Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

"Tens coisas tão bonitas"

Quando eu era miúda, sempre que a minha mãe fazia as limpezas grandes, ficava maravilhada com as chávenas e os pires bonitos, com os copos de pé alto, tudo era retirado dos armários, limpo e regressava novamente ao seu lugar. Eu adorava brincar ao faz de conta, um dia também teria copos bonitos e faria festas na minha casa... e assim tem sido. Nas festas costumamos colocar as loiças mais bonitas, os copos de pé alto...e agora já não é faz de conta, é mesmo verdade.

 

Cá em casa temos loiças de uso regular, são por norma mais simples e resistentes - e mesmo de vez em quando lá vai um copo - e temos muitas outras coisas guardadas. É uma pena. Eu sou das pessoas que usam tudo o que recebem, nem que seja uma vez. Mas existem coisas que raramente são colocadas "ao serviço" da família.

 

Um dia ouvi o seguinte comentário/questão: se as pessoas cá de casa são as mais queridas, as mais importantes porque é que guardamos as melhores loiças e toalhas para quando vêm pessoas de fora? Não devemos nós mimar acima de tudo os que estão connosco todos os dias e nos aturam as neuras?

 

É tão, mas tão verdade... ontem recordei-me disto enquanto andava para lá e para cá a reorganizar a cozinha - é que ganhei uma nova bancada reciclada e trazida de uma obra que o pai está a fazer - tirei tudo dos armários e limpei para voltar a guardar... a Margarida quando ia vendo as coisas disse: "tens coisas tão bonitas...", mais tarde já depois do jantar a Maria olhava para a bancada e disse com ar sonhador "tens coisas tão bonitas..."

 

Não é "tens" é temos, expliquei eu: as coisas são nossas, da nossa família!

 

As coisas que temos não brilham se não forem usadas pelos que amamos, com os que amamos, são meras coisas que descansam alinhadas nas prateleiras dos armários... as coisas só têm valor quando as partilhamos no dia a dia... e não apenas nos dias de festa ou quando temos visitas...

 

Nesta quadra vamos usar as loiças bonitas, mesmo quando estivermos só os 5!

 

E no ano que vem também.

 

Afinal haverá alguém mais importante do que as pessoas que estão connosco na saúde e na doença, na alegria e na tristeza?

 

IMG_20161211_115644.jpg

 

 

21 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D