Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Sábado, 18.04.15

Há 17 anos atrás...

... começava (oficialmente) esta história de amor!

 

Recordo sempre com muito carinho o dia em que comecei a namorar... era tão jovem, estava tão apaixonada...

 

Há uns meses que nos tínhamos conhecido na passagem de ano, ficámos amigos... gostávamos da companhia um do outro... um piquenique de amigos no 1º dia de primavera... conversas aos sábados à noite num bar pequenino... um convite para passear em Lisboa...

 

... Um passeio pela linda capital, ao Elevador de Santa Justa, à Basílica da Estrela, seguido de um passeio a uma praia na Costa da Caparica, com uma chuva miudinha... e um pedido há muito ansiado... um beijo... um sonho...

 

...O resto do dia (nas nuvens) com ida ao cinema... mais passeio e regresso a casa... a promessa de um encontro uma semana depois... 

 

... e nesse encontro o início de um namoro que dura até hoje!

 

Se fechar os olhos consigo sentir, ainda hoje a emoção destes dias que aqui registei!

 

A alegria, o entusiasmo, as borboletas na barriga, a emoção do reencontro, a dor nas despedidas, que isto de se namorar à distância tem destas coisas!

 

E a verdade é que de todos os momentos que vivi durante estes 17 anos de namoro, os momentos mais marcantes não são as coisas tristes ou que não correram como planeado, são os melhores momentos, os mais positivos: pequenos gestos de amor, rosas vermelhas, um postal, frases sinceras, passeios de mãos dadas, olhares profundos...

 

Hoje posso dizer que amo o meu namorado ainda mais do que no início, com uma força muito maior! Aquilo que nos une já não é apenas uma paixão "assolapada", mas um sentimento de pertença e de união...

 

... Se voltasse atrás no tempo teria sido tudo igual! As coisas boas e as coisas más!

 

praia.jpg

 

Se não passarmos pelas dificuldades como vamos apreciar as coisas boas?

 

 Bom fim de semana!

Que hoje é dia de namorar!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:00


14 comentários

De ana santos a 18.04.2015 às 08:48

Muitos parabéns, e um excelente dia!!!

De Teresa Power a 18.04.2015 às 10:01

Sou especialista em namoros à distância :)) O meu namorado regressou esta noite, às duas da manhã, de uma viagem de trabalho em Bruxelas... É tão bom o reencontro, mesmo às duas da manhã no meio do sonho! Bjs e bom namoro!

De O Homem Certo a 18.04.2015 às 11:30

Muitos parabéns!

De D. a 18.04.2015 às 14:28

Parabéns! Que esse namoro continue por muitos e longos anos! :)

De Helena Le Blanc a 18.04.2015 às 16:55

Muitos Parabéns!

De família Lopes Palma a 18.04.2015 às 17:11

Parabéns que Deus vos cúmule de bênçãos...

De Charneca em flor a 18.04.2015 às 18:36

Muitos parabéns. Adoro histórias de amor!

De Isabel silva a 18.04.2015 às 21:54

Estão tão fofos na foto!
Parabéns ao casal, que contem muitos mais sempre a namorar, é fundamental e saudável! Bjs

De Carla a 19.04.2015 às 00:00

Parabéns Olivia. Que esse namoro perdure por muitos anos de casamento... nunca parem de namorar. Muitas vezes a distância aproxima mais que a proximidade. Também pode ser uma benção. É só tirar partido dela e aproveita-la ao máximo. Bjs Carla

De BataeBatom a 19.04.2015 às 09:42

Liiiindo! Parabéns! 
Namoro há bem menos (3 anos e pouco), mas também se nota uma evolução desde a fase inicial do namoro (a novidade que nos faz sonhar acordadas) até agora, em que continua a haver paixão, mas com o tal sentimento de pertença e partilha muito mais marcado! Há outra estabilidade, já estamos adaptados aos hábitos um do outro. E aprendemos a gostar dos pontos fortes e das imperfeições dos nossos companheiros! :)
Bom domingo! Beijinho

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt