Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Literatura juvenil #2

Não tem sido nada fácil encontrar livros juvenis que:

  • Não sejam de fantasmas, diabos e coisas no género;
  • Não tenham apenas histerias (e histórias) de miúdas atrás de rapazes;
  • Tenham algum conteúdo educativo;

 

Recomendei à Margarida  o Diário de Anne Frank, sendo um livro escrito por uma adolescente, e que eu li em adolescente talvez esteja na hora de ela o ler.

 

00000007510.JPG

 

Fiz uma pequena introdução ao contexto em que o livro foi escrito (acho que ela ficou um pouco horrorizada) e fiquei admirada como raramente falamos na Segunda Guerra Mundial, na perseguição aos judeus, nas aulas de história também ainda não se falou nisso, deve ser no 9º ano, pois foi quando me lembro de ter feito um trabalho sobre o Holocausto, de ter lido o diário de Anne Frank e de me ter apercebido da gravidade desses acontecimentos no mundo inteiro, vi documentários, entrevistas a sobreviventes e digo já que fiquei muito impressionada, triste e revoltada, chorei muito a recordar aquilo que para mim (e ainda hoje o considero) foi monstruoso, horrível e desumano. Não encontro de entre os milhões de palavras algumas que possam expressar tudo aquilo que esta época me faz sentir.

 

Às vezes quando ouço no rádio notícias sobre os extremistas que vão ganhado poder nas políticas dos seus países fico arrepiada e assustada só de pensar que um dia se poderá repetir a história... é triste pensar que o ser mais evoluído do planeta não consegue evoluir assim tanto... hoje em dia através da Internet temos acesso a informações de massacres, atentados à vida humana por esse mundo fora... actos de egoísmo, actos de maldade e de pura loucura, sabemos de pessoas perseguidas por causa da sua religião, crianças perseguidas por serem raparigas que vão à escola... 

 

Tenho no entanto muita esperança no futuro, nas gerações futuras, sei que neste momentom existem muitas pessoas a lutar pela dignidade humana, pela vida!

 

Fortuna, fama, tudo podes perder, mas a felicidade do coração, ainda que por vezes esteja obscurecida, torna a vir enquanto viveres. Enquanto puderes erguer os olhos para o céu, sem medo, saberás que tens o coração puro, e isto significa felicidade.

O Diário de Anne Frank

 

 

4 comentários

Comentar post