Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Ser o exemplo

É assustador quando sem sequer darmos conta estamos a ser o exemplo para alguém. Não me passaria pela cabeça que uma pessoa que até nem conheço muito bem me respondesse à simples pergunta: "Então, como vai o seu neto?" dizendo o seguinte: "eu já disse à minha filha: olha para a menina da loja, tem três filhas e anda ali como se nada fosse, leva-as à escola, anda com a bebé para todo o lado e tu nem sais de casa!

 

Eu devo ter corado, devo ter ficado com cara de caso, para ela continuar a identificar várias coisas que me vê fazer ou que alguém viu que eu fiz... eu só pensava para mim "Deus do céu, eu na minha vida, tantas vezes desorientada... e alguém acha que eu sou um bom exemplo... coitadas, se elas soubessem!"

 

Quantas vezes é que olho para alguém com admiração e vejo nela o exemplo perfeito, porque fazem assim, dizem assim, vão ali ou levam a vida "como se nada fosse"? E na volta são pessoas assim como eu... por vezes nem sabem bem o que andam a fazer... é preciso ter muita humildade e reconhecer que não somos mesmo nada exemplares, que falhamos como toda a gente, que temos dúvidas e por vezes levamos mesmo a vida a empurrar para a frente...

 

Outro caso é a celebre frase que, ainda ontem ouvi aqui, "olha para elas vão à missa e depois vemos bem o que elas fazem cá fora, já para não falar das conversas que têm lá dentro!"

 

É verdade, eu bem sei e já muitas vezes pensei o mesmo. Mas também sei que:

 

a) não devemos medir toda a gente pela mesma bitola, e que

 

b) muitas pessoas não vão à missa pela razão certa.

 

Vão porque fica bem, porque A, B e C vão, vão para receberem alguma graça especial... eu também já fui um pouco de cada uma destas pessoas. Mas mudei. Continuo a não ser um bom exemplo, porque sou pequenina, mas mudei. 

 

Mudei porque comecei a ser mais exigente, porque me mostraram que podia ser melhor em cada dia se me esforçasse por viver verdadeiramente aquilo em que acredito.

 

Continuo mais uma vez a não ser o exemplo perfeito e até tenho medo que alguém leia o que escrevo e ache o contrário, mas é a verdade. Sou um bocadinho melhor do que fui no passado, mas estou ainda a anos luz de ser um exemplo!

 

De todas as formas, penso que devo, a todas as pessoas que comigo se cruzam, um esforço constante, que devo medir bem as minhas palavras e sobretudo as minhas ações...

 

 

1 comentário

Comentar post