Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Adotar Amar Viver

Somos uma família católica que investe no tempo de família, aprendendo e ensinando, amando e vivendo com simplicidade. Somos o Álvaro e a Olívia, a Margarida, a Maria e a Lúcia!

Tudo o que se perde

Nos últimos dias tenho procurado reduzir a procura de mais e mais informação sobre a catástrofe que e abateu neste país em que vivo, acompanho algumas publicações aqui no Sapo, outras no facebook, mas não vejo televisão. Não consigo. Três dias de luto nacional se calhar é muito pouco - eu nem sei bem para que serve o luto nacional - vejo imensas mensagens de condolências, bandeiras a meia haste, espetáculos cancelados (outros agendados). Mas o luto, esse vive-se no coração de quem tudo perdeu. Não me parece que existam muitas pessoas a quem tudo isto lhes passe ao lado. A vida segue o seu curso. Aqui, lá, em todo o lado. Aqui eu percebo. Estamos longe, não temos amigos entre as vítimas, não conhecemos ninguém a quem a tragédia bateu à porta, hoje é dia de consulta no médico, dia de escola, tenho de fazer o jantar como de costume. E mesmo assim, dói. Dói no coração, e mais fundo ainda. Não sei, nem imagino o sofrimento de quem não sabe dos seus, de quem espera, de quem só vê destruição. Perante uma tragédia destas os dias parecem-me diferentes, mais tristes, mais dolorosos. Lá, onde o fogo continua a arder o que sentirão aquelas pessoas, como conseguirão continuar com a vida depois disto? O tempo vai passar, será que nos continuaremos a lembrar de cada uma das vidas que se perderam? Será que alguém terá um dia coragem para mudar o que está errado? Nós vivemos nesta Terra, somos cuidadores dela, tudo o que temos é emprestado, para gerirmos com a melhor capacidade, perguntam sempre onde está Deus no meio da tragédia, sempre. Misturam sempre palavras "castigo", "justiça", "deuses". Deus não quer o mal. Deus deu-nos a capacidade de sermos livres pelas escolhas que fazemos, desde aquilo que queremos comer, àquilo em que transformamos cada milímetro quadrado da Terra. O ser humano é inteligente. É autónomo. É responsável.

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D