Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Sexta-feira, 05.02.16

Lições difíceis

Mais difíceis do que matemática ou química, mais difíceis do que eslovaco ou mandarim, são as lições que a vida nos ensina. Em cada dia, em cada passo que damos, em cada decisão que tomamos. A vida ensina-nos.

 

Nós tivemos a oportunidade de aprender uma grande lição, aquela que já sabíamos na teoria: os filhos não nos pertencem. Os filhos são um dom de Deus, para que connosco aprendam, vivam e cresçam. 

 

Há três meses atrás aprendemos esta lição. Não de uma forma simples, mas da forma mais dura. 

 

Na teoria, já eu havia oferecido a Deus o bebé que poderia vir a ter. Na teoria a nossa família estava preparadíssima para esta nova fase, na teoria: "ainda bem que a Lúcia nasce hoje que é quinta-feira, assim no sábado vamos para casa e temos o domingo para aproveitar já que estamos todos juntos! (conversa entre nós no dia do parto)

 

Na teoria é tudo muito mais simples, na teoria as coisas funcionam sempre, na teoria tentamos prever os vários cenários e tentamos encontrar soluções antecipadas para os possíveis problemas...

 

E na prática?

 

Na prática como enfrentamos os contratempos? Onde encontramos a coragem para reagir às más notícias? Como conseguimos ver toda a nossa vida, todos os nossos sonhos e planos quase fugirem  do nosso alcance? Na prática, como seria se a nossa filha nos fosse tirada, da mesma forma que nos foi oferecida?

 

Não sei. Ainda bem que não sei... tivemos um vislumbre do que poderia vir a ser, e digo: não há nenhuma família preparada para perder um filho... quis Deus que a nossa menina ficasse connosco mais tempo.

 

Cada dia é uma bênção. E a lição foi aprendida. 

 

Os filhos não são nossos. Nem a Margarida, nem a Maria, nem a Lúcia são minhas, são de Deus.

 

Por isso hoje, mais uma vez dou graças pela oportunidade de ter sido mãe novamente e pela oportunidade de o ser em cada dia!

 

 

 

IMG_20151120_172612.jpg

 

 Sim, a Lúcia faz hoje 3 meses!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:32


6 comentários

De Maria a 05.02.2016 às 10:57

Olívia
Este post comoveu-me!
Conheci o teu blog por via do da Teresa aquando do nascimento da Lucia. Estava então a lutar para manter a minha filha na barriga até as 37 semanas. Rezei muito pela Lucia na altura sem perceber ao certo a dor que era para vocês.
Depois a minha filha nasceu, e foi enviada para os cuidados intensivos e tive medo de a perder. E depois foram as eco e os exames que apontavam possíveis riscos. Quando ficou tudo bem fiquei absolutamente eufórica e quis aproveitar todos os momentos com os meus filhos. 
Infelizmente ainda passamos por mais um despertar para esta realidade (os filhos não são nossos) quando a minha bebé foi internada. Agora parece estar tudo bem e agradeço todos os dias a oportunidade de ser mãe. 
São lições terríveis que a vida nos vai ensinando. 
Bjs e força 

De Olívia a 09.02.2016 às 22:34

Olá Maria, muito, muito obrigada por partilhar comigo a sua história... posso não ter rezado por vocês da mesma forma que rezaram pela Lúcia, mas como desde essa altura rezo pelos bebés internados e pelas famílias em sofrimento penso que no fundo acabei por rezar pela vossa família e pela vossa menina. Espero que o pior já tenha passado e que tal como eu também possam ir conseguindo seguir em frente sem grandes "ferimentos" no coração e na alma.
Que Deus vos abençoe sempre.

De D. a 05.02.2016 às 12:25


Se até a mim, uma mera leitora, a descoberta de que a gravidez que fui acompanhando aqui no blog tinha tido este imprevisto me causou alguma inquietação, nem quero imaginar a aflição dos pais e das manas! Felizmente já passou.



Parabéns à menina Lúcia! Que Deus a abençoe.

De Olívia a 09.02.2016 às 22:36

D., não és uma mera leitora, és da casa! 
Beijinhos grandes e obrigada por estares aí!

De Catarina a 05.02.2016 às 14:09


Já três meses? O que interessa é que agora está tudo bem. Aproveita essas meninas lindas que tens :)

De Olívia a 09.02.2016 às 22:35

:) O tempo passa tão depressa... por cá aproveitamos sempre e muito intensamente todos os pedaços que passamos juntos!!!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt