Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!



Sexta-feira, 24.04.15

Ser representante dos pais...

É uma aventura...

 

Todos os anos no final do ano lectivo penso nunca mais me voluntariar para o efeito... mas no ano seguinte acabo por voltar a fazê-lo.

 

E porquê? Porque me parece que ser representante dos pais não exige assim tanto de nós e é preciso que alguém fique com esta tarefa.

 

Neste ano, na reunião do 8º precisei de sair mais cedo para poder ir à reunião da Maria que era a primeira por isso já lá não estava quando foram eleitos ou nomeados os representantes o que significa que eu não sou. Na reunião da Maria ninguém se voluntariou e eis que eu digo que não me importo de ser a 2ª representante, logo outra mãe se ofereceu para ser a primeira.

 

Toda esta conversa para relatar uma questão da máxima importância que havia para discutir no final da reunião da entrega das notas do 1º período juntamente com o director da escola e que daria origem a mais uma hora de reunião noutra sala.

E «qual era o assunto da máxima importância?» Podem perguntar vocês... eu digo:

 

- Alguém tinha tido a ideia brilhante de que todos os alunos da escola deveriam adquirir uma camisola de uma cor específica para usar nas duas, vá lá, três saídas da escola, sendo que duas delas são no inverno e por isso a dita camisola nem se vê debaixo do casaco.

 

Eu sou do tipo de mãe que detesta "peneiras", mas para saber o que dizer na reunião seguinte onde só estariam os representantes pedi aos pais que se manifestassem. As opiniões dividiam-se, a maioria não se importava dependendo do valor, alguns pais recordaram que existem crianças na escola que nem sequer vão às visitas de estudo pois os pais não têm como pagá-las... e há que recordar que 150 crianças comem o pequeno almoço na escola e fazem lá as refeições nas férias porque em casa a comida não chega...

 

Recordaram ainda alguns pais que a professora da sala, por iniciativa própria, contactou várias empresas e uma destas empresas ofereceu chapéus para todos os meninos da turma. O que prova que se calhar existem empresas que até davam as camisolas a custo zero!

 

Nem vos vou falar muito do que se seguiu na outra sala, mas dá-me a sensação que este é um país que vive para as aparências, que não importa mais nada a não ser gastar dinheiro em coisas que não acrescentam nada... nada de nada... eu transmiti aquilo que ouvi na nossa sala, os outros pais fizeram o mesmo, mas ao que me pareceu aquilo já estava mesmo combinado, a reunião foi uma mera formalidade.

 

É por estas e por outras que no próximo ano lectivo eu não me vou voluntariar... 

 

depositphotos_25269219-Colorful-Blank-T-Shirt-Coll

 (imagem)

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Olívia às 06:00


13 comentários

De Bruxa Mimi a 24.04.2015 às 08:26

Na minha opinião, a ideia da camisola, por si, não tem nada de mal. Pode facilitar a organização dos miúdos quando estão a fazer uma visita a um local com muita gente. No entanto, quando a realidade é a que apresentaste, é completamente ridículo que se gaste dinheiro nisso. Deviam conseguir primeiro que todas as crianças fossem às visitas. Deviam tentar arranjar patrocinadores para as camisolas (à custa de um logotipo em alguma zona da camisola, ficavam com as camisolas a custo zero de euros), tal como a professora conseguiu para chapéus.
Se não vão tentar arranjar patrocinadores para as camisolas, vou ser mazinha, mesmo: a que pai/mãe ou parente de aluno(a) pertence a loja onde vão comprar as camisolas? Quem é que vai ganhar com a aplicação desta ideia?

De Olívia a 24.04.2015 às 08:37

Pois Mimi essas eram as questões que eu tinha para fazer no final, mas confesso que já estava tudo a olhar para mim com uma cara do género «querem lá ver esta a estragar a conversa...» e não insisti... mas digo-te que quando todos saem os da sala da Maria com os chapéus iguais sobressaem logo dos outros... parece-me que pedir chapéus a empresas diferentes tinha o mesmo efeito, e nem se gastava dinheiro!

De Teresa Power a 24.04.2015 às 08:55

Olívia, infelizmente há muitas associações de pais que perdem o seu precioso tempo com este tipo de discussão. Por isso é que é importante que fiques! É importante que faças a diferença, que dês sugestões diferentes e que pouco a pouco, faças o navio mudar de rota... Conheço quem tenha tomado a peito esta missão, com muito sucesso! Por exemplo, conseguindo chamar à escola formadores para uma "Escola de Pais" e para abordar diversos assuntos da educação, desde a educação das boas maneiras à educação para o estudo. Que maravilha! E tu tens garra para isso! 
Bjs Teresa

De Olívia a 24.04.2015 às 15:04

Certamente tens razão, a vida oferece-nos tantas oportunidades de fazer a diferença... haja coragem!

De Maria de Jesus a 24.04.2015 às 09:58

Bom dia,
Concordo plenamente com o comentário da Teresa. Eu, para além de mãe e encarregada de educação, também trabalho numa escola e sem bem o que isso é. Por vezes é tão difícil remar contra a maré, parecemos uma gota de água no oceano, mas se essa gota não estiver lá o oceano não estaria completo. Não desiste Olívia, respira fundo e vai em frente, mães como tu fazem muita falta nestas reuniões.
BJS
Mª Jesus

De Olívia a 24.04.2015 às 15:06

Obrigada Maria, às vezes não é fácil e eu detesto "jogos" e "viver para as aparências", mas pelo menos alguém falou... se não estivesse lá eu, nem sequer se tinha dito nada sobre as crianças com necessidades financeiras...

De A Flor a 24.04.2015 às 15:26

Talvez a ideia da camisola não seja por peneira mas talvez para facilitar e assegurar o trabalho dos professores e outros adultos. Se numa saída estiverem todos com a mesma cor é mais fácil identificar as crianças e reparar se algum deles se se afastar. Na minha escola todos têm uma camisola de cor igual com o nome do agrupamento, oferecida pela escola e que devem usar quando saem em grupo.


Gostei muito do blog, parabéns!

De Olívia a 24.04.2015 às 15:43

Obrigada pela visita e pelo comentário!


Quanto às camisolas o ponto central é mesmo esse: a escola ofereceu-vos as camisolas e muitos pais não lhes vai fazer diferença pagar o valor pela camisola, mas não serão todos... e a mim custa-me...

De Bruxa Mimi a 24.04.2015 às 22:37

Agora não percebi: a escola ofereceu ou não? Se a escola ofereceu, é para todos e não sai do bolso dos pais, não é? Embora, claro, mais uma vez não perceba como é que se dá prioridade às camisolas em vez de à possibilidade de todos irem às visitas.

De Olívia a 24.04.2015 às 22:47

Na escola da Maria nada foi oferecido... A conta logo vemos o valor...


Mas existem escolas que as oferecem como disse ali A Flor...

De Bruxa Mimi a 25.04.2015 às 08:47

Ah, ok, não tinha percebido!

De BataeBatom a 25.04.2015 às 12:50

Acho que, atendendo ao número de visitas de estudo e ao facto de já terem chapéus (é o suficiente para identificar os alunos) não seria necessário adquirir t-shirts... Até porque, como disseste, com casacos nem daria para ver... 

De Olívia a 26.04.2015 às 18:45

E explicar isso a quem já à partida já tinha a "coisa" bem definida????

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2015

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt