Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Segunda-feira, 08.08.16

Reconstruir

Estamos neste momento a reconstruir a nossa relação familiar, durante algum tempo fomos ignorando aquilo que tínhamos como valores fundamentais aqui em casa, fomos deixando de "olhar" para a nossa declaração de missão.

 

Aos poucos fui descurando muitas das coisas que deveriam sempre estar na tal lista de prioridades... uma grande chatice esta lista e não dei conta de que algo se estava a passar aqui em casa, mesmo debaixo do meu nariz.

 

Não é fácil parar e perceber que de tanto querer fazer bem as coisas, estava realmente cega e só aquilo que eu achava importante é que me interessava... fui egoísta e sim, negligente nalgumas coisas.

 

É tempo de repensar e de me colocar novamente na rota. Não abandonarei os vários projetos, mas terei de abdicar de muitas outras coisas.

 

Quero agradecer a todos os comentários, as mensagens e orações, podem parecer-vos pouca coisa, mas dão-me algum alento para não cair no desânimo total.

 

Deus é bom e deu-me amigos e conhecidos para além deste blogue que me estimam e a quem eu muito estimo também.

 

Terei força e coragem agora, nesta grande tribulação. 

 

E a tempestade um dia acalmará, sei que sim.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 09:44


16 comentários

De azulmar a 08.08.2016 às 10:06

Coragem Olívia. Tudo se vai resolver, com calma.

De Olívia a 08.08.2016 às 16:46

Eu sei, tudo se resolve!
Com coragem.

De Bruxa Mimi a 08.08.2016 às 12:55

Só ontem li o post do dia 3, mas não cheguei a comentar. Verdade seja dita, nem sei bem o que comentar, porque fui apanhada de surpresa pelo conteúdo. É a prova de que o que julgamos sobre a vida dos outros, de bom ou de mau, é apenas isso, o que julgamos - e por isso vale zero. 
Desejo, do fundo do coração, que a tempestade dure o tempo estritamente necessário para que Deus mais uma vez se manifeste Bom e Misericordioso. (Sabendo que Ele se manifesta sempre, em todos os momentos, mas que nós é que nem sempre vemos isso.) Rezo por vós!

De Olívia a 08.08.2016 às 16:45

Querida Mimi, às vezes os filhos trocam-nos as voltas e nem damos conta... chama-se adolescência e um dia escreverei sobre isso!
bjs

De Fatia Mor a 08.08.2016 às 14:18

Fui ler o que estava para trás para perceber o que se passava.
Não conheço de perto a vossa realidade (aquilo que construímos das leituras esporádicas pode ser muito enganador) mas sempre me pareceram uma família com vontade de ultrapassar as dificuldades. E sempre me pareceram felizes dentro da  loucura de uma família de 5!
A mãe é um bicho que vive entre a necessidade de cumprir expectativas elevadas e a imperfeição de (ainda) ser humana. E o caminho não se faz mais fácil com pesos na consciência acalentados apenas por expectativas que nem sempre são passíveis de serem atingidas! Queria apenas deixar um beijinho e fazer votos de que tudo se resolva da melhor maneira possível (que nem sempre é a perfeita ou a ideal).

De Olívia a 08.08.2016 às 16:44

Ai a  mãe é sempre assim, ou não seria mãe!
Não é bem a culpa que tenho ou não nestas questões dos filhos, mas o facto de ter demorado muito a perceber o que se passava... agora é seguir caminho, com calma!
Obrigada

De Alguém, algures a 08.08.2016 às 23:15

Olívia, 
o título escolhido p/ o seu post diz quase tudo:"RECONSTRUIR" 
É isso mesmo, reedificar a V/ vida, com a certeza de que a mão firme do Senhor lá estará, como sempre, mesmo que invisivel aos vossos olhos.
Continuarei a lembrar-vos na minha oração. 
ana

De Olívia a 09.08.2016 às 09:37

Obrigada Ana.

De Catarina a 08.08.2016 às 23:24

Oliva espero do fundo coração que seja só uma fase. Todas nós passamos pela adolescência com maior ou menor dificuldade. Sabemos que é uma fase muito confusa e na qual nem sempre tomamos as melhores decisões. No entanto, acredito que quando temos o amor dos nossos pais acabamos por perceber que afinal a vida não é assim tão má. Ama e apoia a tua filha. Faz-lhe ver estarás lá sempre para ela. 

De Olívia a 09.08.2016 às 09:31

Sim Catarina o mais importante é mesmo o amor. 
(Hei de mandar-te um email assim que possa.)
Bjs

De Catarina a 09.08.2016 às 10:34

Podes contar comigo para o que precisares. O meu corpo pode estar longe mas o meu pensamento está convosco.  Bjs grandes

De Inês Guedes a 09.08.2016 às 10:51

Olivia... Vim aqui ler mais uma vez o post de despedida... para responder ao email de que estou em falta... sei que um dia vais voltar e confia porque Ele nunca nos deixa sós! Espero ter um dia oportunidade de conhecer a tua familia pessoalmente!


Beijinhos


Inês

De Olívia a 09.08.2016 às 23:11

Estamos sempre aqui. E havemos de nos conhecer sim, obrigada por tudo.
bjs

De Isabel Silva a 09.08.2016 às 22:41

Olivia, já sabes que estamos disponíveis para ti, para vós! Beijo grande 

De Olívia a 09.08.2016 às 23:12



obrigada

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt