Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Fazer as pazes...

... com o passado é uma tarefa difícil e muito exigente, mas sem a qual eu nunca poderia abraçar o meu presente e viver o futuro em paz.

 

E é por isso que aos poucos aceitei aquelas coisas que me aconteceram e que muito me fizeram ter medo de viver com intensidade, aquelas coisas que me fizeram ter medo de arriscar.

 

Hoje sinto-me mais confiante, pois estou preparada para ir reagindo com mais calma àqueles acontecimentos que no passado me deixavam de tal forma irritada que me descontrolava e perdia a capacidade de raciocínio.

 

Não foi realmente fácil aceitar e ver que poderá ter existido algo de bom naqueles quatro anos em que a minha vida ficou virada do avesso. Foram muitos anos em que mal dormia, em que apenas sobrevivia ao dia a dia, não aproveitava a vida, não saboreava os vários momentos mais marcantes da maternidade.

 

É por isso que não guardo boas recordações dos primeiros tempos de vida da Maria, e da vinda da Margarida, tudo foi um turbilhão, tudo exigiu de mim aquilo que eu sozinha nunca consegui dar. E nunca pedi ajuda. Essa foi a minha grande falha. Hoje pediria ajuda, não pensava que podia fazer tudo sozinha, que podia aguentar tudo sozinha.

 

Aos poucos fui aceitando, fui tentando tirar algumas lições desses momentos "negros" da minha vida, só quem passou quatro anos sem dormir de noite, e ter de fazer todas as tarefas incluindo trabalhar fora de casa sabe como me senti. Perdida. Mas para que servem esses momentos de tristeza, desanimo e fragilidade senão para que aprendamos com os nossos erros?

 

Hoje sou uma pessoa mais calma e ponderada, hoje consigo lidar com as coisas desarrumadas em casa, com a constante chamamento "oh mãeeeee....",  com as chamadas à escola, com o monte de roupa para passar a ferro... hoje consigo gerir a vida de casa, de mãe, de trabalho e ainda consigo ter tempo para me distrair e para descansar.

 

Hoje sou grata pelo que me fez sofrer no passado, hoje consigo viver o meu presente e confio em Deus para me ajudar a enfrentar o meu futuro!

 

DSCF5178.JPG

 

Boa semana!!!

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D