Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

«Tu tens um blogue?»

«Mas não disseste nada...»

 

 

 

É verdade, a maioria das pessoas que convive comigo diariamente não sabe que temos aqui este cantinho de partilha familiar.

 

Recordo-me há um ano, mandar um email a algumas pessoas para que soubessem onde nos "encontrar" uma vez que desisti do facebook, ainda lá tenho conta, uma conta com um nome que não é o meu, apenas para receber notícias de amigas que estão a viver muito longe, não faço publicações e não exponho a minha vida como já fiz um dia e me arrependi a valer.

 

De todas as formas, num lanche entre amigos e família não sei bem a que propósito falou-se no blogue, o mais engraçado é que depois de saberem o "teor" da maioria das partilhas a resposta foi muito sucinta «ai coisas de igreja também não me interessam muito...»

 

Tantas coisas que aqui escrevo e tudo se resume a ideias preconcebidas... é bom termos um espaço onde nos podemos expressar sem sermos logo criticados, tantas coisas que aqui partilho, recordações de momentos da nossa vida familiar, mas tudo se resume "à religião", como se isso fosse uma coisa horrível...

 

Aqui não se debitam teorias, não se dão palestras do género "só nós é que somos bons", muito pelo contrário... aqui reconhecemos o quanto as coisas por vezes não correm bem... aqui não debato opiniões sobre temas polémicos pois eu não sou polémica... e nem gosto de entrar em pé de guerra com quem não pensa como eu, respeito todas as opiniões e tento compreender quem se mostra interessado em se explicar.

 

Já li em alguns blogues a necessidade de manterem um "perfil" com um nome que não é o da pessoa, onde falam de coisas que acontece no trabalho, na família ou na mercearia da esquina e compreendo isso, já li noutros blogues histórias de pessoas que não colocam fotos para preservarem a sua vida e também compreendo, dos 74 blogues que sigo aqui no Sapo Blogs apenas meia dúzia (se tanto) são blogues católicos e não é por isso que deixo de ler o que escrevem independentemente de concordar ou não com essas pessoas!

 

Por outro lado, recebi palavras de incentivo de uma ou duas pessoas amigas e de pessoas não assim tão próximas, pelas partilhas e pelos episódios aqui contados diariamente, e é por isso que ainda aqui continuo, e é por isso que não deixarei de partilhar as nossas vivências familiares!

 

 

 

10 comentários

Comentar post