Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Quarta-feira, 12.11.14

Planeamento Familiar #1

Fazendo uma retrospectiva dos meus anos de aluna na disciplina de ciências da natureza, posso concluir que houve realmente uma falha grave no programa da disciplina, falha essa que continua nos tempos que correm. Quando se fala em gravidez, métodos contraceptivos, etc, ninguém fala em planeamento natural... em respeito pelo nosso corpo, em métodos inteligentes... apenas em métodos invasivos e cheios de contra-indicações.

Aos 34 anos percebi o meu grau de ignorância nestas coisas, depois de ter participado numa acesa discussão sobre a Humanae Vitae, onde a Teresa expôs clara e concisamente que existe uma alternativa ao planeamento familiar que me foi apresentado pela minha médica de família, no seu blogue em três belíssimos textos explicou-nos a orientação da Igreja sobre a família!

A alternativa são então os métodos naturais, curiosa acerca deste tema resolvi ler algumas informações, muitas delas americanas, pois lá falam destas coisas com tanta naturalidade que por momentos tive imensa pena de em Portugal não existir nada deste género, até que fiquei a conhecer a Associação Família e Sociedade.

As falhas que senti relativamente a estas temáticas estavam finalmente a  ficar colmatadas, finalmente encontrei uma organização que se preocupa com a mulher, com o casal, com a família em si. Além de já ter lido muito e aprendido ainda mais senti que não era suficiente, e resolvi fazer o curso de Planeamento Familiar Natural.

No sábado eu e o meu marido fomos então a Lisboa para que, em conjunto, pudéssemos aprender melhor o que são e como funcionam os métodos naturais de planeamento familiar, e sim já sei que a maioria das pessoas pensa logo "pois isso é muito giro, mas é pouco fiável", o que é um grande disparate... sempre que bem aprendido - e é aprendido também por pessoas analfabetas e com um nível de vida muito difícil - este método tem tudo para ser um dos melhores métodos de planeamento com um nível de eficácia superior aos outros métodos artificiais, com a vantagem de que é natural, completamente grátis, não tem efeitos secundários, qualquer casal o pode utilizar, proporciona um maior nível de companheirismo, dedicação, respeito e doação!

Este curso está a ser realmente interessante, é dado por profissionais da área da saúde e neste primeiro dia foi-nos explicado então o que são estes métodos naturais, como têm evoluído ao longo dos tempos (desde o calendário...), foi-nos falado da responsabilidade humana numa relação de amor e de entrega total, foi-nos ensinado o Método Billings, e pareceu-me que todos os que lá estávamos - vários casais, médicas de família, enfermeiras e técnicas que trabalham em organizações de apoio -  compreendemos aquilo que nos era explicado, fiquei surpreendida com o facto de se ter dito lá que nada disto é ensinado nas faculdades de medicina e enfermagem, fiquei ainda mais surpreendida por saber que já existem médicos de família e técnicas que só trabalham com métodos naturais e quase ninguém sabe, por isso e porque nos foi pedido que divulgássemos este curso aqui estou a partilhar um pouco no nosso blogue familiar!

Quem quiser um dia aprender um pouco mais fica a saber que este curso é feito duas vezes por ano mais ou menos em Março e Novembro, as monitoras deste curso são pessoas apaixonadas pela vida, pessoas que dedicam o seu tempo para nos ensinarem, para educar estas novas gerações de casais e profissionais de saúde.

E apesar do que possam pensar não é um curso apenas para casais católicos, mas para TODOS os casais que se amam e que querem poder escolher como planear a sua família sabendo TODAS as alternativas.

articole_198fffff.jpg

 (Porque o texto já vai longo... voltarei a este tema na próxima semana!!!!)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:00


6 comentários

De Paula a 12.11.2014 às 12:38

Bom dia!
Acho que tudo o que pudermos aprender sobre este assunto é importante pois tal como a medicina natural, é pouco falado ainda hoje em dia.
Infelizmente, as grandes empresas de medicamentos e farmacêuticas têm prioridade sobre os remédios naturais que já eram usados nos tempos dos nossos avós e que tão bem fazem.
:)

De Olívia a 12.11.2014 às 14:37

É verdade, as industrias farmacêuticas ainda dão muitas cartas nestas matérias... ainda bem que existem médicos e farmacêuticos que dizem "não" às chantagens e têm a coragem de nos ensinar todas estas coisas!
bj

De mãe de coração a 12.11.2014 às 14:22

Gilberto Diemnstein (jornalista brasileiro de origem judaica) diz: "Só existe opção quando se tem informação...Ninguém pode dizer que é livre para tomar o sorvete que quiser se conhecer apenas o sabor limão."
É bom que se vá passando a palavra para que mais aprendam e assim possam fazer escolhas informadas! Parabéns pela iniciativa!

De Olívia a 12.11.2014 às 14:38

Obrigada!
Se conhecer alguém que se queira informar, passe também a palavra!
bj

De Elsa Valverde a 12.11.2014 às 17:02

Subscrevo as tuas palavras na integra! O curso não é dado por meros curiosos mas sim por pessoas bastante habilitadas para o fazer. Um curso que certamente irei recomendar a outros casais quer estejam eles tentar ter filhos ou não.

De Marisa Milhano a 12.11.2014 às 18:54

Como já sabes Olívia, acho fantástico teres ido ao curso e estares a divulgá-lo aqui.
Foi com muita pena que não fui neste fim-de-semana....
Quem sabe em Março?

Beijinhos e mal posso esperar pelos próximos posts!

Ps: As urgências do HGO foram animadíssimas! Suturei pela primeira vez, vê lá! :D

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt