarro a 07.06.2017 às 11:43

E ser família é isso mesmo, avançar unidos, mesmo que por vezes esse avanço mal se note.

De Teresa Power a 08.06.2017 às 09:22

Cá em casa, ontem a Lúcia até fez birra para eu continuar a história, tal como aí! Claro que não o fiz, e vai ter de esperar pelo episódio de hoje desta "novela" divina! Se fores ao meu livro Os Mistérios da Fé, volume III, encontras a história de Tobias e Sara. Foi das que mais prazer me deu a escrever! Bj e força aí, que o Senhor nunca falha! Teresa

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2017

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt