Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Sábado, 14.11.15

Quem é este bebé tão lindo?

Dia 11 de novembro, com os documentos, as malas, e muita esperança abandonámos o hospital que nos serviu de "poiso" desde o dia 5. À saída exclamámos um "Graças a Deus, que Deus seja louvado, hoje e sempre"! Ainda nessa manhã durante a viagem para Lisboa escutávamos:

 

«Não foram dez os que ficaram curados? Onde estão os outros nove?
Não se encontrou quem voltasse para dar glória a Deus senão este estrangeiro?»

 

Não podíamos deixar de ser como o estrangeiro, o único a dar graças, como podíamos seguir viagem sem sentir o nosso coração a transbordar de gratidão?

 

Muito havia agora para recuperar: as forças, o animo, o tempo em família... o cansaço começava a fazer-se sentir, mas em casa esperavam-nos as nossas duas filhas ansiosas, finalmente pudemos fazer a festa, finalmente pudemos deitar a Lúcia no seu berço que preparámos com tanto amor, finalmente pudemos respirar de alívio.

 

E como é que isso se faz? E difícil respirar assim depois de tantos dias de coração apertado... acho que passados estes dias ainda me é difícil respirar fundo e sentir que tudo já passou.

 

Agora, olho para a minha bebé e pergunto: "Quem és tu meu doce?" 

 

És a bebe que me tiraram a nascença, és a bebé que não me deixaram embalar... e agora estás aqui à espera que cuide de ti, à espera que seja tua mãe finalmente!

 

Observo cada expressão do teu rosto, cada choro, cada sorriso, agora chegou a minha vez, agora finalmente posso tentar conhecer-te, aos poucos saberei o que cada choro me diz... aos poucos reconhecerei cada expressão tua!

 

Aos poucos a nossa família estará recomposta de tanta confusão, aos poucos o medo dará lugar à alegria e o desânimo dará lugar ao entudiasmo!

 

 

IMG_20151113_122643.jpg

 

 

Estarei por aqui, sempre que me seja possível escrever pois tenho muito para contar... terá de ser às prestações, claro, que a Lúcia precisa muito da mãe... e a Maria e a Margarida também... já para não falar do pai, que aguentou forte este barco que andou à deriva durante uns dias... à deriva, mas com o Mestre ao leme... ou teria afundado certamente!

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:05


5 comentários

De Bruxa Mimi a 14.11.2015 às 09:19

Escreve quando puderes... não faltarão leitores. Presente! 

De omeumaiorsonho a 14.11.2015 às 10:01

Caiu me as lágrima. 
A bebé é tão linda agora vão recuperar o tempo perdido e vão ser certamente muito felizes.
Bom regresso a casa!

De Teresa Power a 14.11.2015 às 10:16

Ao meditar nessa mesma leitura nesse mesmo dia, à noite, depois das boas notícias, o nosso terço foi todo de ação de graças por vós! E continuamos a dar graças, sempre - daríamos de qualquer maneira pelo dom da vida da Lúcia, sã ou doente, mas assim damos com muito mais alegria! Aproveita bem este tempo, amiga!

De Catarina a 16.11.2015 às 11:57

Tão bom! Aproveita bem a familia:)

De veravazribeiro a 18.11.2015 às 21:23

Queridos Álvaro e Olívia, que bom que a Lúcia e a mamã já voltaram, vocês já repararam como a vida nos surpreende. A vida é realmente uma caixinha de surpresas, de onde menos esperamos saem coisas surpreendentes que mudam completamente a nossa existência. 

Por mais que façamos planos, por mais que sonhemos e tentemos controlar o nosso futuro, há coisas que não estão nas nossas mãos. O melhor a fazer é estarmos preparados, precisamos ser flexíveis porque de repente, podemos ter a vida de pernas para o ar. O importante é não nos assustarmos, não nos desesperarmos. É preciso ter paz, esperança e paciência sempre.

Cabe a nós termos um pensamento positivo para fazer com que das crises saiam belas oportunidades de transformar a nossa vida. O melhor é pensar nas surpresas da vida como provocações que nos fazem sair da nossa zona de conforto.

Deus está com vocês, meus bons amigos! Podem ter a certeza que Ele sempre nos dá força e ânimo para ultrapassar todas as barreiras. O mínimo que temos a fazer é acreditar. A esperança está sempre presente na fé. Nestas horas em que vocês sentiram que perderam o vosso chão, novas energias puxaram vocês para cima, foi o amor e misericórdia de Deus.

 Vossa missão é lutar com a presença de Deus junto a vocês. Vosso amanhã será bem melhor que o vosso hoje.

Beijinhos para as 3 meninas lindas e para o casal maravilhoso

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt