Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

21.07.16

Nunca verei o mundo

Olívia

Existem sonhos que nunca deixamos de querer alcançar, são aqueles que nos movem e que fazem com que a vida tenha aquela pitada de "aventura". 

 

Sim, em alguma altura da minha vida sonhei ver o mundo, e não, não era nas redes sociais (que ainda não existiam), sonhava fazer um inter-rail, de comboio com uma mochila às costas, algum dinheiro para os gastos e amigas para tornarem a viagem mais divertida.

 

Sonhava passar pelas capitais europeias, cidades cheias de vida e cheias de história, sonhava ver aqueles monumentos todos que estavam nos livros da escola, sonhava levar a minha máquina fotográfica e muitos rolos de 36 fotos na bagagem... depois da Europa teria de ir a outros continentes... fazer grandes viagens de avião, iria ver a savana em África... a muralha da China... Nova Iorque... o Alasca... ah como era ambiciosa e sonhadora!

 

Mas, também sonhava com vestidos de noiva cheios de tule, alianças e um príncipe encantado... sonhava com aquele momento do "sim" e com a valsa lenta nos braços do meu amor... sonhava com o enxoval cheio de coisas bonitas para a minha casa e com aquele quarto de bebé que vi na La Redoute... sonhava com uma casinha no campo com um quintal cheio de flores bonitas rodeadas por uma cerca pintada de branco!

 

Sim, sonhar é bom. Eu adormecia a sonhar acordada... 

 

Quem perde os sonhos deixa de ter vontade de viver... deixa de querer alcançar esta ou aquela coisa, este ou aquele momento... conquistam-se uns, desiste-se de outros, reescreve-se o livro com outros novos... mas nunca - nunca - se deve deixar de sonhar!

 

Eu, nunca fiz um inter-rail... nunca conheci as capitais europeias, nem vi a aurora boreal no Alasca... nunca visitei outros continentes e os monumentos terei de continuar a vê-los nos livros e nas redes sociais quando alguém partilha uma foto das suas férias...

 

Entretanto consegui mais do que a casinha no campo - sim, sem flores bonitas  - mas mesmo assim consegui o meu príncipe... e o quarto de bebé há muito que foi renovado!

 

Fiz uma escolha. Abdiquei de muitos dos meus sonhos para abraçar outros novos, construí uma vida com base no amor, na partilha e na doação, acolhi os sonhos do meu marido que são também os meus sonhos.

 

Nunca verei o mundo.

 

Esse mundo bonito cheio de grandes maravilhas naturais e obras de arte... mas terei sempre este meu mundo, feito de sonhos que se entrelaçaram, que se uniram e que fizeram nascer mais - muito mais - do que aquilo que eu poderia imaginar!

 

 

DSCF2346.JPG

 

8 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D