Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

29.07.15

Eu não quero ser mãe de "totós"...

Olívia

Isto de sermos responsáveis pela educação dos nossos filhos tem destas coisas, um dia olhamos para trás e vemos que errámos e que se não mudamos rapidamente estamos mesmo a criar um bando de totós. Quem ainda não deu conta do que estou a escrever aqui fica o link.

 

Não vale a pena dourar a pílula pois bem sei que sou fui do tipo de mãe que usa demais a expressão «cuidado senão cais», e de que adianta dizer isto vezes sem conta se de facto eles um dia caem mesmo? Sim não adianta... há uns tempos que tenho vindo a tentar corrigir-me e deixar de lado esses medos abstratos, lutando muitas vezes contra mim própria...

 

E no fim de semana passado quando li este artigo, bem escusado será dizer que me serviu que nem uma luva, «ora toma lá, para ver se acordas»!

 

Logo eu, que na infância vivia livre e fartava-me de esfolar os joelhos, os braços e tudo mais... tornei-me numa mãe super protetora... e nada me tira cá das ideias que o medo da Maria ir à piscina/praia não tem mesmo que ver com este excessivo «tem cuidado».

 

Se não lhes damos espaço como podem superer-se a si próprios? Se os sufocamos como podem ser livres? Se os abafamos com cinco mil recomendações como queremos que sejam responsáveis e autónomos?

 

Falar é fácil, escrever no blogue também, mas a realidade é muito mais complicada... por aqui fica a promessa de continuar em mudança, de continuar a investir mais nas atividades ao ar livre em vez de estarem sempre em casa, de continuarmos com as aulas de culinária mesmo tendo de acender o  fogão, de as deixar correr e nem um «cuidadooooo» gritar...

 

... de todas as formas acho que é melhor equipar convenientemente a caixa de primeiros socorros! 

 

 

valigetta_primo_soccorso.jpg

imagem

 

16 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D