Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Quem é este bebé tão lindo?

Dia 11 de novembro, com os documentos, as malas, e muita esperança abandonámos o hospital que nos serviu de "poiso" desde o dia 5. À saída exclamámos um "Graças a Deus, que Deus seja louvado, hoje e sempre"! Ainda nessa manhã durante a viagem para Lisboa escutávamos:

 

«Não foram dez os que ficaram curados? Onde estão os outros nove?
Não se encontrou quem voltasse para dar glória a Deus senão este estrangeiro?»

 

Não podíamos deixar de ser como o estrangeiro, o único a dar graças, como podíamos seguir viagem sem sentir o nosso coração a transbordar de gratidão?

 

Muito havia agora para recuperar: as forças, o animo, o tempo em família... o cansaço começava a fazer-se sentir, mas em casa esperavam-nos as nossas duas filhas ansiosas, finalmente pudemos fazer a festa, finalmente pudemos deitar a Lúcia no seu berço que preparámos com tanto amor, finalmente pudemos respirar de alívio.

 

E como é que isso se faz? E difícil respirar assim depois de tantos dias de coração apertado... acho que passados estes dias ainda me é difícil respirar fundo e sentir que tudo já passou.

 

Agora, olho para a minha bebé e pergunto: "Quem és tu meu doce?" 

 

És a bebe que me tiraram a nascença, és a bebé que não me deixaram embalar... e agora estás aqui à espera que cuide de ti, à espera que seja tua mãe finalmente!

 

Observo cada expressão do teu rosto, cada choro, cada sorriso, agora chegou a minha vez, agora finalmente posso tentar conhecer-te, aos poucos saberei o que cada choro me diz... aos poucos reconhecerei cada expressão tua!

 

Aos poucos a nossa família estará recomposta de tanta confusão, aos poucos o medo dará lugar à alegria e o desânimo dará lugar ao entudiasmo!

 

 

IMG_20151113_122643.jpg

 

 

Estarei por aqui, sempre que me seja possível escrever pois tenho muito para contar... terá de ser às prestações, claro, que a Lúcia precisa muito da mãe... e a Maria e a Margarida também... já para não falar do pai, que aguentou forte este barco que andou à deriva durante uns dias... à deriva, mas com o Mestre ao leme... ou teria afundado certamente!

 

 

 

 

 

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D