Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!


Quinta-feira, 16.11.17

Sapos do Ano 2017*

Toda a gente já deve saber, mas gostava de partilhar aqui esta iniciativa da Magda - sempre na linha da frente nisto dos blogues e uma querida.

 

Reconhecer a imprtância de escrever por gosto, partilhar e conhecer pessoas através de uma plataforma de blogues é das melhores coisas que se podem passar na Internet. Apesar de afastada destas lides nunca poderei esquecer os laços que criámos e as histórias que partilhámos. 

 

Assim, para este ano experimental e para começar escreve a Magda:

 

«O Sapos do Ano de 2017*, contará com a excelente organização de Magda Pais, e com o alto patrocínio de mim própria.

Sapos do Ano 2017* terá  as seguintes categorias: Opinião, Humor, Livros, Moda, Poupar, Música, Fotografia, Comida, Família e Generalista.

E que blogs estão nomeados? bem, essa é a vossa tarefa. Por comentário a este post (no blog ou no facebook) ou por email para magda.pais@gmail.com digam-me quais os blogs que acham que devem ser nomeados. O prazo para esta fase termina a 25 de Novembro (véspera do meu aniversário, por isso podem já ir pensando na prenda que me querem dar).

Na semana a seguir direi aqui quem são os cinco nomeados em cada categoria e como se processará a fase seguinte.

E então, vamos lá dar a conhecer blogs anónimos?

 

* a plataforma SAPO nem desconfia disto e não tem nada a ver com esta minha ideia acabada de nascer (e que nem sei se terá pernas para andar porque depende de vós e não de mim). Escolhi este nome porque é no SAPO que tenho o meu blog, no entanto nada impede que sejam indicados blogs doutras plataformas. Só não queria que fossem indicados os suspeitos do costume. Não haverá prémio algum para os vencedores. Dúvidas, perguntas ou questões, podem colocar por qualquer um dos sistemas.»

 

007A12615190482DB8C2AC34C51C9C28.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Sábado, 07.01.17

Os destaques, as visitas e a gratidão

Não posso negar que, embora o objetivo deste blogue não seja alcançar patamares em que quem o escreve é sustentado por publicidades, dá-me uma grande alegria ver coisas que eu escrevo expostas a pessoas que nem sequer sabem que eu existo!

 

Dá-me igualmente uma grande satisfação receber mais do que a habitual meia duzia de boas visitas diárias! Se houver comentários e favoritos... é uma festa! E nem me vou aqui armar e dizer que, pouco me importa se aquilo que partilho é ou não lido por outras pessoas, porque desde há uns tempos para cá, que na maioria das vezes - apesar de escrever por mim - escrevo a pensar em alguém.

 

E o objetivo deste blogue passa também por aí, pela partilha de vivências e por mostrar um outro lado daquilo que a maioria das pessoas pensa quando se fala em família católica, passa por mostar que somos quase normais...

 

Estas outras visitas aparecem em maior número sempre que um texto meu é destacado no Sapo Blogs ou na página principal do Sapo, o facto de existir uma "teia" que une os vários blogues e pessoas que os escrevem é uma das coisas que me faz adorar "trabalhar" nesta plataforma. Daqui não saio e daqui ninguém me tira! 

 

Aqui fica um enorme agradecimento às pessoas que trabalham (estas sim, trabalham) para que a qualquer hora possamos escever e partilhar com os outros as nossas ideias, desabafos e algumas das nossas parvoices!

 

 

Destaque do dia 14 de dezembro 2016

 

destaque 14.12 (1).png

 

 

 

Destaque na página principal no dia 16 de dezembro 2016

 

destaque 16.12 (1).png

 

 

Destaque do dia 6 de janeiro 2017

 

destaque 6.1.17.png

 

 E o destaque na página do Sapo 06 de janeiro de 2017

 

destaque sapo 6.1.16.png

 

 

 

 Um grande obrigada à equipa, e um excelente ano de 2017!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Segunda-feira, 10.10.16

Vamos também alimentar esta biblioteca*!

Quando o amor à leitura e a boa vontade se juntam muitas coisas boas podem acontecer. Às vezes penso que todas as pessoas têm as mesmas facilidades, esqueço-me que neste país nem todos têm acesso a coisas básicas como rede de águas e esgotos quanto mais acesso à leitura gratuita em bibliotecas locais. 

 

Há uns dias  a Elisabete teve a coragem de fazer chegar um pedido por email à Magda e ela publica-o no seu blogue:

 

Moro numa zona rural da madeira onde as pessoas não têm grande tempo para leituras e muito menos dinheiro para aquisição dos mesmos.
Com esforço formei um grupo de leitura e empresto os que tenho depois cada um fala do livro que leu ou está a ler.
Como neste momento estou desempregada não me posso dar ao luxo de comprar livros e pensei que talvez nos pudesses oferecer alguns ou até falar com alguns conhecidos que nos possam oferecer.

A zona tal como disse é rural, chama-se Faja da Ovelha e fica no concelho da Calheta. a freguesia tem se cerca de 700 pessoas em que 80% são idosos, porque os mais novos imigram devido á falta de emprego. No inverno o grupo tem cerca de 8/9 pessoas no verão não aparecem mais de 3, pois andam na agricultura até ao anoitecer. 

 

E parece-me que depois deste apelo a pequena localidade de Fajã da Ovelha nunca mais será a mesma!

Porque ainda tenho livros para dar (e lembrei-me agora que tenho um para enviar à Catarina) resolvi colaborarmos com esta iniciativa, alimentando assim um pouco esta biblioteca. 

 

Estes já seguiram viagem! Boas Leituras!

 

 

20161007_132714.jpg

 

*Quem quiser doar um livro pode fazê-lo para a seguinte morada:

 

 Junta de freguesia da Fajã da Ovelha 
A/C: Elisabete Lourenço 
Caminho de S. Lourenço,151
9370-362 Fajã da Ovelha

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 30.09.16

Aqui.

Ao longo de muitos meses este blogue tem sido alimentado com as nossas histórias, as nossas aventuras e as nossas dificuldades. Foi apelidado de inspirador, mas também de "lamechas", foi casa de portas abertas para quem queria ver como vivemos e como vamos enfrentando as dificuldades do nosso caminho. Quem quis pôde sempre voltar, quem perguntou teve sempre resposta, quem comentou devia ter tido sempre um comentário da minha parte, mas isso nem sempre foi assim. A falta de tempo tornou este espaço um pouco mais vazio, menos constante. 

 

Sim, este deixou de ser um blogue diário. É mesmo muito difícil escrever todos os dias, o meu pedacinho de tempo teve de ser repartido por muitas outras tarefas e quando finalmente disponho de dez minutos estou literalmente a cair para o lado com o cansaço.

 

Houve uma altura em que escrevia para mim mesma, depois começaram as visitas a aumentar, certinhas, sempre o mesmo número e percebi que estava a escrever para mais alguém que não apenas eu. Comecei a "conhecer" algumas das visitas e isso levou-me a escrever de determinada forma, tentando nunca ferir ninguém com aquilo que escrevo, tentando nunca ser fundamentalista e acima de tudo não fazendo lei a nossa forma de vida.

 

Ter um blogue não faz de mim blogger, faz de mim alguém que gosta de escrever e que usa um espaço público, nunca aspirei a ser famosa ou uma pessoa influente. E assim que comecei a ter vinte visitas por dia já me considerava responsável por aquilo que escrevia, pelo testemunho que dava.

 

Ser católica nos dias de hoje é complicado, muitas pessoas têm uma má experiência com a igreja, com a religião. Assumir ser e viver de acordo com os princípios da fé afasta as pessoas. Eu sei que é assim. Basta correr por essa Internet fora em notícias sobre a igreja e é ver um longo rol de comentários completamente ofensivos. 

 

Aqui tentei mostrar uma outra forma de assumir a fé, bem sei que não é pacífico dar-se a cara por um ideal porque estamos sempre a ser julgados. Mesmo assim, merecemos alguns destaques na página dos blogues e até na página do Sapo. Foram de resto uma surpresa e uma prova de tolerância magnífica, que me deixaram muito orgulhosa daquilo que tem vindo a ser a nossa caminhada familiar.

 

 

 Aqui tentei ser genuína em cada texto e aqui deixei um pouco daquilo que sou.

 

Mulher, esposa, mãe, católica e amiga.

 

Obrigada.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Sábado, 24.09.16

Honestidade? Liberdade de expressão? Estupidez?

As redes sociais permitem que pessoas (conhecidas e desconheceidas) comentem o que escrevem e o que partilham. São pequenos espaços onde se pode dizer o que nos vai na alma.

 

Mas, sinceramente, se colocassem as pessoas que fazem os comentários cara a cara com as pessoas que escrevem ou postam (?) coisas teriam elas coragem de lhes dizer - na cara - tudo aquilo que escrevem na caixa de comentários?

 

Meu Deus... é em notícias, em artigos sobre animais, em páginas de grupos... em todo o lado! 

 

Afinal qual é o limite? Há coisas que eu nunca vou entender.

A sério.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 09.09.16

"Verde Cristal"

Ora então, antes de mais os devidos agradecimentos ao Sapo Blogs pelo destaque no dia 8, com a nossa aventura nas pinturas. A cor do destaque faz um excelente "pandant" com o tal verde cristal!

 

 

destaque 8 set sapo.png

 

 

Só para que conste, assim que contornámos a curva da estrada que leva a nossa casa e avistámos a nova cor, ouviu-se um coro de vozes no carro com um ""Óóóóóó... tããããoooo liiiindoooo"Até a Lúcia deu o ar da sua graça com uns guinchos!

 

É verdade, todas gostámos da cor e fizemos questão de dizer isso ao pai mal saímos do carro!

 

A foto é uma questão de tempo, mas não há de tardar!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Sexta-feira, 12.08.16

As culpas também morrem solteiras

Sempre que um acontecimento marcante acontece nas nossas vidas temos tendência a perguntar - porquê? - Porquê eu? Porquê agora? Porquê... porquê? No entanto de que vale uma pessoa consumir-se a tentar compreender aquilo que talvez - só talvez - o tempo venha um dia a mostrar?

 

Não é fácil pensarmos em coisas boas quando à nossa volta os castelos desmoronam e deixam à vista um rasto de destruição. Não é bonito ver que o castelo que julgávamos forte estava afinal com problemas estruturais, muitos deles causados por nós, outros ali mesmo à vista e ninguém dava conta. Até ao dia D.

 

E também não é fácil deixar de lado o sentimento de culpa que nos invade porque a nosso ver isto e aquilo poderiam ser evitados se... ou bastava ter feito assim ou assado para que as coisas fossem diferentes... e por aí fora...

 

Uma coisa que tenho aprendido com todas as dificuldades que atravessei é que de nada vale querer saber o porquê, não vale a pena deitar culpas ao mundo, a Deus ou a mim própria e morrer afogada nelas. Talvez deva deixar que as culpas morram solteiras, pelo menos por agora.

 

Em tudo na vida é preciso reagir. Melhorar. Reformular. Unir. Estar lá. E o mais importante: Amar.

 

Algures em 2014 chamei a este blogue Adotar, amar, viver. Nunca esta combinação de palavras fez tanto sentido como hoje. A nossa família nasceu para adotar, a nossa família tem a sua base no amor e nunca, mas nunca deixará de viver pelos valores que definimos.

 

Através das partilhas (quase) diárias neste pequeno espaço, aqui no bairro, tive a alegria de conhecer - ainda que virtualmente - pessoas com as quais a empatia é imediata, que me acarinham com palavras de amizade. Mas, o mais surpreendente é sentir e receber - das pessoas que jamais imaginava - as maiores palavras de apoio. Não há por isso palavras de gratidão que possam mostrar o quanto me sinto menos só nas minhas mágoas e nas minhas tristezas.

 

 

E sim, uma das melhores coisas que fiz na minha vida foi começar este blogue num quente dia de verão.

 

Obrigada.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

por Olívia às 17:46

Segunda-feira, 18.07.16

Aquela coisa dos pokemons go

Sim, já sei mais ou menos o que é, li nos destaques aqui do sapo... até agora o único pokemon que consegui apanhar, mas que volta e meia me foge outra vez chama-se...

 

... Lúcia - Lulu para a Maria - sim é daqueles raros, vale uma pipa de pontos!!!

 

20160701_151122.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Terça-feira, 17.05.16

Como é bom ser diferente

Todos os dias somos confrontados com uma corrente que não para, é suposto deixarmo-nos ir nessa corrente para sermos sempre aceites pela sociedade. Cada vez que nos afirmamos diferentes, o melhor é fugir... ou apanhamos com os estilhaços do palpite alheio, sim aquele que nós não pedimos, mas que as pessoas insistem em dar. 

 

É muito aborrecido ser diferente, eu sei isso, o meu marido sabe e as minhas filhas estão a descobrir isso mesmo! Nós somos como os outros, mas fazemos coisas diferentes, evitamos ao máximo certas "modas", não fazemos porque toda a gente faz, não vamos porque toda a gente vai, não dizemos porque toda a gente diz e por aí fora. Aliás já por aqui devo ter falado nisso num destes 700 textos que entretanto fui aqui registando.

 

Alturas houve em que me fazia confusão ser sempre do contra, certos textos que lia e queria ir logo para a discussão, perdia tempo e mais tempo naquilo, no final ficava angustiada porque na verdade tinha sido tempo mal empregue. Há que saber o limite da nossa capacidade de argumentar, se entramos numa discussão acesa, às tantas consumimos muita energia e no fim não deu em nada... passa-se muito disto no facebook e em alguns blogues também, as pessoas são livres de dizer o que pensam e às tantas travam-se verdadeiras batalhas umas contra e outras a favor.

 

Se há coisa que este tempo na blogosfera me ensinou é que não vale a pena gastar o nosso tempo com coisitas de nada, com embirrações, com textos que só servem para levantar a polémica e alimentar ódios de estimação... eu, se sinto que alguma coisa me incomoda, prefiro escrever um email de forma privada e assim evito grandes polémicas, o resultado é muito positivo, esclarecem-se frases escritas, trocam-se ideias e as coisas tomam outro rumo. Até nestas coisas é preciso sabermos ser civilizados, porque é muito triste fazer juízos dos outros sem os conhecermos, mas mais triste ainda é atacar os outros só porque têm opiniões diferentes das nossas!

 

Quem se diz tolerante não deve "descascar" em tudo quanto é comentário... quem se diz a favor da liberdade não deve achar que sentar-se atrás de um computador lhe dá o direito de maltratar os outros... quem lê e comenta nas redes sociais não deve destilar veneno contra os que são de outra cor, de outra raça, de outro credo...

 

Enfim, tanta conversa e o que realmente eu queria escrever é que este blogue serviu para que eu crescesse muito como pessoa, ao partilhar aqui episódios da minha vida familiar, ideias e convicções e ao ler textos com outras vivências, outras partilhas, só me fez ver que é perfeitamente possível conviver com pessoas tão diferentes de mim, quer na blogosfera, quer na vida real!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Sexta-feira, 29.04.16

Vocês sabem

1. Que termina amanhã o prazo para entregar o irs da 1a fase??

 

2. Que termina amanhã o prazo para as empresas enviarem o R.U. Certo?

 

3. Que é dia de processamento de salarios???

 

4. Que até dia 10 tenho de enviar as declarações de remunerações para a segurança social e para as finanças???

 

5. Que faltam 15 dias para os ivas trimestrais?

 

6. Que dia um começa a 2a fase dos Irs?

 

Então nāo se zanguem comigo... mas não consigo escrever mais do que isto!

 

Entretanto como é sexta feira podem dar um salto ao blogue da agente da autoridade mais in da blogosfera!

 

Sim, que alguém tem de tomar conta deste bairro e ela é A Rapariga do Autocarro!!!

 

autocarro.png

 

 

Bom fim de semana!

 

Eu por cá... trabalho!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 18.04.16

Voltar atrás no tempo

Andava aqui a pensar as voltas que a vida dá e resolvi registar aqui o grande ponto de viragem na nossa maneira de viver.

 

Estávamos em 2014, mais propriamente em março de 2014. Através de um blogue - Mum's The Boss, fiquei a conhecer o blogue de uma família muito divertida, passei a ser leitora assídua do seu blogue, quem não se lembra do Pais de Quatro?

 

E num dos seus textos, li um comentário que me deixou "com a pulga atrás da orelha", não fui a única pois o JMT responde diretamente a este comentário com um texto... o qual reproduzo aqui uma parte porque um dia o blogue dele vai desaparecer e eu tenho pena de perder esta memória...

 

«A propósito deste meu post, sobre como sair de casa é muitas vezes apenas uma óptima forma de estarmos mais próximos uns dos outros, a Teresa Power deixou o seguinte comentário:

  

"Não é, realmente, preciso ir à Disneylândia - e nos tempos que vivemos, quantos portugueses se podem dar ao luxo de viajar para fora do país? Umas mini-férias de carnaval com seis crianças meio engripadas em casa, a chover lá fora, muitas histórias para contar, muitas batalhas de índios e cowboys para gerir, muitos desenhos para pintar, muitos abraços para dar, misturados com benurons e brufens... Que maravilha!
A noção de cultura também é relativa... Subir à Torre Eiffel não é um acto cultural mais importante do que aprender a distinguir espinafres de agriões - e eu só aprendi esta diferença ao decidir vir viver para o campo, depois de uma vida inteira na cidade, e plantar uma horta no meu quintal! A cultura, afinal, pode estar também no nosso jardim...)"

 

Continuando a falar desta Teresa, diz ele:

 

«Sempre conheci a Teresa Castel-Branco (ainda antes de ser Power) como alguém que vive a sua fé muito profundamente, e as suas convicções religiosas, ao contrário das minhas, nunca vacilaram, mesmo nas alturas mais difíceis (e houve várias, e muito difíceis). Ela tem um blogue onde fala da vivência católica da sua família, chamado precisamente Uma Família Católica. Vale a pena passar por lá.»

 

Estávamos então a dia 10 de Março de 2014 e eu (assim como muitas outras pessoas) resolvi passar pelo referido blogue para ver melhor quem era esta Teresa que tinha dado uma bela resposta ao JMT! Quem não sabe fica a saber que muitas e grandes discussões foram feitas naquelas caixas de comentários... umas mais contidas, outras mais violentas... algumas ainda me deixam triste pela falta de tolerância para com quem quer viver livremente a sua fé.

 

Assim, graças a muita "conversa" debatida naqueles textos muitas vezes provocatórios do JMT eu encontrei um caminho totalmente novo. A passos muito pequenos fui tentando adaptar-me à novidade que era ver alguém que não tinha vergonha de admitir publicamente que era católica e mostrar sem filtros a forma como vivem. Foi um choque!

 

Eu tinha de conhecer melhor estas pessoas, aprender com elas... era importante para mim passar por lá todas as manhãs bem cedo, aposto que era das primeiras leitoras do dia (e ainda sou, mesmo nos dias em que não há nada de novo)! E depois de ler o "relato" de verdadeiras aventuras familiares saía de casa com outro ânimo! Timidamente comecei a comentar... um comentário hoje, outro noutro dia... até ao dia que vi a publicação de um retiro... oh céus, como é que eu ia convencer o meu marido a fazer 200 km para ir a um retiro... eu bem sabia o que era um retiro, mas ele não... comecei por falar desta família com naturalidade, como se os conhecesse e até comentei que ia haver um encontro de famílias... sem saber bem como lá fomos. E a nossa vida mudou!

 

Recordo com alegria tudo o que daí adveio... palavras, sorrisos, abraços, amigos, família. Sim, um comentário sobre agriões fez com que a minha vida mudasse... quem diria?

 

Na verdade não fui a única, bem sei que mais algumas pessoas chegaram às Famílias de Caná por causa de um blogue! Outras ficaram pelo caminho, continuam a ir lá, lêem, comentam, mas não deram o derradeiro passo do compromisso... outras ainda mantêm-se anónimas, umas colaboram outras nem tanto!

 

A blogosfera é realmente um lugar estranho!

 

Fazem-se amizades, criam-se laços, deita-se conversa fora, discute-se o que não tem discussão, mostram-se vivências, escondem-se realidades... quantos milhares de vidas se cruzam? Quantas se transformam completamente porque, num dia de chuva, resolveram arriscar e clicaram num link...

 

familia catolica.png

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 16.04.16

Aguardo novidades...

... primeiro as coisas alegres e depois as tristes:

 

Lembram-se da prometida história da S. e do seu bebé?

 

Ando há que tempos para a contar, não o queria fazer sem a autorização da mãe embora o que aqui escrevesse fosse de forma anónima.

 

Entretanto ontem contei-lhe deste blogue, acho que já aqui veio espreitar e sabem que mais? Talvez, só talvez ela escreva a sua maravilhosa história... sabem como é que eu sou... lancei o desafio e espero que ela aceite e que em breve nasça um novo blogue aqui neste "bairro"!

 

 ...

 

Ao que parece ontem precipitei-me... deu-me a sensação de que o email que recebi da mentora do jesusmail era claro e que eu estaria incluída nas pessoas que iriam enviar o correio... afinal ela ficou espantada com o meu entusiasmo pela sua ideia... e agora não sei. Sinceramente foi um balde de água fria... demorei tanto para dar este passo e agora terei de recuar humildemente, jamais quero ser acusada de copiar uma ideia ou de me servir das ideias dos outros para meu benefício (como se isto fosse para mim), eu não sou assim... a todos os que se inscreveram aguardem, seja de que forma for, aparecerá alguma coisa na caixa de correio!

 

 Sim, estou desanimada... mas não vou ficar assim muito mais tempo, afinal há um fim de semana grande em breve ... e muita coisa boa para ser feita!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

por Olívia às 06:50

Segunda-feira, 07.03.16

Novidades por email!

O Sapo já disponibilizou esta ferramenta e eu não sabia!!!

 

Para receberem um email com o novo post do dia é só preencher ali ao lado o vosso email e já está!

 

Obrigada Sapo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:

Quinta-feira, 21.01.16

600º Post

Há 599 posts atrás estava longe de imaginar como a vida se transforma quando abrimos a porta da nossa vida a pessoas que não conhecemos... durante este ano e meio partilhei por aqui muitas das nossas vivências, éramos quatro, agora somos cinco, não conhecia ninguém por aqui, agora já "conheço" muitas outras pessoas, algumas mães, mulheres que gostam de ler livros e de escrever...

 

Quando acompanho as aventuras diárias de outras pessoas começo a considerá-las como conhecidas, começo a perceber o seu ritmo de vida, sei mais ou menos a que horas publicam, quando deixam de o fazer fico preocupada... e por muito que seja difícil de compreender algumas delas são mesmo como amigas!

 

A vida na blogosfera tem um certo encanto... trocam-se experiências, aprendem-se truques de culinária ou de organização e de poupança, ficamos a conhecer os livros mais vendidos e outros que poucos conhecem... aceitam-se desafios e trocam-se presentes...

 

Numa destas semanas fiquei realmente impressionada com o número de posts que se publicam por dia no Sapo... contou o Pedro à Magda que chegam a ser publicados 4.000 textos por dia!!!

 

Eu sabia que existem muitos blogues, mas nunca pensei que fossem tantos!

 

Espero continuar a ter a minha meia hora de escrita no blogue, eu sei... é muito tempo para tão pouco texto, mas isto não é só chegar e escrever, certo?

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 18.12.15

A troca de prendas no Sapo blogs

Então não é que eu este ano perdi a cabeça e me inscrevi na troca de prendas que a Cindy está a organizar

 

Já no ano passado tinha visto e gostado bastante da ideia de "aproximação" com quem está do outro lado dos blogues, afinal somos mulheres e raparigas, ou como se diz por aqui "cachopas" com uma vida e com família, passatempos, trabalho...

 

Enfim, no ano passado não fui a tempo de me inscrever. Este ano inscrevi-me, e entretanto... nasce a Lúcia!

 

Deixei de ter tempo para muita coisa, mas não queria de todo falhar neste compromisso que assumi! Por isso a menina que me calhou na troca que fique descansada, na segunda feira envio em correio prioritário e ainda chega antes do Natal!

 

Queria escrever aqui sobre o conjunto de mini-prendas que comprei, mas depois a pessoa identificava-se logo!

 

Eu embora esteja atrasada no envio da prenda já recebi a minha, assim deixo aqui o meu agradecimento à Niki que me enviou esta prenda e este lindo postal! 

 

A prenda só abrirei no Natal, mas a foto fica prometida!

 

1450431717200.jpg

 

 

Cá está a foto, muito obrigada  Niki pelos mimos que me enviaste!

 

12399250_800913836708946_1790359505_n.jpg

 

Portanto para uma das meninas abaixo indicadas, a prenda já está quase pronta... 

 

Cindy

Magda L Pais

marrocoseodestino

Pandora

Nathy ღ

Niki

Catarina

Just_Smile

Raggedy Woman

m-M

Sara Carvalho

Olívia

pingodemel

Daniela S.

Me, Myself and I

Maria

 

A todas as outras desejo também um Feliz Natal!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Assuntos Importantes:


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa de temas

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Frases nossas

«Mais do que um processo judicial ou burocrático adoptar é amar uma criança e torná-la nossa filha»

Fale connosco através de

olivia.adocao@sapo.pt