Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Sexta-feira, 17.02.17

Futilidades

Sim. Também tenho daqueles momentos fúteis. Desde muito nova que sempre gostei de vestidos bonitos. Não tive muitos na juventude nem na idade adulta, aliás o meu vestido mais bonito foi o do casamento... mesmo assim, adorava ver os vestidos dos grandes acontecimentos na televisão como os Óscares ou as galas de Natal, etc... e passava horas e horas de lápis em punho a desenhar vestidos, depois agarrava nos papeis e mandava fora. 

 

Entretanto cresci e nunca perdi o gosto por ver os lindos vestidos das rainhas, das atrizes e sim, das noivas também... existem realmente pessoas muito talentosas, que conseguem criar belíssimas obras de arte com tecidos, pérolas, rendas...

 

Às vezes peço uma dessas revista tipo Vip e Caras ali à vizinha esteticista só para ver "os bonecos" e descansar o cérebro das coisa sérias da vida, eu não conheço dez por cento das pessoas que por lá vejo, mas sempre aprecio os modelitos...

 

E, desde há uns tempos que tenho tido grandes desilusões quando vejo pequenos resumos das "vedettes" nas passadeiras vermelhas... já não existem vestidos... elas vão nuas! O glamour desapareceu, o requinte, a beleza foi substituída pela exibição da nudez. Quanto mais nuas elas vão, melhor é a criação do estilista? A sério? Eu sei que não percebo nada de moda, mas sinceramente, desfilar com tudo à mostra não pode ser sinónimo de beleza e classe...

 

E por agora é só, a programação habitual segue dentro de momentos...

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 12:45



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt