Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Terça-feira, 23.02.16

Quando tenho vontade de desistir

Estava a pensar em como é difícil por vezes encontrar tempo, inspiração e disposição para escrever no blogue (e eu até nem escrevo textos longos, estruturados e cheios de observações fora do normal...)!

 

Quando comecei, tinha como propósito escrever um texto por dia, era uma forma de "tirar" um bocado do dia só para mim, fazer desse bocado o meu tempo pessoal, escrever nem que fosse uma pequena ideia dava-me muito gosto e como tal esta era uma "tarefa" simples de executar.

 

Com o tempo, o cansaço e cada vez mais tarefas dou comigo muitas vezes a pensar que estou a escrever apenas para desabafar, ou para me "queixar" da vida... e não como forma de me sentir bem comigo mesma...

 

Se pensei em desistir de escrever? Sim. Dias houve em que provavelmente isso me passou pela ideia, são dias em que recebo mensagens "azedas", comentários estranhos, alturas em que parece que mais valia ter estado a dormir em vez de ter escrito ou partilhado alguma coisa...

 

... mas depois vejo um comentário de alguém que conheço e que me dá "força", outras vezes é o comentário de alguém que eu nunca vi, outras vezes de alguém que eu conheço e que eu nem sabia que lê o blogue! São palavras e frases que embora possam parecer pequenas me deixam a pensar que realmente hoje em dia alguém lê o que escrevo porque gosta e não por mero acaso!

 

Recordo sempre com muito carinho todas as mensagens que me enviaram nos comentários, por telemóvel, email ou através de outros blogues a propósito do atribulado nascimento da Lúcia, mensagens que me fizeram chorar de gratidão, que me mostraram que não importa onde estamos, qual a religião que professamos ou o género de família que somos. São momentos carregados de emoção e que nunca serei capaz de esquecer!

 

Aliás de vez em quando ainda recebo mensagens de pessoas que apenas estiveram comigo uma ou outra vez, de pessoas que nunca me viram, de pessoas que vivem longe, mas que querem partilhar comigo uma ideia, um desabafo ou dar-me alguma dica...

 

Como poderia deixar de vir aqui escrever se existe alguém capaz de me escrever a dizer "obrigado por ter o blogue", "obrigada pelo tempo que dedica ao blogue"? 

 

É por isso que não importa se escrevo de "véspera" quando a casa está em silêncio ou na loja de manhã com a Lúcia ao colo, não importa se escrevo um pouco antes de levar a Maria à escola ou antes de ir buscar a Margarida... não importa se escrevo quando a página das finanças vai a baixo ou quando estou cansada e cheia de sono... não importa se dou muitos erros, ou se os textos fazem pouco sentido, importa que ao escrever me sinto feliz, que em cada registo deixo um pouco de mim e da minha família... um pouco da história que vamos vivendo em cada dia!

 

DSCF6885.JPG

 

 

Também não se acende uma candeia para a colocar debaixo do alqueire, mas sim em cima do velador, e assim alumia a todos os que estão em casa. Do mesmo modo, brilhe a vossa luz diante dos homens de modo que, vendo as vossas boas obras, glorifiquem o vosso Pai que está nos Céus." Mt 5 14-16

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:56


13 comentários

De Bruxa Mimi a 23.02.2016 às 08:13

Querida Olívia, nunca li um texto aqui por acaso! Lembro-me que os primeiros textos que aqui li me prenderam imenso: foram os textos sobre a vossa história. Depois começaste a escrever e os teus posts começaram a parecer-se com os da Teresa (lembras-te de eu comentar a esse respeito?) e depois... bem, depois passei a vir cá todos os dias (salvo exceção - e dessas houve poucas)!


Continua a escrever, todos os dia se conseguires, ou só quando for possível, mas podes ter certeza que há sempre quem te leia com interesse e amizade: eu. E tenho certeza que tal como eu, há várias outras pessoas! 

De Sofia a 23.02.2016 às 09:26

uma mensagem de apoio: não nos conhecemos mas visito este blog todos os dias e gosto muito de ler os seus textos. 
São escrito com o coração, por isso conseguem chegar tão longe
um beijinho


De Família Lopes Palma a 23.02.2016 às 10:25

Nós estamos cá todos os dias... CORAGEM...

De Catarina a 23.02.2016 às 11:08

Querida Olívia , que nem te passe pela cabeça deixar de escrever aqui no teu cantinho.
Bem sabe que sou cliente frequente aqui do teu cantinho e adoro tudo o que leio. Bem sei que com a Lúcia pequena, as mais velhas, o trabalho e as tarefas diárias não é fácil arranjar tempo disponível Mas sei que aos poucos vais conseguir encontrar a vossa melhor rotina diária e tudo vai melhorar. Estou por aqui se precisares de alguma coisa.
Beijinhos e muita força.

De Isabel Silva a 23.02.2016 às 11:28

Olívia, embora comente pouco, como deves imaginar sou visita diária do teu blog.
O teu blog e o da Teresa fazem parte daquele break necessário para o equilíbrio da "sanidade mental" no trabalho!!!


De mãe de coração a 23.02.2016 às 14:56

Como te entendo, mas para bem da minha sanidade, não pares!!! ;)
Ainda que menos regulares se é algo que realmente te dá prazer não desistas... faz bem à alma!!!
Bjks

De Marisa Milhano a 23.02.2016 às 20:14

Querida Olivia, como eu te entendo!!!!!!!
Tenho passado pelo mesmo: desde os comentários maldosos, à frustração de não ter tempo para escrever e depois quando tenho, parecer que não tenho nada para dizer, ao achar que podia ter feito outra coisa qualquer em vez de ter "perdido" tanto tempo a escrever!!... enfim.

Mas depois há sempre um comentário, um email, uma mensagem - pode ser um simples obrigado ou ser algo longo e bem sentido - que nos faz esquecer o cansaço, o esforço, a frustração e que nos enche o coração!!!
Sim, as pequenas coisas que fazemos neste mundo gigantesco da internet faz uma diferença no mundo!
Sim, ajudamos outras pessoas com as nossas partilhas singelas!
Sim, há sempre alguém que lê o que escreves e que compreende perfeitamente a tua situação!
E sim, Deus vê tudo, aponta tudo e aprecia infinitamente todas as nossas pequeninas tentativas de espalhar a Sua Boa Nova e o Seu Amor pelos nossos irmãos!

Que fique aqui bem expresso o meu gigantesco obrigado por todos os posts que escreveste, por todas as lições que nos ensinaste, por todas as palavras de carinho e amizade, e pelo teu exemplo de vida único, querida Olivia!!!! Obrigado do mais profundo do meu ser!!!!!

De omeumaiorsonho a 23.02.2016 às 23:21

Continua a escrever pois fazes-nos bem acredita!!

De Helena Le Blanc a 24.02.2016 às 14:37

Olá Olívia


Comungo de tudo o que anteriormente aqui te foi te dito!


Eu preciso de ler os teus posts.


Um abraço

De Família Lopes Palma a 24.02.2016 às 15:51

Nós estamos cá todos os dias... CORAGEM...

De Bruxa Mimi a 24.02.2016 às 21:01

Eu também, e gostei do vosso reforço no dia seguinte! 

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt