Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Segunda-feira, 24.08.15

Quanto custa um amigo?

A resposta, dada de caras seria "zero", um amigo não tem preço, uma amizade não pode ser comprada, se existem coisas que o dinheiro não compra, uma delas é uma amizade verdadeira!

 

Quem não sentiu alguma vez na vida que amigos verdadeiros são realmente um tesouro?

Quem não sentiu que a maioria dos seus amigos apenas o era por interesse?

Eu já.

 

Recordo com tristeza algumas amizades que pareciam ser verdadeiras, mas no final era mais do mesmo... quando dei conta já queriam mandar dentro da minha casa, na minha vida e pior, opinar na maneira como educo as minhas filhas e na minha relação com o meu marido. 

 

Descobrir e perceber que "eu dei-te isto, mais aquilo... por isso tenho direito a..." é das coisas que mais me magoam, como pode alguém pensar que por me dar um par de calças de marca, sapatos bonitos e camisolas da moda para a minha filha pode interferir na maneira como ela deve ser educada, na maneira como eu e o pai a fazemos crescer?

 

Muitas vezes somos postos à prova, passamos por situações e aí se vê claramente quem são os nossos amigos, sim, amigos são os que nos apoiam, mesmo que para isso nos tenham de dar um abanão!

 

Os meus amigos verdadeiros não têm de concordar em tudo comigo, mas têm a liberdade de me darem nas orelhas quando lhes parece que algo não está bem comigo! Têm a liberdade de me dizer na cara o que vêem, cabe-me a mim decidir se realmente estou a exagerar ou a ir por caminhos que não são os corretos, é uma decisão minha!

 

Um amigo não precisa de falar sempre comigo, todos os dias para eu saber que posso contar com ele, não precisa de me dar coisas a toda a hora para eu saber que se lembra de mim... 

 

Existe alegria mais pura do que chegar ao pé de alguém e muitas vezes nem ser preciso falar para que esse alguém já saiba aquilo que vamos dizer? Haverá sentimento de amizade mais belo do que em apenas algumas palavras podermos desabafar o que nos vai na alma e não sermos julgados?

 

Ao longo destes (ainda) poucos anos de vida recebi a bênção de ter amigos, não têm sido muitos, bem vistas as coisas, talvez também porque me tenha tornado mais exigente e tenha percebido que estar rodeada de muita gente... que não pensa como eu não adianta nada...

 

Ao longo desta minha vida tenho aprendido a perceber que os meus amigos me estimam, que não importa quanto tempo passe, não importa quanto dinheiro têm/não têm, não importa onde moram, serão sempre pessoas com quem posso contar quando precisar e melhor de tudo quando tenho grandes alegrias para festejar!

 

 

Quando estamos entre amigos sentimo-nos bem, sentimo-nos felizes, tranquilos e cheios de alegria!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:10


10 comentários

De Bruxa Mimi a 24.08.2015 às 07:50

Um amigo verdadeiro é mesmo um tesouro! 

De Olívia a 24.08.2015 às 17:56

Há que estimá-los e tratá-los bem!

De marrocoseodestino a 24.08.2015 às 08:16


Confesso que não tenho muitos amigos.  As pessoas a grande maioria das vezes desiludem-nos.
Ainda ontem em conversa com os meus pais falávamos disso. Eles com 80 anos ainda passam por situações de maldade, das pessoas se quererem meter, dar palpites. Ah e depois deles próprios não quererem magoar ninguém e acabarem por demonstrar que está tudo bem, que aquela é uma amizade verdadeira.
Não tenho paciência para isso e ao longo do tempo fui-me tornando mais selectiva e mais egoísta.
Boa semana, Olivia

De Olívia a 24.08.2015 às 17:52

Não me parece que "egoísmo" seja o termo certo... e estarmos rodeados de muitas pessoas nem sempre significa ter muitos amigos!


Boa semana! :)

De Catarina a 24.08.2015 às 09:49

Eu costumo dizer que tenho muitos conhecidos mas os amigos contam-se pelos dedos das mãos.
Prefiro ter poucos mas bons, porque um verdadeiro amigo vale por meia duzia.

 

De Olívia a 24.08.2015 às 17:52

É mesmo verdade! 

De D. a 24.08.2015 às 11:10

Também tenho poucos amigos e já me senti bastante magoada por pessoas que considerava amigas... Mas se achamos que a maioria das pessoas nos desilude, não faremos nós parte dessa maioria que desilude quando visto da perspectiva de outra pessoa?

De Olívia a 24.08.2015 às 17:54

Certamente... eu já me afastei de pessoas por não partilhar da mesma forma de viver, cansei-me de estar com pessoas que estavam constantemente a falar mal da vida dos outros, por exemplo... para estas pessoas talvez parece que me "armei em boa", mas na verdade se não nos sentimos bem, não estamos entre amigos e não vale a pena estar a fingir...

De D. a 24.08.2015 às 20:29

Sim, concordo com tudo isso Olívia. Se não nos sentimos bem, não é amizade. 
Existem pessoas a quem o simples facto de eu ser cristã parece que desagrada/ofende e eles próprios acabam por se afastar de mim... Mesmo sem abrir a boca, parece que sentem que as minhas opções os julgam. E isso entristece-me bastante. Contudo, como cristã não quero isolar-me e apenas rodear-me de gente com os mesmos valores, pois acho que o convívio e a relação são fundamentais na evangelização (e para a nossa santificação!). E então por vezes questiono-me se o problema não serei eu, se a mensagem que transmito com as minhas palavras e acções não será a mais correcta, se não estarei a viver de forma coerente, etc. Enfim, é complicado! Só com a ajuda do Espírito Santo mesmo... 
Um abraço.

De Olívia a 25.08.2015 às 11:51

Isolar é que não... nós temos mesmo de "combater" essas atitudes com a nossa maneira de agir! As pessoas aos poucos vão vendo que somos normais e que talvez, nós cristãos, consigamos compreender aqueles que ninguém compreende, ajudar aqueles que ninguém ajuda, acolher aqueles que ninguém acolhe... é um caminho longo, não podemos é desanimar!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt