Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Segunda-feira, 06.07.15

Fazer as pazes...

... com o passado é uma tarefa difícil e muito exigente, mas sem a qual eu nunca poderia abraçar o meu presente e viver o futuro em paz.

 

E é por isso que aos poucos aceitei aquelas coisas que me aconteceram e que muito me fizeram ter medo de viver com intensidade, aquelas coisas que me fizeram ter medo de arriscar.

 

Hoje sinto-me mais confiante, pois estou preparada para ir reagindo com mais calma àqueles acontecimentos que no passado me deixavam de tal forma irritada que me descontrolava e perdia a capacidade de raciocínio.

 

Não foi realmente fácil aceitar e ver que poderá ter existido algo de bom naqueles quatro anos em que a minha vida ficou virada do avesso. Foram muitos anos em que mal dormia, em que apenas sobrevivia ao dia a dia, não aproveitava a vida, não saboreava os vários momentos mais marcantes da maternidade.

 

É por isso que não guardo boas recordações dos primeiros tempos de vida da Maria, e da vinda da Margarida, tudo foi um turbilhão, tudo exigiu de mim aquilo que eu sozinha nunca consegui dar. E nunca pedi ajuda. Essa foi a minha grande falha. Hoje pediria ajuda, não pensava que podia fazer tudo sozinha, que podia aguentar tudo sozinha.

 

Aos poucos fui aceitando, fui tentando tirar algumas lições desses momentos "negros" da minha vida, só quem passou quatro anos sem dormir de noite, e ter de fazer todas as tarefas incluindo trabalhar fora de casa sabe como me senti. Perdida. Mas para que servem esses momentos de tristeza, desanimo e fragilidade senão para que aprendamos com os nossos erros?

 

Hoje sou uma pessoa mais calma e ponderada, hoje consigo lidar com as coisas desarrumadas em casa, com a constante chamamento "oh mãeeeee....",  com as chamadas à escola, com o monte de roupa para passar a ferro... hoje consigo gerir a vida de casa, de mãe, de trabalho e ainda consigo ter tempo para me distrair e para descansar.

 

Hoje sou grata pelo que me fez sofrer no passado, hoje consigo viver o meu presente e confio em Deus para me ajudar a enfrentar o meu futuro!

 

DSCF5178.JPG

 

Boa semana!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:03


3 comentários

De Bruxa Mimi a 06.07.2015 às 08:17

Uma minha familiar passou dois anos sem dormir por causa das noites que o segundo filho lhe dava (ele não tinha problemas de saúde, nem era uma criança "complicada" durante o dia, era mesmo só difícil durante a noite) e estava quase a passar-se de vez (agora que já passaram quase vinte anos dá para dizer isto com alguma descontração, mas na altura foi mesmo complicado)... Tu estiveste quatro - nem quero imaginar!


Por que será que tenho certeza que com a Lúcia vai ser muito mais fácil? :-)

De Olívia a 06.07.2015 às 08:58

Na verdade eu "passei-me" mesmo, tive um esgotamento devido ao cansaço, perdi muitas lembranças antigas e bati mesmo no fundo. 


O que valeu foi que Ele esteve lá para me "puxar" para cima, e agora continua cá para que possa apoiar-me e ter esperança no futuro!




De Rute Almeida a 06.07.2015 às 14:45

Sim, Olívia... aceitar ajuda dos outros e entender que os desafios da vida não são para serem vividos fechados em nós próprios não é fácil mas é importante! Apesar de não sermos vizinhas, quero que saibas que podes contar comigo se precisares :-) Um beijinho
Rute

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Julho 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt